Meteorologia

  • 04 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

"Trabalhadores estão à beira de um ataque de nervos"

Os trabalhadores portugueses estão desmotivados e exaustos e as empresas não são saudáveis, com os empresários a reagir e não a agir. As conclusões são de um estudo da Associação Portuguesa de Psicologia da Saúde Ocupacional, citado esta segunda-feira pelo jornal Público.

"Trabalhadores estão à beira de um ataque de nervos"

“Os trabalhadores portugueses estão à beira de um ataque de nervos”. A frase é de João Paulo Pereira, presidente da Associação Portuguesa de Psicologia da Saúde Ocupacional que elaborou um estudo sobre a forma como os portugueses encaram o trabalho.

De acordo com o responsável entrevistado pelo Público, o aumento da carga fiscal e as contribuições de solidariedade deixam os trabalhadores desmotivados. A crise que tem contribuído para o aumento do desemprego dá origem a “um receio da parte dos trabalhadores de colocarem em causa o que fazem”, explicou o responsável que acrescentou que, actualmente, os portugueses “fazem tarefas nas quais não se reconhecem”. E mais, “o que obtêm como reconhecimento não é compensador”.

No que diz respeito às empresas, João Paulo Pereira afirmou que as mesmas “não são saudáveis”, porque existem condicionantes socioeconómicas mundiais que estão a “retirar alguma lucidez aos empresários para conseguirem perceber o que podem fazer, para agir em vez de reagir”.

Por empresas saudáveis, o responsável entende que são empresas que gerem, com sucesso, os recursos humanos, sendo, por isso, mais produtivas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório