Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Enfermeiros a trabalhar de máscaras de mergulho? Ordem garante que sim

Ana Rita Cavaco denunciou a falta de material de proteção para os profissionais de saúde.

Enfermeiros a trabalhar de máscaras de mergulho? Ordem garante que sim

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, denunciou a falta de material para os profissionais de saúde portugueses enfrentarem a pandemia do novo coronavírus, numa entrevista dada à SIC, este domingo.

De acordo com Ana Rita Cavaco, há até enfermeiros a trabalhar com máscaras de mergulho que trazem de casa.

“Por todo o país repetem-se cenários em que é dado apenas uma máscara para o turno inteiro ou uma máscara para três ou quatro turnos. Isto é não respeitar quem está na linha da frente. Os nossos enfermeiros e os nossos profissionais de saúde, neste momento, estão a trabalhar sem condições, expostos a um perigo de infeção muito grande. Os enfermeiros tentam proteger-se como podem, estão a levar, efetivamente, óculos de natação e máscaras de mergulho que têm em casa porque não há viseiras de proteção ou óculos de proteção, garantiu a bastonária dos enfermeiros.

Ainda segundo Ana Rita Cavaco, "há mesmo hospitais que decidiram comprar acetatos" para improvisar essas viseiras. “Portanto, a descoordenação é muito grande, nós agradecemos muito as palmas que as pessoas estiveram a bater à janela, mas, de facto, o que nós precisamos é de material e de equipamento de proteção individual, isso é que é urgente”, frisou.

Recorde-se que, esta segunda-feira, o número de infetados por Covid-19 em Portugal subiu para 2060 e o número de vítimas mortais para 23, mais nove do que no dia anterior. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório