Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Diocese do Algarve suspende visitas à Sé de Faro e à de Silves

A Diocese do Algarve suspendeu as visitas à Sé de Faro e à de Silves para evitar os habituais aglomerados de visitantes que se concentram naqueles espaços e combater a propagação da doença Covid-19.

Diocese do Algarve suspende visitas à Sé de Faro e à de Silves
Notícias ao Minuto

11:16 - 14/03/20 por Lusa

País Covid-19

No caso da Sé de Faro, as visitas à catedral, ao seu núcleo museológico, claustro e subida à torre estarão suspensas até 13 de abril, tendo as visitas ao Paço Episcopal de Faro também sido suspensas por tempo indeterminado.

Já as visitas à Sé de Silves estarão encerradas até ao final de março, medidas que visam "evitar ajuntamentos de pessoas de diversificadas proveniências", contendo a possibilidade de propagação do novo coronavírus, refere a Diocese em comunicado.

No que respeita à suspensão da celebração comunitária de missas, o Bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, exortou a "modos alternativos" de "celebrar o Domingo em família", tirando partido das "novas tecnologias", pedindo que se possa "incentivar a participação familiar na Eucaristia dominical transmitida pelos diversos canais televisivos e pela rádio.

O prelado informou que haverá "um esquema de celebração do domingo em família, centrada na palavra própria do domingo, com uma sugestão de partilha da mesma e de oração", sugestão elaborada pelo departamento de Liturgia e que deverá ser divulgada através das 'mailing lists' paroquiais ou das redes sociais.

Relativamente às exéquias, estas não ficarão suspensas, passando a constar "de uma celebração digna e breve, dirigida particularmente aos familiares mais próximos", evitando aglomerações no espaço fechado da celebração, como igrejas ou capelas mortuárias, acrescentou.

O Bispo do Algarve sublinhou ainda que "não há qualquer recomendação sobre o encerramento das igrejas, assim como do acesso a bens de primeira necessidade".

"Nestas circunstâncias, é de todo conveniente que permaneçam abertas, de modo que quem o desejar possa nelas recolher-se em oração diante do Santíssimo Sacramento, ou ter acesso a um encontro pessoal com o seu pároco", acrescentou.

Contudo, os Serviços Diocesanos da Pastoral, localizados em Faro, no Largo da Sé, permanecerão encerrados "por tempo indeterminado, enquanto se justificar e se mantiver este tempo de alerta", prossegue o comunicado.

"Não deverão ser procurados estes serviços, nem os seus membros deverão comparecer nas suas instalações, já que não serão abertas exceções para a sua abertura, ficando a loja a eles adstrita encerrada".

A Cúria Diocesana também estará fechada, ou seja, a Vigararia Geral, Chancelaria e Tribunal Eclesiástico não estarão a funcionar e "o espaço físico destes serviços curiais" fechará.

Qualquer informação ou pedido deverá ser feito por via telefónica e eletrónica e nunca presencialmente, apelou a Diocese do Algarve.

A Casa de Retiros de São Lourenço também fecha portas até ao final de março e nessa altura será avaliada a sua reabertura, estando automaticamente canceladas todas as ações previstas para esse local até essa data, lê-se na nota.

O Seminário de São José, em Faro, está desde quarta-feira, e voluntariamente, em quarentena, com todas as atividades previstas suspensas. Os funcionários foram também dispensados, por forma a evitar saídas e entradas no local.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório