Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
20º
MIN 20º MÁX 20º

Edição

Catarina Martins diz que "agitação" política "já desapareceu"

A líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, disse hoje que a "agitação" política em torno da contagem do tempo de serviço dos professores "já desapareceu" e lembrou que "a legislatura vai até outubro".

Catarina Martins diz que "agitação" política "já desapareceu"

"Tivemos um fim de semana político um pouco agitado, mas como já todos perceberam parece que a agitação já desapareceu. A legislatura vai até outubro e por isso temos muito trabalho a fazer", afirmou Catarina Martins no início de uma sessão com estudantes da Escola Superior de Tecnologia de Gestão (ESTG) em Viana do Castelo.

A líder do BE disse que partido tem estado "muito envolvido" nas questões da saúde, nomeadamente a Lei de Bases.

"A Assembleia da República está a funcionar normalmente, como deve, e já voltou à discussão a Lei de Bases da Saúde. É tempo de escolhas se queremos salvar o Serviço Nacional de Saúde ou se deve ser para os privados, como gostaria o Grupo Mello, decisões às quais se juntam outras questões", acrescentou.

Catarina Martins referia-se ao código de trabalho, defendendo que o período experimental para os jovens à procura do primeiro emprego deve ser estendido ao contrato de trabalho.

"Assim teríamos estabilidade do emprego para não termos sempre exército de desempregados", defendeu.

Esta sessão, com o tema "Faz a Diferença na Europa", está integrada na Semana do Emprego que a Associação de Estudantes da ESTG está a promover e que conta com a participação do candidato do BE às europeias José Gusmão.

Na semana passada, na comissão de Educação, PSD, CDS-PP, BE e PCP isolaram o PS e aprovaram o princípio de que os professores terão direito à recuperação da totalidade do tempo no período em que houve congelamento.

Perante este passo, o primeiro-ministro, António Costa, numa declaração ao país, na sexta-feira, ameaçou demitir-se caso esse diploma seja aprovado em votação final global, alegando ser "injusto" socialmente e "insustentável" do ponto de vista financeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório