Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Homem matou o cão, cozinhou-o com "cebolas e knorr" e deu-o a comer

Juiz demorou menos de cinco minutos para considerar o homem culpado pelo crime.

Homem matou o cão, cozinhou-o com "cebolas e knorr" e deu-o a comer

Dominic O’Connor foi considerado culpado e condenado a dois anos de prisão por ter assassinado o seu próprio cão. Como se não fosse o suficiente, o irlandês de 28 anos cortou o animal em vários pedaços, cozinhou-o e serviu-o como refeição ao seu outro cão.

O homem não explicou por que motivo cometeu tal ato que o juiz Piers Grant descreveu como “hediondo”, mas confessou o crime e contou que começou por estrangular o animal com a trela, como dá conta o Belfast Live.

Depois cortei-o [em pedaços] e cozinhei parte dele, servindo como refeição ao meu outro cão. O resto queimei no fogo”, admitiu.

Dominic foi, aliás, bastante específico nos pormenores, revelando ter cozinhado o animal com “algumas cebolas, um knorr, sal e pimenta”.

Os relatórios da polícia confirmaram a versão dada pelo homem natural de Kircubbin, na Irlanda do Norte, uma vez que os agentes encontraram vestígios de ossos na fogueira que Dominic acendeu para queimar o que sobrou do cadáver do animal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório