Meteorologia

  • 27 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 34º

Leanne nunca tinha viajado. A Turquia foi a sua primeira e última viagem

O pai não queria que Leanne, de 18 anos, fosse à Turquia para a passagem de ano mas a jovem pediu à tia para intervir. Acabou em tragédia.

Leanne nunca tinha viajado. A Turquia foi a sua primeira e última viagem
Notícias ao Minuto

19:10 - 04/01/17 por Anabela de Sousa Dantas

Mundo Massacre

Leanne Nasser foi uma das vítimas mortais do massacre de Ano Novo que tirou a vida a 39 pessoas na discoteca Reina, em Istambul. A trágica história da jovem de 18 anos foi esta terça-feira contada pela CNN, que entrevistou a família.

De acordo com as declarações da tia, Layal Masarweh, Leanne queria mesmo muito ir passar o ano à Turquia com três amigas mas o pai não a queria deixar ir. A jovem nunca tinha saído de Israel e pai achava muito perigoso ir para a Turquia. Leanne não desistiu e pediu à tia que a ajudasse a convencer o pai. A tia ajudou.

“O pai estava totalmente contra. Ele dizia que Istambul era muito perigoso e que ela não devia ir. Mas ela insistiu, dizia que não lhe ia acontecer nada”, disse Layal Masarweh.

Leanne foi, juntamente com as três amigas, e decidiram passar o ano na discoteca Reina. A última fotografia que Leanne publicou foi uma selfie, algumas horas antes da meia noite.

Notícias ao Minuto

Na manhã seguinte, estava desaparecida. As três amigas foram encontradas com vida, duas delas sem ferimentos.

O pai voou para a Turquia na manhã seguinte e só horas depois conseguiram confirmar a identidade de Leanne. “Não me consigo perdoar. Quem me dera ter estado com ela para a proteger ou para fazer tudo o que fosse possível para lhe salvar a vida. Quem me dera poder dar a minha alma pela dela”, lamentou a tia.

A estudante, natural de Tira, em Israel, ia terminar o secundário no próximo verão e trabalhava nos tempos livres numa clínica dentária para juntar dinheiro para comprar um carro. O seu corpo foi transportado para Israel na terça-feira, dia 3 de janeiro, naquela que foi a sua última viagem.

O ataque à discoteca Reina ocorreu na madrugada do último domingo (sábado à noite em Portugal) durante as celebrações de Ano Novo. Um homem entrou dentro do espaço e abriu fogo indiscriminadamente sobre os presentes, matando 39 pessoas e ferindo 69. O Daesh já assumiu a autoria do atentado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório