Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Deixar roupa na rua para ajudar quem passa a noite ao relento

Uma ideia que nasceu, alegadamente, no Canadá mas que pode ser nacionalizada. Há quem deixe peças de roupa penduradas na rua para quem precisar.

Deixar roupa na rua para ajudar quem passa a noite ao relento

O frio já se começa a instalar – em alguns países do mundo acontece já há algum tempo – e uma nova moda começou a surgir. Não pare de ler aqui, não vamos falar de um corte de cabelo nem de uma espécie de selfie. É mesmo para ajudar os sem-abrigo.

Começaram a aparecer imagens, em algumas cidades do globo, de casacos e cachecóis presos em postes de luz, em pilares ou perto de caixotes do lixo. Trata-se de ofertas deixadas nas noites mais frias para aqueles que passam a noite ao relento.

O movimento, conta o Independent, parece ter-se iniciado em Halifax, no Canadá, mas já se espalhou ao Reino Unido e, inclusive, aos Estados Unidos.

As peças de vestuário são deixadas na rua com mensagens para os seus novos donos. Nas redes sociais, apela-se a que outros sigam o exemplo.

O leitor agora pergunta: e porque não dar diretamente a roupa a quem precisa? Porque pode não encontrar muitas dessas pessoas quando se dirige para ajudar e porque muitas dessas pessoas podem não querer ser encontradas. Afinal, os sem-abrigo que vemos na rua não são a sua totalidade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório