Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Um homem, uma mãe e filha. As vítimas espanholas do ataque no Afeganistão

Tratam-se de três cidadãos catalães que faziam parte de um grupo de 13 turistas estrangeiros.

Um homem, uma mãe e filha. As vítimas espanholas do ataque no Afeganistão
Notícias ao Minuto

22:12 - 18/05/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Afeganistão

Os três turistas espanhóis que morreram num ataque a tiro na cidade de Bamiyan, no Afeganistão, já foram identificados. Segundo a imprensa espanhola, tratam-se de três cidadãos catalães que faziam parte de um grupo de 13 turistas estrangeiros.

De acordo com o jornal El Periódico, as vítimas foram identificadas como Ramón Bellmás Rimbau, um homem de 72 anos, natural de Girona e antigo diretor de uma empresa química, Susana Vilar Bühler, de 65 anos e natural de Figueres, e a sua filha, Elena Schröder Vilar, 31 anos, natural de Barcelona. A mãe e a filha eram ambas farmacêuticas em Barcelona e Terrassa, respetivamente.

Os corpos das vítimas mortais já foram transportados para Cabul, capital do Afeganistão, para que o governo espanhol possa organizar o processo de repatriamento. 

Além dos três mortos, uma outra cidadã espanhola ficou ferida no ataque. Foi identificada como Maria C.T., também catalã, e, de acordo com o ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros, José Manuel Albares, encontra-se em estado grave após ter sido submetida a uma cirurgia. 

O El Periódico avançou ainda que Ramón Bellmás e Susana Vilar seriam um casal e, para além de Elena, a mulher de 65 anos tinha outras três filhas.

O ataque, recorde-se, ocorreu na sexta-feira após um grupo armado abrir fogo contra cidadãos estrangeiros na cidade turística de Bamiyan. Além dos três espanhóis, morreram três cidadãos afegãos, incluindo dois civis e um identificado como sendo talibã.

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão. Sánchez

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão. Sánchez "chocado"

Um cidadão afegão também morreu no ataque. Outros "quatro estrangeiros e três afegãos ficaram feridos", adiantou o Ministério do Interior do país.

Notícias ao Minuto | 20:57 - 17/05/2024

Nas redes sociais, o primeiro-ministro de Espanha afirmou estar "chocado com a notícia do assassinato de turistas espanhóis no Afeganistão".

"Estou a acompanhar de perto a situação. A Unidade de Emergência Consular do Ministério dos Negócios Estrangeiros está a trabalhar para prestar toda a assistência necessária", acrescentou, transmitindo "todo o afeto às famílias e amigos".

O ataque ocorreu no principal destino turístico do Afeganistão, onde se encontram os Budas gigantes de Bamyan, destruídos pelos talibãs em março de 2001, e é o primeiro contra cidadãos estrangeiros desde que os talibãs regressaram ao poder, em agosto de 2021.

Leia Também: Afeganistão. Diplomatas espanhóis viajam para repatriar vítimas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório