Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Sete mortos na RDCongo em ação atribuída aos rebeldes do M23

Sete pessoas morreram no parque Virunga, onde tinham ido fazer carvão, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), numa área dominada pelos rebeldes M23, divulgaram hoje fontes locais.

Sete mortos na RDCongo em ação atribuída aos rebeldes do M23
Notícias ao Minuto

18:19 - 12/04/24 por Lusa

Mundo RDCongo

As vítimas, todos homens, provinham da aldeia de Karambi, no território de Rushuru, cerca de 30 quilómetros a norte de Goma, a capital provincial do Kivu do Norte.

Em declarações à agência de notícias France-Presse (AFP), um habitante local disse que as vítimas, com idades entre os 20 e os 30 anos, foram amarradas e mortas.

Os autores dos assassínios não foram formalmente identificados, mas os habitantes locais acusam o M23, um movimento rebelde que, apoiado por unidades do exército ruandês, se apoderou de vastas áreas da província nos últimos dois anos, nomeadamente no território de Rutshuru.

Os habitantes locais dizem que o M23 (Movimento 23 de março) proíbe os habitantes das zonas que controla de se deslocarem ao parque, alegando que os milicianos, com quem podem ser confundidos, têm aí as suas bases de retaguarda.

Para ajudar no combate aos rebeldes, o exército da RDCongo recorreu a grupos armados conhecidos como "wazalendo" ("patriotas" em swahili).

O Parque Virunga, a reserva natural mais antiga de África, foi criado em 1925 e é conhecido pela sua vida selvagem, em particular os gorilas de montanha.

A região é também o centro dos conflitos que dilaceram a RDCongo desde há 30 anos.

Leia Também: Cadáveres de reféns de milícia ligada a extremistas encontrados na RDCongo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório