Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Filho do presidente da Somália procurado por homicídio na Turquia

O filho do presidente da Somália atropelou um estafeta na Turquia e fugiu do após o primeiro interrogatório das autoridades. Agora é alvo de um mandado de captura internacional.

Filho do presidente da Somália procurado por homicídio na Turquia
Notícias ao Minuto

17:38 - 10/12/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Somália

O filho de Hassan Sheikh Mohamud, presidente da Somália, é alvo de um mandado de captura internacional por ter atropelado mortalmente um estafeta em Istambul, na Turquia.

O caso foi denunciado pelo presidente da Câmara de Istambul, Ekrem Imamoglu, que partilhou um vídeo do momento do acidente na rede social X (antigo Twitter) e revelou que Mohammed Hassan Sheikh Mohamud fugiu do país após um primeiro interrogatório das autoridades.

"O estafeta Yunus Emre Göçer era cidadão da República da Turquia. Foi-lhe tirada a vida devido a um acidente provocado pelo filho do presidente da Somália. Dissemos que seguiríamos o processo judicial, mas o suspeito fugiu da Turquia", denunciou o autarca.

"A dor da família da vítima aumentou ainda mais. A mentalidade que fecha os olhos e permite esta fuga, infelizmente, é demasiado fraca para defender os direitos dos seus próprios cidadãos no seu próprio país", atirou.

De acordo com o jornal turco Cumhuriyet, que cita um relatório da polícia, o acidente aconteceu no passado dia 30 de novembro, quando o filho do presidente da Somália colidiu com a mota. A vítima, pai de dois filhos, foi atirada para a estrada e morreu seis dias depois no hospital.

Já de acordo com a estação Haber TV, o Ministério Público da Turquia emitiu um mandado de detenção contra o condutor, "mas quando a polícia foi a casa do suspeito na sexta-feira, ele estava desaparecido desde 2 de dezembro". Neste sentido, a Procuradoria-Geral de Istambul "emitiu um mandado de captura internacional contra ele em 8 de dezembro de 2023".

Citado pelo Cumhuriyet, o advogado da família da vítima, Iyaz Cimen, afirmou que o primeiro relatório da polícia de trânsito atribuía a culpa do acidente à "imprudência" do estafeta. Só "um segundo relatório de peritos com gravações de vídeo mostrou que o condutor do veículo era 100% culpado".

Mohammed Hassan Sheikh Mohamud é suspeito do crime de homicídio por negligência.

Leia Também: Turquia deplora veto dos EUA no "conselho de proteção de Israel" na ONU

Recomendados para si

;
Campo obrigatório