Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

Gangue armado invadiu hospital e fez centenas de reféns no Haiti

"Estamos em grandes dificuldades", revelou o diretor da unidade hospitalar, sem dar mais detalhes.

Gangue armado invadiu hospital e fez centenas de reféns no Haiti
Notícias ao Minuto

23:09 - 15/11/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Haiti

Um grupo fortemente armado invadiu o Centro Hospitalar Fontaine, na favela de Cite Soleil, na capital Porto Príncipe, no Haiti, esta quarta-feira, e fez reféns centenas de mulheres, crianças e recém-nascidos.

O incidente foi confirmado pelo fundador e diretor do hospital, Jose Ulysse, numa breve  troca de mensagens com a Associated Press (AP) nas redes sociais.

"Estamos em grandes dificuldades", revelou, identificando os responsáveis como membros do gangue Brooklyn.

Este grupo tem cerca de 200 membros e controla certas comunidades locais. Está envolvido em crimes como extorsão, sequestro de mercadorias e violência geral contra civis, de acordo com um relatório recente da Organização das Nações Unidas (ONU).

Ainda assim, não ficou claro quais os motivos para que os pacientes tenham sido feitos reféns pelos assaltantes.

A AP adianta que o hospital é considerado um oásis e uma tábua de salvação numa comunidade dominada por gangues que têm desencadeado ataques cada vez mais violentos entre si, sendo os civis recorrentemente violados, espancados ou assassinados.

Leia Também: Professor de matemática feito temível líder de gangue morto no Haiti

Recomendados para si

;
Campo obrigatório