Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Orbán pede à Suécia respeito antes de ratificar adesão à NATO

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, garantiu hoje que o seu Governo não tem pressa em ratificar a adesão à NATO pela Suécia, país de que exige maior respeito.

Orbán pede à Suécia respeito antes de ratificar adesão à NATO
Notícias ao Minuto

17:14 - 25/09/23 por Lusa

Mundo NATO

"Não há pressa. Nada põe em perigo a segurança da Suécia", assegurou Orbán, numa sessão no Parlamento húngaro.

Orbán referiu-se também a uma série documental produzida na Suécia em 2019 que criticava a perda dos valores democráticos na Hungria, e afirmou que o seu país exige respeito da Suécia como passo prévio para decidir se permite a sua entrada na NATO.

O partido de Orbán, o Fidesz, anunciou na semana passada que não concordou em dar luz verde ao acesso da Suécia à NATO porque este processo "causou consternação" entre os deputados desta organização política.

A Hungria e a Turquia são os únicos dois países da NATO que ainda não ratificaram a adesão da Suécia à Aliança, depois de terem dado luz verde a outro dos países nórdicos, a Finlândia, para entrar na organização.

A Hungria tem adiado, há vários meses, a votação correspondente no Parlamento e a questão da ratificação já esteve por várias vezes na agenda das sessões plenárias.

Leia Também: "Boa notícia". Zelensky anuncia chegada de tanques de guerra Abrams

Recomendados para si

;
Campo obrigatório