Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 27º

Mulher acusada de matar sósia para fingir a própria morte na Alemanha

Suspeita, de 23 anos, queria esconder-se da família.

Mulher acusada de matar sósia para fingir a própria morte na Alemanha
Notícias ao Minuto

12:19 - 31/01/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Alemanha

Uma mulher, de nacionalidade alemã, está a ser acusada de procurar uma sósia nas redes sociais e de matá-la para fingir a sua própria morte.

De acordo com os meios de comunicação social alemães, Sharaban K, uma esteticista de 23 anos, de ascendência iraquiana mas que nasceu em Munique, procurou mulheres que se parecessem com ela para, posteriormente, simular a sua morte e esconder-se da família.

Em agosto de 2022, as autoridades encontraram um corpo coberto de sangue junto a um Mercedes estacionado em Ingolstadt, no sul da Alemanha. Os relatórios iniciais identificaram a vítima como sendo Sharaban K, mas a autópsia acabou por levantar questões sobre a identidade do cadáver e este acabou sendo identificado como Khadidja O, uma blogger de 23 anos que morava em Baden-Wurttemberg.

Surpreendidas com as semelhanças entre Sharaban K e a vítima, as autoridades começaram a investigar o crime e, a 19 de agosto, detiveram a jovem esteticista e uma amiga.

Até agora, os motivos da detenção não eram conhecidos. Contudo, o Ministério Público de Ingolstadt divulgou-os esta semana.

"As investigações levaram-nos a concluir que a acusada queria esconder-se devido a uma disputa familiar e fingir a própria morte para esse efeito", lê-se num comunicado enviado às redações alemãs.

Ainda segundo a mesma nota, uma semana antes do homicídio de Khadidja O, Sharaban K abordou várias mulheres nas redes sociais, todas parecidas com ela. Posteriormente, tentou marcar encontros com elas, usando perfis falsos.

Depois de muitas destas tentativas terem sido infrutíferas, Sharaban K conseguiu marcar um encontro com Khadidja O, com a desculpa de uma parceria com uma marca de cosméticos.

No dia do encontro, Sharaban K e a amiga Sheqir K levaram a blogger para uma área florestal, entre Heilbronn e Ingolstadt, e esfaquearam-na até à morte.

Ao jornal Bild, a porta-voz da polícia, Andreas Aichele, revelou que "a arma do crime não foi encontrada, mas as evidências são esmagadoras". A vítima foi morta com mais de 50 golpes de faca e tinha o rosto completamente desfigurado.

Leia Também: Português detido em Espanha após ameaçar matar ex-mulher

Recomendados para si

;
Campo obrigatório