Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Meteorologista despedido após TV receber fotos pornográficas suas

Erick Adame sofre de uma compulsão em praticar comportamentos sexuais de risco. Anónimo enviou, por várias vezes, imagens do profissional a praticar atos sexuais numa webcam de um site para adultos, para a empresa onde trabalhava e até para a mãe deste.

Meteorologista despedido após TV receber fotos pornográficas suas
Notícias ao Minuto

11:20 - 29/09/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Nudes

As fotos surgiram pela primeira vez num fórum de mensagens na internet, em dezembro de 2021. As imagens foram captadas, discretamente, enquanto Erick Adame, um conhecido meteorologista de Nova Iorque, nos EUA, praticava atos sexuais nu, em frente a uma webcam de um site para adultos.

Logo nessa altura,  conta o The New York Post, o profissional, de 39 anos, foi suspenso. Admitiu à Spectrum NY1, canal de televisão onde apresentava o boletim meteorológico matinal, que tinha uma compulsão em praticar comportamentos sexuais de risco e que já estava a fazer terapia para controlar este problema. A empresa decidiu apenas afastá-lo do ecrã, dando-lhe uma segunda oportunidade.

Contudo, em março, o canal de televisão recebeu um e-mail e um pacote com mais fotos de Erick a ter o mesmo comportamento. E em setembro, novamente. Desta vez, também a mãe do meteorologista recebeu as imagens pornográficas do filho.

Dias depois, Erick foi despedido. Após a demissão, o norte-americano decidiu tornar o caso público através de um post no Instagram e foi abraçado por uma onda de solidariedade.

Na publicação, o meteorologista sublinha que é ele a vítima, não só de uma empresa "moralista" como de um crime de "pornografia de vingança", algo que a maioria dos seus seguidores parece concordar e que, segundo o The New York Times, já afetou mais de 10 milhões de pessoas.

"Aproveito a oportunidade para partilhar a minha verdade, em vez de deixar que os outros controlem a narrativa da minha vida. O meu psiquiatra classifica as minhas ações de 'comportamento compulsivo', outros classificam-nas como irresponsáveis, estúpidas e sem vergonha", começou por escrever Erick, acabando por contar o que se passou e garantindo que sempre o fez a partir de casa e nunca foi pago para tal. "Isto foi 100% consensual para ambas as partes", garantiu.

Além dos internautas anónimos, Erick conta também com o apoio de várias celebridades e políticos, incluindo a atriz e ex-candidata a governadora de Nova Iorque, Cynthia Nixon, a deputada Yuh-Line Niou e o vereador Erik Bottcher.

Esta segunda-feira, Erick Adame entrou com um processo legal em tribunal para conseguir identificar e localizar o responsável pelo envio das fotografias. 

Já o despedimento, de acordo com o The New York Post, não será fácil de levar a tribunal. As estações televisivas norte-americanas, por norma, exigem aos funcionários que aparecem nas suas emissões diárias que assinem contratos com cláusulas morais, que lhes dá o poder de despedir por uma longa lista de comportamentos que prejudiquem a imagem pública da empresa.

Leia Também: Site pornográfico Pornhub será banido em todas as plataformas da Meta

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório