Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Soldados e mercenários russos envolvidos na morte de civis no Mali

O exército maliano e alegados mercenários russos estiveram envolvidos na morte de 33 civis, incluindo 29 mauritanos e 4 malianos, no início de março, no Mali, não muito longe da fronteira com a Mauritânia, segundo um relatório de um grupo de peritos das Nações Unidas.

Soldados e mercenários russos envolvidos na morte de civis no Mali
Notícias ao Minuto

13:38 - 05/08/22 por Lusa

Mundo Rússia

De acordo com o documento consultado pela agência de notícias francesa AFP e divulgado hoje, os corpos desses civis foram encontrados a poucos quilómetros da aldeia de Robinet El Ataye, na região de Ségou, onde "militares brancos", elementos do grupo paramilitar russo Wagner segundo um diplomata em Nova Iorque, e militares do Mali prenderam, amarraram, espancaram e levaram 33 homens, na véspera de 5 de março.

O documento do grupo de peritos da ONU sobre o Mali, apresentado ao Conselho de Segurança no final de julho, levanta, assim, o véu sobre a morte dos 33 civis, num relato macabro que oprime o exército maliano e os "soldados brancos".

Segundo disse um diplomata em Nova York à AFP, "os militares brancos" eram paramilitares do grupo Wagner, mobilizados desde janeiro para apoiar os militares malianos.

Bamako refuta a presença de mercenários, referindo-se à presença de "instrutores", enquanto Moscovo afirma não ter nada a ver com esta empresa presente no Mali de "base comercial".

O desaparecimento dos civis em 5 de março, em Robinet El Ataye, com contornos vagos na época, causou choque no Mali e na Mauritânia.

A Mauritânia acusou o exército maliano de "atos criminosos recorrentes" contra cidadãos mauritanos nesta região fronteiriça. Bamako disse que nada punha em causa o seu exército.

Os dois países abriram uma investigação conjunta, cujos resultados não foram publicados no início de agosto.

Leia Também: Missão da UE contra pirataria e tráfico na Somália comandada por Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório