Meteorologia

  • 04 JULHO 2020
Tempo
33º
MIN 16º MÁX 34º

Edição

Como escrever um e-mail bem sucedido

Acha que escrever grandes textos num e-mail tornam o seu conteúdo mais explicito e aumenta a possibilidade de obter uma resposta? Desengane-se e atualize-se. Um e-mail, para se tornar atrativo, deve ser curto e direto. Quem o diz são os responsáveis de grandes empresas como a Amazon, refere o Huffigton Post.

Como escrever um e-mail bem sucedido

Nunca escreva um e-mail demasiado longo. Este é o conselho do CEO da Amazon, Jeff Bezos, que responde sempre aos e-mails que recebe, mas, em vez de grandes conversas, prefere ser direto e curto, conta o Huffigton Post.

Outro dos seus procedimentos habituais é reencaminhar e-mails para os seus respetivos departamentos apenas com um ponto de interrogação.

“Quando os funcionários da Amazon recebem um e-mail de Bezos apenas com um ponto de interrogação, reagem como se fosse uma bomba relógio," escreve Brad Stones, autor de uma biografia sobre Bezos.

“Por razões várias, um e-mail curto está associado a pessoas de cargos superiores. Além disso, e-mails curtos respeitam muito mais o tempo das pessoas”, afirma o co-autor do livro intitulado 'Por que as pessoas escrevem e-mails tão maus e como podem melhorá-los'.

A forma como acedemos aos e-mails alterou-se nos últimos anos, pelo que a forma como os escrevemos também deve ser alterada, defendem.

“Começámos por aceder ao e-mail através dos computadores e atualmente fazemo-lo, sobretudo, através de tablets ou telemóveis. Um e-mail que seja demasiado longo torna-se complicado de ler num destes aparelhos uma vez que nos obriga a muitos scrolls”.

Mike Davidson, fundador do movimento ‘Cinco frases’, defende que os e-mails devem ter no máximo cinco frases, para se tornarem atrativos, pois, defende, “quando os e-mails são demasiado longos há tendência para que o recetor nem sequer o leia ou então demore muito mais tempo a responder”.

Assim, deixam três conselhos. As pessoas que recebem e-mails não precisam de tanto de background como se julga.É preferível enviar um e-mail com uma pergunta simples e, caso necessite, o recetor fará as perguntas que considere necessárias posteriormente. Em segundo lugar, escrever no assunto algo que possa identificar facilmente sobre o que trata e-mail e não algo vago. Por fim, o facto de o e-mail ser curto não significa que tenha que ser rude. Não interessa o tamanho daquilo que escrevemos, existe sempre uma forma de escrever algo simpático ou de conceder uma entoação amigável ao que se diz.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório