Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

AO MINUTO: Lisboa acelera vacinação; Mais de 55? Não precisa de marcar

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Lisboa acelera vacinação; Mais de 55? Não precisa de marcar

O Conselho de Ministros reúne-se mais uma vez, esta quinta-feira, para avaliar a evolução da pandemia nos concelhos do país, num momento em que a situação epidemiológica tem-se agravado, em particular, em Lisboa. 

Considerando que ontem Portugal reportou 1.350 novos casos, o número mais elevado desde fevereiro, e que destes 928 foram identificados em Lisboa e Vale do Tejo, o primeiro-ministro garantiu que a região da capital "terá o mesmo tratamento" que os outros concelhos e que serão tomadas as medidas necessárias em função da análise que será realizada pelo Executivo. Apesar de correr o risco de recuar, a confirmar-se, tal só acontecerá na próxima semana.

O agravamento da pandemia em Lisboa poderá estar relacionado com nova variante indiana, também conhecida como Delta, o que já levou especialistas a alertarem que o país pode estar a enfrentar uma quarta vaga.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h56 - Termina aqui o registo da manhã desta quinta-feira. Continue a acompanhar os principais desenvolvimentos da pandemia em Portugal e no resto do mundo AQUI.

15h44 - Situação pandémica no Nepal melhora. O número de infetados pelo novo coronavírus tem vindo a diminuir significativamente, nos últimos dias, informou esta quinta-feira o ministro da Saúde nepalês, Sher Bahadur Tamang. Ainda assim, em declarações à Associated Press, o governante sublinhou que o país precisa de mais vacinas para conseguir estabilizar a situação epidemiológica. "Estamos a trabalhar muito para conseguir [controlar a pandemia]", acrescentou.  

O Nepal encontra-se em confinamento desde abril, altura em o sistema de saúde do país esteve à beira do colapso, com os hospitais sem camas e falta de equipamento médico, como por exemplo botijas de oxigénio. O país chegou a reportar em maio perto de mil casos e centenas de óbitos associados à Covid-19 por dia. 

15h31 - Mirandela quer conhecer os impactos da pandemia na população. O município de Mirandela quer saber os impactos da pandemia na população e criar respostas adequadas às realidades dos habitantes, com um projeto que irá percorrer este concelho do distrito de Bragança, divulgou hoje a autarquia.

15h12 - OMS alerta para aceleração da pandemia em África e pede mais vacinas. A terceira vaga de infeções pelo novo coronavírus "está a crescer e a acelerar" em África com as variantes, advertiu hoje o escritório da Organização Mundial de Saúde (OMS) no continente, apelando a um aumento da oferta de vacinas.

15h09 - China envia 500 mil doses de vacina para a Guiné Equatorial. Um lote de 500 mil doses de uma vacina chinesa contra a Covid-19 foi enviado na quinta-feira da capital da China, Pequim, com destino à Guiné Equatorial, anunciou o Ministério da Saúde daquele país africano.

15h00 - Maiores de 55 anos já podem ser vacinados sem marcação. As pessoas com mais de 55 anos já podem, a partir desta quinta-feira, ser vacinados contra a Covid-19 sem marcação prévia. A modalidade 'casa aberta', que abrangia os maiores de 60 anos, foi hoje alargada, avança a RTP. 

14h40 - Indonésia. Profissionais de saúde vacinados infetados. Mais de 350 profissionais de saúde indonésios testaram positivo à Covid-19, mesmo depois de terem sido vacinados contra o novo vírus com a vacina Sinovac. Segundo a agência Reuters, que cita fontes oficiais do país, destas três centenas de profissionais, 12 foram hospitalizados.

A notícia está a levantar dúvidas sobre a eficácia das vacinas perante determinadas variantes, designadamente, da Delta, também conhecida como estirpe indiana.

14h26 - AHRESP pede que testes à Covid-19 sejam elegíveis para o Adaptar 2.0. A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) quer que os testes para detetar o SARS-CoV-2 sejam elegíveis para o programa Adaptar 2.0, de acordo com um boletim da associação.

14h19 - Pandemia revelou as "realidades múltiplas e crescentes das desigualdades". O primeiro-ministro disse, esta quinta-feira, que a pandemia expôs, "com uma brutalidade intolerável, as realidades múltiplas e crescentes das desigualdades das sociedades, desigualdades essas que têm largas raízes no mundo do trabalho".

A mensagem de António Costa foi transmitida durante a Cimeira do Mundo do Trabalho, organizada pela Organização Internacional do Trabalho, na qual participam diversos líderes, representantes de governos, organizações de trabalhadores e de empregadores.

14h13 -  Canadá atinge 30 milhões de vacinas administradas. O Ministério da Saúde canadiano informou, no início desta tarde, que já foram administradas 30.363.405 doses de vacinas contra a Covid-19, no país. De acordo com o mais recente balanço, em 24 horas, foram dadas 446.621 doses de vacinas no Canadá, que conta com uma população de cerca de 37,5 milhões de pessoas. 

14h02 - Centros de vacinação lisboetas com horário alargado. A Câmara Municipal de Lisboa (CML) informou, esta quinta-feira, que, a partir de segunda-feira, o horário de funcionamento dos centros municipais de vacinação contra a Covid-19 vão ser alargados por mais uma hora, passando a funcionar durante 10 horas diárias.

A Câmara liderada por Fernando Medina revelou também que será ainda "operacionalizado um processo especial de vacinação para as comunidades migrantes". 

13h50 - Açores somam 23 novos casos de infeção e 30 recuperações. 22 dos contágios são em São Miguel e um na Terceira, indica hoje o comunicado da Autoridade de Saúde açoriana

13h48 - Vavro e membro do 'staff' da Eslováquia com teste positivo. A informação foi anunciada pelo selecionador Stefan Tarkovic, garantindo que o defesa, de 25 anos, "não apresenta sintomas e está isolado"

13h40 - Vacinados e recuperados não devem ser obrigados a teste e quarentena. A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) recomendaram hoje que viajantes europeus vacinados e recuperados não sejam obrigados a testes e quarentenas

13h32 - Pandemia teve "impacto significativo" na deterioração da paz mundial. A conclusão é do Instituto de Economia e Paz (IEP), e consta num relatório publicado hoje, vincando que a Covid-19 teve um "impacto significativo" nos níveis de conflito e violência no mundo, resultando em mais agitação civil e instabilidade política 

13h10 - Pandemia já matou mais de 3,8 milhões de pessoas no mundo. De acordo com o mais recente balanço da agência de notícias francesa AFP foram ainda diagnosticados 176.966.040 casos de infeção  desde o início da pandemia. 

Os países que registaram o maior número de novas mortes nos seus levantamentos mais recentes são o Brasil com 2.997 novas mortes, Índia (2.330) e Argentina (646). Mas são os EUA o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 600.653 mortes em 33.498.511 casos, segundo o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

13h04 - Portugal é o país da UE com mais confiança nas vacinas. A população portuguesa é a que na UE tem mais confiança nas vacinas contra a Covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro hoje publicado pela Comissão Europeia.

13h00 - Festas Sanjoaninas de Angra do Heroísmo retomadas sem animação nas ruas. As festas Sanjoaninas voltam a realizar-se em Angra do Heroísmo, nos Açores, a partir de sexta-feira, após a pausa de 2020 devido à Covid-19, ainda que regressem num formato muito diferente do habitual, devido à pandemia. Este ano, as ruas não estão enfeitadas, não há tascas espalhadas pelo centro histórico da cidade, nem haverá fogueira para saltar na Rua de São João.

12h46 -  "O Afeganistão está num ponto crítico". O Comité Internacional da Cruz Vermelha alertou esta quinta-feira que a pandemia está a situação epidemiológica está a agravar-se a uma velocidade galopante no Afeganistão, com o número de casa a aumentar exponencialmente em todo o território e os hospitais a ficarem sem capacidade ou recursos médicos.

Só na semana passada, refere a Cruz Vermelha citada pelo The Guardian, mais de um terço dos testes realizados no país foram positivos. "O Afeganistão está num ponto crítico na batalha para conter a Covid-19, com as camas todas ocupadas nos hospitais, especialmente na capital de Kabul", garantiu Nilab Mobarez, presidente da Cruz Vermelha afegã, num comunicado divulgado pelo Comité Internacional da entidade. 

De acordo com as autoridades de saúde do país, nas últimas 24 horas, foram reportados 2.313 contágios e 101 mortos associados à Covid-19.

12h34 - Sindicato alerta para acréscimo de trabalho de enfermeiros devido à Covid. O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (SINDEPOR) pediu uma reunião com a Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro por causa das dificuldades e acréscimo de trabalho provocados a estes profissionais pela Covid-19, foi hoje anunciado.

12h20 - Portugal Continental já administrou mais de 6,8 milhões de vacinas. O Serviço Nacional de Saúde (SNS) informou, esta quinta-feira, que, no total, já "foram administradas 6.879.429 vacinas contra a Covid-19" no continente.

Até às 23h59 do dia de ontem, 4.500.125 pessoas tinham recebido a primeira dose da vacina e 2.379.304 já se encontravam totalmente imunizadas em Portugal Continental. 

12h09 - Discotecas reabrem na Áustria no próximo mês. O governo austríaco anunciou, esta quinta-feira,  que as pistas de dança no país poderão reabrir portas em julho, na sequência do alívio de medidas que está a decorrer no país. Paralelamente, medidas como a lotação de pessoas, o uso de máscaras ou o distanciamento física em eventos vão deixar de ser obrigatórias também a partir do próximo mês, o que prevê o regresso de multidões à vida noturna, aponta a AFP.  

Ainda assim, para entrar em discotecas ou outros eventos é necessário apresentar um comprovativo de vacinação contra a Covid-19 - pelo menos da primeira dose - há mais de três semanas. Também é possível apresentar-se o resultado de um teste negativo ou a prova de recuperação da doença, nos últimos seis meses. 

11h47 -  "O que está a acontecer em Lisboa terá repercussão nacional". O pneumologista Carlos Robalo Ribeiro defendeu, esta quinta-feira, que a situação epidemiologia em Lisboa, que se tem vindo a agravar nos últimos tempos, "é preocupante", não só para a capital como para todo o resto do país. 

"É uma situação preocupante. E, naturalmente, sendo em Lisboa é preocupante para o resto do país. Isto porque Lisboa tem a maior densidade populacional e provoca um enorme fluxo de pessoas para dentro e para fora da cidade. O que está a acontecer em Lisboa terá uma repercussão nacional", considerou o especialista, em declarações, esta manhã, na RTP3, acrescentando que esta repercussão ocorrerá "dentro de uma a duas semanas".  

11h31 - Macau alarga vacinação a maiores de 12 anos. Macau vai alargar a partir de sexta-feira a vacinação contra a Covid-19 a maiores de 12 anos, unicamente com a vacina da Pfizer/BioNTech, baseada no RNA mensageiro (mRNA), anunciaram hoje as autoridades de saúde.

11h14 - Tem mais de 40 anos e ainda não foi vacinado? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) recordou esta manhã que os cidadãos, em Portugal, com mais de 40 anos e que ainda não foram vacinados contra a Covid-19 já podem realizar o autoagendamento para a inoculação, "no local e data" que pretenderem. Para fazer a marcação basta ir a este site e preencher o formulário. 

11h05 - Intervalo da 2.ª toma da vacina da Astrazeneca reduzido. O intervalo da toma da segunda dose da vacina da Astrazeneca foi reduzido de 12 para oito semanas para garantir "mais rápida proteção" perante a transmissão de novas "variantes de preocupação" do vírus SARS-CoV-2, segundo a Direção-Geral da Saúde.

10h44 - Indonésia regista maior número de casos diários desde janeiro.  O Ministério da Saúde indonésio informou que, nas últimas 24 horas, o país identificou 12.624 novos casos de Covid-19, o número mais elevado de contágios diários desde 30 de janeiro deste ano. Ainda segundo a tutela, foram reportados mais 277 óbitos devido à doença. No total, a Indonésia soma, desde o início da pandemia, 1.950.276 de casos positivos e 53.753 vítimas mortais associadas ao novo coronavírus. 

10h34 - África com mais 380 mortes e 24.251 infetados. África registou mais 380 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de óbitos desde o início da pandemia para 136.030, e 24.251 novos infetados, de acordo com os dados oficiais mais recentes. Ainda Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de casos no continente é de 5.108.888. 

10h27 - Colocada máscara em estátua gigante para acabar com pandemia. Uma equipa especializada colocou uma máscara de proteção individual contra a Covid-19 numa estátua com mais de 60 metros altura, que se encontra no templo de Houkokuji Aizu Betsuin, na região de Fukushimano, no Japão. Em declarações à imprensa local, o responsável do templo explicou que a colocação da máscara na representação da deusa budista da Misericórdia é uma promessa para que a pandemia da Covid-19 termine no país.

Notícias ao Minuto Colocação de máscara de proteção em estátua de deusa da Misericórdia. © Reuters

10h24 - Teletrabalho e digitalização é "oportunidade" para pequenas cidades. A comissária europeia para a Coesão e Reformas defendeu hoje o teletrabalho e a digitalização da economia como "uma grande oportunidade" para reforçar o papel dos centros urbanos de pequena e média dimensão e das áreas rurais.

10h16 - Japão levanta estado de emergência em grande parte do país no domingo. O Estado de Emergência imposto devido à pandemia do novo coronavírus termina domingo na maior parte do Japão, mas algumas restrições serão mantidas em certas áreas, incluindo Tóquio, anunciou hoje o Governo japonês.

10h07 - África é o maior beneficiário de doações de vacinas pela China. África é a região que mais beneficiou das doações chinesas de vacinas contra a Covid-19, mas permanece em último lugar entre as regiões que utilizam inoculações desenvolvidas por farmacêuticas do país asiático, segundo uma consultora.

10h01 - Seleção nacional com todos os testes negativos. A seleção nacional foi alvo de mais uma ronda de testes à Covid-19 na quarta-feira. Os resultados não revelaram qualquer caso positivo na comitiva das quinas, apurou o Desporto ao Minuto junto de fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol. 

9h50 -  PSP de Lisboa com ações de sensibilização para turistas. O Comando Metropolitano de Lisboa informou esta manhã que, através da Divisão de Segurança a Transportes Públicos, realizou nos dias 8 e 14 de junho, "duas ações de sensibilização dirigidas aos turistas que diariamente visitam a nossa cidade".

9h42 - Estes são os principais sintomas da variante Delta. Há novos sintomas associados à infeção pelo novo coronavírus que se referem à variante Delta - B.1.617.2 -, detetada na Índia. De acordo com os dados de uma aplicação de rastreio de sintomas no Reino Unido, as dores de cabeça, o pingo no nariz e as dores de garganta são os principais sinais da presença desta variante.

9h28 - OMS saúda pais durante pandemia e deixa conselho. A Organização Mundial de Saúde (OMS) lembrou, esta quinta-feira, que todos os pais e mães "merecem ser reconhecidos" nesta pandemia. "Tomar conta de crianças 24 horas, sete dias por semana, durante a pandemia, não é fácil", recorda a organização numa mensagem partilhada nas redes sociais.

A OMS deixou ainda um conselho para todos os pais: "Todos precisamos de uma pausa. Quando a sua criança estiver a dormir faça qualquer coisa divertida ou relaxante para si. Faça uma lista de atividades saudáveis que gosta de fazer". Para mais dicas da OMS sobre parentalidade em tempos de Covid-19 clique aqui

9h12 - Turistas começam a chegar a São Miguel atraídos por "destino seguro". Após um ano e meio de pandemia de Covid-19, em São Miguel a presença de turistas já é bem notória nos principais pontos turísticos, com os viajantes "atraídos" pela "segurança" do destino Açores e devido "aos incentivos promovidos".

9h05 - Hotelaria e alojamento local nos Açores admitem início da retoma. Os representantes da hotelaria e do alojamento local nos Açores afirmam que o setor está "a iniciar" a retoma, mas "longe dos números de 2019" e as unidades que estavam encerradas devido à pandemia já começaram "a reabir".

9h00 - Ucrânia atinge recorde de vacinas administradas num dia. A Ucrânia atingiu ontem o recorde de vacinas dadas contra a Covid-19 num só dia. De acordo com o ministro da Saúde ucraniano, citado pela Reuters, 76.538 pessoas foram inoculadas na quarta-feira. 

A Ucrânia, que conta com uma população de cerca de 41 milhões de pessoas, é um dos países europeus mais afetados pela pandemia, somando desde o surgimento do primeiro caso no país, 2,23 milhões de contágios e 51.902 óbitos associados à Covid-19. 

8h56 - Estudo de Oxford. Tratamento com anticorpos Regeneron pode salvar vidas. Investigadores da Universidade de Oxford descobriram que um 'cocktail' de anticorpos contra a Covid-19 da farmacêutica Regeneron reduz o risco de morte em doentes hospitalizados com a forma grave da doença e que não conseguiram produzir os seus próprios anticorpos contra o SARS-CoV-2.

8h34 - Portugueses poderão pedir os três tipos de Certificado Digital Covid a partir de hoje. Portugal começou ontem a emitir o Certificado Digital Covid da União Europeia para pessoas vacinadas contra o novo vírus. Contudo, de acordo com o Governo, a partir de esta quinta-feira, dia 17 de junho, já é possível, através do Portal do SNS 24, realizar o pedido de obtenção dos três tipos de certificado, designadamente: 

  • O certificado de vacinação, que comprova que a pessoa foi vacinada contra a Covid-19 (poderá ser emitido na sequência da administração de cada dose);
  • O certificado de teste, que comprova que a pessoa tem resultado negativo em teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN) – RT-PCR, RT-PCR em tempo real;
  • E o certificado de recuperação, que comprova que a pessoa teve Covid-19, mas já recuperou da doença
    Para obter o certificado, é explicado no comunicado, deve aceder ao portal do SNS24, seguir as instruções e escolher o tipo de certificado que pretende. 

8h16 - Investigação encontra mais provas de que a Covid-19 estava a circular nos EUA em dezembro. Cientistas encontraram mais provas de que o novo coronavírus já se encontrava a circular nos Estados Unidos desde dezembro de 2019, semanas antes do primeiro caso oficial ter sido reportado. 

De acordo com a CNN, através de amostras de sangue congeladas foi possível concluir cinco estados norte-americanos - Illinois, Wisconsin, Pennsylvania, Mississipi e Massachusetts - já contavam com pessoas infetadas dias ou semanas antes da deteção dos primeiros casos oficiais nas regiões. 

A investigação foi levada a cabo pelo National Institutes of Health's All of Us, que tem feito um continuo esforço para recolher a informação clínica de mais de um milhão de pessoas nos Estados Unidos. Neste último estudo, foram analisadas cerca de 24 mil amostras sanguíneas referentes ao início de 2020, que demonstraram que pelo menos nove pessoas já tinham anticorpos do novo vírus.

8h00 - Esta semana Lisboa deverá ficar na mesma. O Conselho de Ministros volta a reunir-se esta quinta-feira, estando o briefing habitual previsto para cerca das 14h00. O Governo analisará a situação dos concelhos, mas uma vez que a reavaliação é feita quinzenalmente e na semana passada o concelho de Lisboa não avançou no desconfinamento, um eventual recuo da capital, a confirmar-se, terá lugar só na próxima semana.

7h55 - Pandemia afetou expansão do programa 'Aldeia Segura'. A secretária de Estado da Administração Interna admitiu hoje que a pandemia de Covid-19 afetou a expansão dos programas 'Aldeia Segura' e 'Pessoa Segura', mas avançou que as autarquias vão começar a ser contactadas esta semana para aderirem aos projetos.

7h42 - Quase 50% dos portugueses vão fazer férias em Portugal. Quase 50% dos portugueses escolheram Portugal para passar as férias deste ano, seguindo-se Espanha nas preferências dos turistas nacionais, de acordo com os resultados do 20.º Barómetro Anual de Férias de Verão da Europ Assistance.

7h35 - Vacina CureVac apenas 47% eficaz com base em análise preliminar. O laboratório alemão CureVac anunciou na quarta-feira que a sua principal vacina desenvolvida contra a Covid-19 revelou apenas 47% de eficácia, segundo a análise preliminar de um ensaio clínico, não cumprindo os critérios de aprovação.

7h23 - Alemanha regista mais 105 mortes e 1.330 novos casos. Alemanha reportou, nas últimas 24 horas, mais 1.330 casos de Covid-19 e 105 vítimas mortais associadas à doença, informou, esta quinta-feira, o Instituto Robert Koch. O país passa a somar, desde o início da pandemia, 3.718 955 infetados e 90.179 vítimas mortais devido ao novo coronavírus. 

7h16 - "Pandemia aumentou sensibilidade para problemas sociais". O presidente da Conferência Episcopal, José Ornelas Carvalho, considera que a pandemia de Covid-19 aumentou a sensibilidade para os problemas sociais já existentes, como os relacionados com os imigrantes, que ganharam uma nova importância.

7h11 - EUA registam 361 mortos e 11.213 casos. Os Estados Unidos registaram 361 mortos por Covid-19 e 11.213 casos nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. O país contabiliza 33.496.627 infetados e 600.624 óbitos desde o início da pandemia.

7h04 -  Província chinesa de Guangdong deteta quatro casos locais. A província chinesa de Guangdong, que faz fronteira com Macau e Hong Kong, detetou quatro casos locais de Covid-19, nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Comissão de Saúde da China.

7h02 - Brasil eleva taxa de juros a níveis pré-pandemia para conter inflação. O Banco Central brasileiro elevou a taxa básica de juros, para controlar a inflação, em 0,75 pontos percentuais, para 4,25% ao ano, maior nível num ano e meio e terceira subida em 2021.

7h00 - Bom dia! Recorde aqui os principais desenvolvimentos ocorridos ontem sobre a pandemia em Portugal e no Mundo. 

Leia Também: AO MINUTO: Sta Maria aumenta n.º de camas. Casos e óbitos sobem no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório