Meteorologia

  • 03 AGOSTO 2021
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Boris atrasa desconfinamento. Venezuela "fora de controlo"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Boris atrasa desconfinamento. Venezuela "fora de controlo"

Portugal registou, este domingo, 707 novos casos e mais duas mortes associadas à Covid-19. Em termos acumulados, o país contabiliza 857.447 casos confirmados e 17.047 vítimas mortais. 

Os Estados Unidos aproximam-se dos 600 mil óbitos, um número que é bastante superior às previsões iniciais da administração Trump, mas que estão em linha com a estimativa mais realista do presidente Joe Biden. Ainda assim o panorama atual é de otimismo face à evolução da campanha de vacinação. 

Nos Estados Unidos, 52% da população foi inoculada com pelo menos uma das doses das vacinas, e 42,8% já concluíram o processo de vacinação

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de de segunda-feira. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h32 - Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos. A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu hoje que os testes de diagnóstico à Covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais e, como contrapartida à obrigatoriedade, pedem um aumento da lotação das salas.

23h20 - Desconfinamento em Inglaterra deverá ser adiado um mês. Os ministros britânicos terão decidido atrasar o levantamento das restrições impostas para conter a pandemia, em Inglaterra, por mais quatro semanas, garantiu fonte do governo à Sky News.

23h00 - Brasil notifica mais 1.129 óbitos e 78.700 contágios no último dia. De acordo com o reportado pelas secretarias regionais de Saúde (CONASS), o país, com 212 milhões de habitantes, acumula 17.412.766 contágios confirmados desde o registo do seu primeiro caso, em São Paulo, em fevereiro do ano passado. Morreram 487.401 pessoas.

22h25 - ONG alerta que pandemia na Venezuela está "fora de controlo". A organização não-governamental Médicos Unidos da Venezuela (MUV) alertou hoje que a pandemia está descontrolada no país, alegando que "não há controlo" da vacinação, do número de mortes e da situação dos hospitais.

20h32 - Agência Europeia do Medicamento reafirma que os benefícios da vacina da AstraZeneca são superiores aos riscos.

20h10 - Angola anunciou hoje mais 105 novos casos de Covid-19 e seis óbitos devido à doença, bem como 75 pacientes recuperados, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública.

19h23 - França registou 2.855 infeções e 13 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e injetou cerca de 200.000 vacinas no mesmo período, informaram as autoridades de saúde. O país ultrapassou assim os 30 milhões de pessoas vacinadas.

19h13 - Guiné-Bissau regista mais um caso de Covid-19. Segundo os dados, no sábado, foram registados mais dois casos para um total acumulado de 3.803 e realizados 213 testes.

18h45 - Covax considera "histórico" acordo do G7 para doação de 870 milhões de vacinas, esperando que sejam disponibilizadas rapidamente. Segundo a Covax, o compromisso firmado na cimeira dos G7 (as sete maiores economias mundiais), que decorreu na Cornualha, sudeste de Inglaterra, prevê que, pelo menos, metade das 870 milhões de doses seja entregue até final deste ano.

18h24 - Moçambique regista mais um óbito e 77 novos casos. Com os novos 77 casos, o número total de infeções que o país já registou sobe para 71.538, 97% dos quais recuperados da doença.

18h20 - A Madeira registou hoje seis novos casos de covid-19, duas recuperações e 37 situações suspeitas, indicou a Direção Regional de Saúde, referindo que o total de infeções ativas no arquipélago é de 70, com dois doentes hospitalizados.

18h15 - Cabo Verde com mais 44 casos, o valor diário mais baixo desde 23 de março. O país registou ainda duas mortes associadas à Covid-19, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

18h08 - Ministro dos Negócios Estrangeiros destaca "semana especial" para Portugal, com a validação oficial do Certificado digital Covid-19 e a aprovação do Plano de Recuperação e Resiliência.

17h15 - Lagoa no Algarve disponibiliza testes gratuitos à população. O município de Lagoa, no distrito de Faro, vai disponibilizar a partir de segunda-feira testes rápidos gratuitos para o despiste à Covid-19 nas farmácias do concelho para a população e funcionários, anunciou a Câmara Municipal.

17h04 - Certificados digitais Covid-19 começam a ser emitidos esta semana
Os primeiros certificados digitais Covid-19 para cidadãos nacionais deverão começar a ser emitidos a meio desta semana pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), disse fonte governamental à Lusa. 

16h25 - Reino Unido tem mais 7.490 casos e quase 56% dos adultos já vacinados. O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, 7.490 novos casos de Covid-19 e oito mortes associadas à doença, de acordo com os dados divulgados este sábado pelo governo britânico.

16h00 - Itália notifica mais 1.390 casos no último dia e supera as 127 mil mortes. Autoridades sanitárias italianas indicam que taxa de positividade do vírus passou de 0,8% para 1%, ou seja, por cada 100 testes realizados, pelo menos um é positivo.

15h25 - Internamentos por Covid-19 registam valor mais elevado desde fim de abril, ao totalizarem 325, indicam dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). O último dia em que se registaram valores semelhante foi em 29 de abril, quando estavam internados 324 doentes.

15h11 - Os líderes do G7 prometeram entregar milhões de doses adicionais de vacinas anti-covid-19 ao longo do próximo ano, mas evitaram apoiar claramente a suspensão de patentes, de acordo com o comunicado final.

"Os compromissos totais do G7 desde o início da pandemia preveem um total de mais de dois mil milhões de doses de vacina", referem, incluindo vários milhões prometidas este fim de semana em Carbis Bay, sudoeste de Inglaterra, onde decorreu o encontro. 

A expectativa era que os países membros, Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, juntamente com a União Europeia (UE), se comprometessem a oferecer mil milhões de doses adicionais. 

Porém, o comunicado clarifica que este valor inclui donativos anunciados desde fevereiro. 

14h34 - Marcelo Rebelo de Sousa declarou hoje que, no que depender do Presidente, não haverá "volta atrás" no processo de desconfinamento, e deu a Feira da Agricultura de Santarém como exemplo do "virar de página".

"Já não voltamos para trás. Não é o problema de saber se pode ser, deve ser, ou não. Não vai haver. Comigo não vai haver. Naquilo que depender do Presidente da República não se volta atrás", afirmou, Marcelo Rebelo de Sousa, que está hoje a visitar a Feira Nacional de Agricultura, em Santarém.

O chefe de Estado defendeu que "o não voltar atrás exige às pessoas viverem à medida disso", que, se querem que não se volte atrás, "têm que ter bom senso no respeito das regras sanitárias", que aos eleitos para governar cabe decidir e aos especialistas "chamar a atenção para o juízo que as pessoas devem ter".

14h11 - Portugal registou hoje mais dois óbitos e 707 novos casos de Covid-19, conforme revela o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste domingo. Há hoje mais 457 casos ativos da doença e mais 248 recuperados em relação a ontem. 

O número de internamentos também está a subir, com 25 doentes admitidos em enfermaria e mais cinco em unidades de cuidados intensivos. 

À semelhança de ontem, é na região de LVT que se concentra a maioria dos novos casos de hoje. 

13h20 - O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, manifestou hoje satisfação por os países do G7 terem seguido a "liderança" da União Europeia e aceite acelerar a produção e distribuição mundial de vacinas anti-covid-19.

"A prioridade era garantir que podemos satisfazer a procura de vacinas e aqui a UE assumiu a liderança. Parceiros juntaram-se agora a nós para acelerar a produção e distribuição de vacinas em todo o mundo", declarou no último dia da cimeira que decorreu em Carbis Bay, no sudoeste de Inglaterra.

13h07 - Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 29 casos de Covid-19, 27 recuperações e oito internamentos em hospital, resultantes de 2.433 análises realizadas nos laboratórios de referência da região, anunciaram hoje as autoridades de saúde.

13h02 - O secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, está convicto que até "final de julho" todas as ilhas dos Açores atingirão a imunização, tendo sido batido o seu recorde diário de vacinação com 3.214 doses administradas.

13h01 - Um alto funcionário da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla inglesa) disse numa entrevista publicada hoje que seria melhor deixar de administrar a vacina anticovid-19 da AstraZeneca a todos os grupos etários quando houver alternativas disponíveis.

Questionado sobre se seria melhor proibir a AstraZeneca, inclusive para os maiores de 60 anos, Marco Cavaleri, responsável pela estratégia de vacinação na EMA, disse: "Sim, e esta é uma opção que muitos países, como a França e a Alemanha, estão a considerar à luz da maior disponibilidade de vacinas por RNA mensageiro".

12h59 - A pandemia provocada pelo novo coronavírus já causou, pelo menos, 3.797.342 mortes, desde que a doença foi identificada na China, em dezembro de 2019, segundo um balanço da AFP até às 11h00 de hoje.

12h58 - Mais de 878,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 foram administradas na China a cerca de 650 milhões de pessoas até sábado, informou hoje a Comissão Nacional de Saúde. O país asiático já administrou, pelo menos, uma dose a 46% da população.

12h56 - A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou hoje, à margem da cimeira do G7, que os países ricos e as empresas farmacêuticas devem "pagar" os programas de vacinação contra o coronavírus nos países em desenvolvimento.

11h50 - Aos 76 anos, Fernando Sequeira é considerado um caso de recuperação surpreendente da Covid-19. Passou quase um mês em coma e a seguir sofreu um enfarte, situações que não lhe tiraram a força de querer voltar à vida que tinha antes da doença.

11h48 - A Rússia registou 14.723 novos casos de infeção de SARS-Cov-2 nas últimas 24 horas, um aumento de perto de 1.200 casos a mais do que no dia anterior, anunciaram as autoridades russas. No total, a Rússia já registou perto de 5,2 milhões de infetados e 126.000 mortes devido à Covid-19, acrescentaram as autoridades.

Só na capital russa, registaram-se 7.704 novos casos de infetados nas últimas 24 horas, o que preocupa as autoridades, uma vez que no início deste mês o aumento de novos casos por dia rondava os 2.900.

11h13 - A África do Sul anunciou hoje que vai retirar dois milhões de vacinas contra a Covid-19 da Johnson & Johnson, devido a "um problema de não conformidade" durante o seu fabrico nos Estados Unidos.

11h11 - A junta militar de Myanmar anunciou a detenção de Htar Htar Lin, diretora do programa de vacinação contra a Covid-19 até ao golpe de estado de 1 de fevereiro, noticia hoje a imprensa oficial.

A médica birmanesa é acusada de abandonar as suas funções para se unir ao Movimento de Desobediência Civil que, com a sua greve por tempo indeterminado, pôs em xeque a junta militar, e de estar ligada ao Governo de Unidade Nacional (GUN), oposição, que o comando militar qualifica de "terrorista".

10h19 - A Covid-19 provocou a primeira baixa entre os convocados de Fernando Santos para o Euro'2020. O lateral João Cancelo testou positivo e vai desfalcar a Seleção Nacional na competição.

Num comunicado, a Federação Portuguesa de Futebol esclareceu que Cancelo "encontra-se bem" e acrescentou que Diogo Dalot foi chamado para ocupar o seu lugar. 

9h45 - O certificado digital vai estar acessível no portal do SNS24, avança o Jornal de Notícias. A informação sobre a vacinação, recuperação ou testes negativos à Covid-19 que vai permitir viajar este verão vai ser emitida pelos serviços do Ministério da Saúde com assinatura encriptada. 

9h17 - Uma frota de 60 drones está a ajudar as autoridades chinesas na cidade chinesa de Guangzhou a sugerir às pessoas que é melhor ficarem em casa e a usarem máscara quando têm de sair, numa altura em que os casos estão a aumentar com a variante delta (indiana) a alastrar-se na província de Guangdong, cuja capital é precisamente Guangzhou.

Este é apenas um dos recursos das autoridades chinesas, que também analisam a temperatura corporal das pessoas, isolaram vários bairros de Guangzhou e restringiram as viagens para fora da cidade e nas restantes cidades da província de Guangdong. Cinemas e outros espaços fechados de entretenimento foram encerrados.

8h19 - O Instituto Robert Koch anunciou este domingo que foram diagnosticados 1.489 novos contágios por coronavírus e morreram mais 18 pessoas devido à Covid-19 na Alemanha. O país totaliza agora 3.714.969 infeções e 89.834 óbitos.  

A incidência acumulada voltou a descer, baixando para os 17,3 casos por cada 100 mil habitantes (ontem era de 18,3). 

8h17 - A província chinesa de Guangdong, que faz fronteira com Macau e Hong Kong, detetou seis casos locais de Covid-19, nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Comissão de Saúde da China.

A China registou ainda 28 casos positivos, entre viajantes oriundos do exterior, na cidade de Xangai (leste) e nas províncias de Guangzhou (sul), Yunnan (sul), Sichuan (sudoeste), Tianjin (nordeste), Zhejiang (leste), Jiangsu (leste), Fujian (sudeste) e Shaanxi (norte).

A Comissão de Saúde da China adiantou que o número total de casos ativos é de 459, entre os quais treze em estado grave. Desde o início da pandemia de covid-19, o país registou 91.428 casos da doença e 4.636 mortos.

8h16 - O México registou 274 mortes da Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de mortes para 230.095, informou o Ministério da Saúde. Além disso, as autoridades comunicaram 3.649 infeções nas últimas 24 horas, elevando o número total de casos confirmados para 2.452.469.

Com estes números, o México é o país com o quarto maior número de mortes, atrás dos Estados Unidos, Brasil e Índia, e o 15º em número de casos confirmados, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

8h14 - Bom dia, damos aqui início a um novo registo de acompanhamento da Covid-19. Clique aqui para recordar o anterior. 

Leia Também: AO MINUTO: Marcelo afasta cenário de retrocesso. Brasil com 2.037 óbitos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório