Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Rússia começou a vacinar animais contra a Covid-19

Em março, o país anunciou ter registado o que diziam ser a primeira vacina específica para animais.

Rússia começou a vacinar animais contra a Covid-19

A Rússia começou a vacinar os animais contra a Covid-19. Segundo as autoridades que, em março, já tinham anunciado que o país tinha registado o que diziam ser a primeira vacina específica para animais, várias regiões já começaram a administrar as doses nas clínicas veterinárias locais.

Segundo a BBC, a UE, Argentina, Coreia do Sul e o Japão já demonstraram interesse na vacina Carnivak-Cov.

Embora os cientistas afirmem que não há evidências de que os animais desempenhem um papel significativo na disseminação da doença para humanos, foram confirmadas infeções em várias espécies por todo o mundo - incluindo em cães, gatos, tigres ou macacos, por exemplo.

O período de imunidade após uma injeção de Carnivak-Cov está estimado em seis meses.

Segundo a agência de notícias russa RIA Novosti, o valor das duas doses da vacina foi reduzido dos 588 rublos (6,53 euros) para os 500 (5,55 euros) e a margem comercial recomendada refere que esta não deverá ser superior a 30%.

Há ainda outra vacina a ser desenvolvida por uma empresa farmacêutica veterinária norte-americana, a Zoetis.

Leia Também: UE ameaça pedir à AstraZeneca dez euros por dia de atraso em cada dose

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório