Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 23º

AO MINUTO: Incidência e Rt sobem; Jovens vacinados mais cedo em Lisboa?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Incidência e Rt sobem; Jovens vacinados mais cedo em Lisboa?

Portugal voltou, este domingo, a registar zero mortes associadas à doença Covid-19, pelo segundo dia consecutivo. Já morreram em Portugal, desde o início da pandemia, 17.017 doentes, dos 845.224 casos positivos confirmados por teste laboratorial.

Ainda que a pandemia esteja numa fase controlada no país, o Governo anunciou ontem que irá reforçar a testagem no ensino e empresas na Região de Lisboa e Vale do Tejo.

Entretanto, a Direção-Geral da Saúde (DGS) fez saber que há cerca de 20 casos de infeção por SARS-CoV-2 associados aos festejos da vitória do Sporting no campeonato de futebol.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos:

15h51 - Encerrámos este registo informativo. Obrigado por ter ficado connosco. Pode continuar a acompanhar as últimas notícias aqui.

15h10 - CDC faz aviso aos EUA: "Não beije ou abrace as aves domésticas". O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos fez um aviso à população: "Não beije ou abrace as aves domésticas". Em causa está um surto de Salmonela que já levou à deteção de 163 casos da doença e 34 hospitalizações em 43 dos 50 estados do país.

14h41 - Governo confirma reforço de testagem na região de Lisboa. O secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, confirmou hoje o reforço da testagem à Covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo, face ao aumento da incidência, considerando essencial o corte das cadeias de transmissão.

14h30 - Índice de transmissibilidade (Rt) e taxa de incidência continuam a subir. O índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-Cov-2 em Portugal subiu hoje para 1,06, enquanto a incidência de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias aumentou para 55,6.

14h03 - Portugal notifica mais um óbito e 241 casos de infeção. As autoridades de Saúde portuguesas indicam que, nas últimas 24 horas, foram notificados mais um óbito e mais 241 casos de infeção. Desde o início da pandemia, morreram em Portugal 17.018 doentes infetados com a doença e foram confirmados 845.465 casos de infeção.

O boletim epidemiológico esta segunda-feira divulgado mostra, também, uma subida na incidência do vírus (55,6 a nível nacional, quando na sexta-feira era de 52,6) e no índice de transmissibilidade (Rt): 1,06 a nível nacional, quando na sexta-feira era de 1,03.

O número de doentes internados em enfermaria continua a aumentar e hoje estão mais 19 doentes do que no domingo, totalizando 239. Quanto aos internamentos em unidades de cuidados intensivos, há menos um doente, em relação à véspera, e estão hoje internados 57.

13h45 - Continua em curso o auto-agendamento da vacinação acima dos 55 anos, recorda o SNS através do Twitter.

13h21 - Governo admite antecipar vacinação dos mais jovens em Lisboa. O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, disse, esta segunda-feira de manhã, que "a vacinação está a decorrer a um ritmo bastante elevado" e admitiu antecipar a vacinação dos mais jovens e Lisboa: "Não sei se faz sentido fazer uma vacinação específica para uma população mais jovem em Lisboa, mas se fizer sentido será uma coisa que consideraremos", apontou.

Já sobre a relação entre o aumento dos casos em Lisboa e os festejos do Sporting, o governante foi taxativo: "Ninguém sabe". "Sabemos que há mais descofinamento e que este é anterior, de alguma forma, àquilo que foram os festejos do campeão nacional", referiu, acrescentando: "Se um aglomerado de pessoas pode gerar casos? É evidente que pode. Esse aglomerado é responsável pelo que está a suceder? Acho que é impossível dizer isso, com toda a honestidade"

Serras Lopes frisou ainda que "é natural que o desconfinamento crie mais contactos e mais casos". "Se for necessário, as regras são relativamente claras, e já vimos variadíssimos conselhos a moverem-se e isso continuará certamente a acontecer", concluiu, referindo-se a Lisboa. 

13h14 - Governo britânico desaconselha viagens não essenciais a Espanha. A secretária de Estado da Economia britânica, Anne-Marie Trevelyan, urgiu hoje os britânicos a não viajarem para Espanha, exceto em caso de emergência, apesar de o Governo espanhol ter eliminados as restrições de entrada de turistas do Reino Unido. 

13h05 - Pandemia já matou mais de 3,46 milhões de pessoas no mundo. A pandemia de Covid-19 matou, até hoje, pelo menos 3.465.398 pessoas no mundo, desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias AFP a partir de fontes oficiais.

12h49 - Malásia com pior registo diário de óbitos. Malásia reporta mais 6.509 casos de infeção e 61 mortes, o maior número diário desde o início da pandemia no país.

12h35 - Especialista defende: "É importante que se revejam as linhas vermelhas". Virologista Pedro Simas entende que as linhas vermelhas "são muito conservadoras", numa altura em que os grupos de risco já estão imunizados contra a Covid-19.

12h20 - OMS condena "pequeno grupo" de países que açambarca vacinas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) condenou hoje que "um pequeno grupo de países" açambarque vacinas contra a Covid-19, defendendo ao mesmo tempo que se consiga vacinar 10 por cento da população de cada país até setembro. "Mais de 75% de todas as vacinas foram administradas em 10 países", afirmou o diretor geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, na abertura da Assembleia Mundial da Saúde, a reunião magna de todos os países membros da agência das Nações Unidas para a saúde.

12h08 - China nega que investigadores de Wuhan tenham adoecido em 2019. A China negou hoje que três investigadores do Instituto de Virologia de Wuhan, a cidade onde foram detetados os primeiros casos de Covid-19, tenham adoecido, em novembro de 2019, com sintomas semelhantes aos provocados pelo novo coronavírus. "Não houve nenhum caso de Covid-19 naquele instituto no outono de 2019. A notícia é completamente falsa", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Zhao Lijian, em conferência de imprensa.

12h05 - França equaciona aplicar certificado para viagens já em junho. O Governo francês equaciona a entrada em vigor no país em junho do certificado digital da Covid-19, que a União Europeia pretende lançar a partir de 1 de julho, em coordenação mais estreita com países próximos, incluindo Portugal.

11h42 - Açores com 12 novos casos positivos de Covid-19. Os Açores diagnosticaram 12 casos de Covid-19 em São Miguel, nas últimas 24 horas, anunciou esta segunda-feira a Secretaria Regional da Saúde.

11h08 - "Morreram, pelo menos, 115 mil profissionais de saúde". O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou esta segunda-feira, na abertura da reunião anual da agência com os estados-membros, que é estimada a morte de, pelo menos, 115 mil profissionais de Saúde em todo o mundo, vítimas do novo coronavírus. "Muitos ficaram infetados e, embora os dados sejam escassos, estimamos que, pelo menos, 115 mil profissionais de cuidados de saúde tenham pagado o mais elevado preço ao serviço dos outros", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus.

10h50 - O mundo "está em guerra" contra Covid-19, diz ONU. António Guterres disse esta segunda-feira, na abertura da reunião anual da Organização Mundial de Saúde (OMS) com os estados-membros, que o mundo "está em guerra" contra a Covid-19. A reunião decorre em Genebra, na Suíça.

10h48 - Farmacêutica indiana quer triplicar produção mensal de vacina. A farmacêutica indiana Cadila, sediada em Ahmedabad, quer triplicar a produção mensal da vacina ZyCoV-D contra a Covid-19 para 30 milhões de doses no espaço de quatro a cinco meses. De acordo com o diretor-geral, Sharvil Patel, são atualmente produzidas 10 milhões de doses por mês.

"Acreditamos que poderemos submeter [a vacina a autorização emergencial] em maio", acrescentou, em entrevista à Reuters. Sublinhe-se que a vacina está na última fase dos ensaios clínicos depois de ter sido considerada segura. Esta desenhada para administração de três doses, mas também estão a ser feitos testes em aplicação de duas doses.

10h41 - Agências de viagem apelam aos portugueses para voltarem a viajar. "Está na hora de voltar a viajar, de marcar as suas férias de sonho, conhecer lugares únicos e ter novas experiências", avisa a APAVT. "Está na hora de voltar a viajar, de marcar as suas férias de sonho, conhecer lugares únicos e ter novas experiências", avisa a APAVT num comunicado sobre o seu mais recente vídeo promocional, lembrando ainda que as agências de viagens suas associadas são "as únicas que oferecem ao consumidor a segurança do Provedor do Cliente, recomendado pela Associação de Defesa do Consumidor Deco".

10h39 - Gémeos de 24 anos morrem com Covid e tornam-se símbolo da crise indiana. Os gémeos idênticos Joefred e Ralfred Gregory morreram com Covid-19 nos dias 13 e 14 de maio, respetivamente, depois vários dias de hospitalização, no norte da Índia. Definidos como "inseparáveis" por amigos e familiares, morreram com a mesma doença, com apenas 24 anos de idade, e a sua história tornou-se num símbolo da crise sanitária no país.

Notícias ao Minuto Joefred e Ralfred Gregory eram engenheiros informáticos e tinham apenas 24 anos de idade© Gregory Raymond Raphael  

10h38 - Timor-Leste regista mais 179 infeções. Timor-Leste registou hoje mais 179 infeções com o SARS-CoV-2, dos quais 10% com sintomas da covid-19, segundo o balanço diário divulgado pelo Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

10h19 - África com mais 322 mortes e 7.775 infetados nas últimas 24 horas. África registou mais 322 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, contabilizando 128.463 óbitos desde o início da pandemia, e 7.775 infetados, de acordo com os mais recentes dados oficiais.

9h19 - Investigadores identificam proteína que diminui replicação do coronavírus. Uma equipa de investigadores da Universidade de Hokkaido, no Japão, identificaram uma proteína que diminui a replicação do SARS-CoV-2 em células pulmonares humanas. Uma descoberta importante que pode fortalecer a resposta do sistema imunitário contra o vírus. O estudo foi publicado este mês no Nature Immunology.

9h10 - Braço magnético após vacina? Utilizadores admitem vídeos falsos. Não há qualquer tipo de metal nas vacinas. Ainda assim, cientista explica à BBC que é impossível passar partículas magnéticas grandes o suficiente para agarrar um íman por uma agulha de uma vacina.

8h14 - Estudo diz que 97% dos pacientes têm anticorpos um ano após recuperação. Um estudo da Universidade de Yokohama, no Japão, conclui que 97 por cento das pessoas infetadas pelo SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19, ainda apresentam anticorpos um ano após a recuperação, informou a Kyodo News Agency.

7h36 - Três investigadores do Instituto de Virologia de Wuhan adoeceram em novembro de 2019. Levantam-se mais dúvidas sobre a origem do vírus, indicando no domingo o Wall Street Journal que três investigadores do Instituto de Virologia de Wuhan ficaram doentes em novembro de 2019 e tiveram sintomas similares aos da Covid-19 pouco antes do início da pandemia no país

A publicação, que cita fontes dos serviços de informação norte-americanos, escreve que um relatório do Departamento de Estado norte-americano indicava que os funcionários ficaram doentes o suficiente para requerer hospitalização, no outono de 2019.

Este relatório, que foi elaborado nos últimos dias da administração Trump, sublinha, porém, que "os sintomas são consistentes tanto com Covid-19 como com outras doenças sazonais comuns", não tendo sido apurada a doença que os afligiu.

7h34 - Investigadoras do envelhecimento defendem plano de recuperação para lares. A pandemia levou a uma perda de capacidades cognitivas e motoras em pessoas mais vulneráveis, por falta de estimulação, nomeadamente nos lares, e é necessário o Governo implementar um Plano de Recuperação para esta área, defendem duas investigadoras

7h23 - Pandemia provocou desespero entre idosos e agravou saúde mental. O isolamento imposto aos idosos que vivem em lares, por causa da pandemia de Covid-19, agravou a saúde mental, trouxe mais solidão, depressão, tristeza, e alguns casos de desespero, que a vacinação tem vindo a contrariar. 

Em Portugal existem cerca de 3.500 lares, entre lucrativos, setor social e não legalizados, onde vivem aproximadamente 80 mil idosos, uma população "bastante frágil" que foi particularmente afetada pelos efeitos da Covid-19, privada de liberdade e de contactos com a família.

7h22 - Pandemia levou 42% dos consumidores portugueses a 'abandonar' as lojas. A pandemia de Covid-19 levou 42% dos consumidores nacionais a passar a usar canais digitais para consumir, sendo que 32% apontam ainda a conveniência em comparação com os canais físicos, de acordo com um inquérito da consultora McKinsey.

7h21 - Japão abre primeiros centros de vacinação em massa em Tóquio e Osaka. O Japão abriu hoje em Tóquio e Osaka os primeiros centros de vacinação em massa contra a Covid-19, para acelerar a campanha no país, quando faltam dois meses para o arranque dos Jogos Olímpicos.

7h20 - Algumas atualizações da situação pandémica nas últimas horas:

  • Índia é o terceiro país a ultrapassar 300 mil mortes. A Índia registou 4.454 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, tornando-se no terceiro país a ultrapassar as 300.000 mortes desde o início da pandemia, depois dos Estados Unidos e do Brasil, segundo dados oficiais.
  • Estados Unidos com 218 mortos e 13.293 casos nas últimas 24 horas. Os Estados Unidos registaram 218 mortes provocadas por Covid-19 e 13.293 novos casos nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.
  • México com 50 mortos num dia, valor mais baixo em mais de um ano. O México registou 50 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o valor mais baixo desde abril de 2020, elevando para 221.647 o total de óbitos desde o início da pandemia, disseram as autoridades.
  • Alemanha soma mais 2.682 casos de Covid19 e 43 mortos em 24 horas. Segundo os dados atualizados do Instituto Robert Koch, o país contabiliza um total de 3.651.640 infetados e 87.423 vítimas mortais da doença desde que a pandemia teve início.
  • China com 18 infetados em 24 horas, todos oriundos do exterior. A China detetou 18 pessoas infetadas pelo novo coronavírus, que provoca a Covid-19, nas últimas 24 horas, todas oriundas do estrangeiro, anunciaram hoje as autoridades de saúde do país.

7h20 - Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, esta segunda-feira. Clique aqui para conferir as atualizações de domingo, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: "Horizonte de esperança". Cinco milhões de vacinas dadas cá

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório