Meteorologia

  • 14 MAIO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 23º

Edição

AO MINUTO: Costa e Temido agradecem. Há menos de 2 mil internados

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Costa e Temido agradecem. Há menos de 2 mil internados

No dia em que passa um ano sobre o anúncio dos primeiros dois casos de infeção em Portugal, entra em vigor no país o 12.º período de Estado de Emergência para conter a pandemia, mantendo-se até 16 de março as regras que vigoraram nos últimos 15 dias em território continental.

Segundo os dados mais recentes, emitidos pela Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal registou 691 novos casos de Covid-19 e mais 38 mortes. Em termos globais, o país contabiliza 805.647 contágios e 16.389 óbitos. O número de recuperados ascende a 720 mil. Os casos ativos continuam a diminuir e fixam-se agora em 68 mil.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

16h00 - Terminamos por aqui este registo de acompanhamento da pandemia, mas pode continuar a seguir as atualizações aqui.

15h58 - Cerca de 4.750 enfermeiros estão por vacinar contra a Covid-19, um número apurado num inquérito que foi enviado à 'task force' que coordena a vacinação, anunciou hoje a ordem que representa esta classe profissional. A 15 de fevereiro, a ordem anunciou que estes estudantes seriam considerados prioritários na vacinação contra a covid-19, por estarem expostos aos mesmos riscos dos restantes profissionais de saúde, uma decisão que resultou da reunião com o coordenador da `task force´, Henrique Gouveia e Melo.

15h46 - No mundo do desporto, omédio Edgar Costa, capitão do Marítimo, está a cumprir isolamento profilático, após um elemento do seio familiar ter acusado positivo num teste ao novo coronavírus, confirmou hoje à Lusa fonte do clube da I Liga de futebol. O extremo insular, de 33 anos, encontra-se isolado desde segunda-feira, tendo realizado até hoje três testes de despiste, todos com resultado negativo ao novo coronavírus.

15h34 - O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) reduziram o número de camas em enfermaria Covid-19, refere hoje um relatório da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). O CHUC reduziu 27 camas e o CHL 50, adianta o boletim enviado à agência Lusa.

15h00 - Estirpe brasileira pode eludir anticorpos gerados pela vacina CoronaVac. A variante brasileira do novo coronavírus, originária do estado do Amazonas, pode escapar aos anticorpos gerados pela vacina do laboratório chinês Sinovac, a CoronaVac, segundo um estudo preliminar realizado por duas universidades brasileiras.

14h36 - A 56.ª edição da ModaLisboa, que deveria acontecer este mês, foi adiada para abril, por indicação da Direção-Geral da Saúde (DGS), mas mantém-se "integralmente digital" como inicialmente previsto, anunciou hoje a organização.

14h32 - A representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Angola disse que a chegada hoje das primeiras vacinas de que o país beneficiou representa um forte sinal de solidariedade internacional para ajudar a salvar vidas.

14h27 - A farmacêutica Merck vai ajudar a produzir a vacina contra a covid-19 da empresa rival Johnson & Johnson, avançou hoje um funcionário do Governo dos EUA. A Casa Branca deve fazer o anúncio oficial desta decisão ainda hoje, quando as autoridades sanitárias norte-americanas tentam acelerar a produção de doses desta vacina de dose única, recentemente aprovada pela agência de regulação dos medicamentos nos Estados Unidos (CDC).

14h12 - "Um ano de trabalho de equipa". No dia que assinala um ano da pandemia em Portugal, a Direção-Geral da Saúde dá-lhe a conhecer um pouco do que se passou na casa da saúde pública em Portugal.

14h10 - A Juventude Social-Democrata defendeu hoje que as pessoas em situação de sem-abrigo "não podem ser esquecidas" no âmbito do plano de vacinação contra a covid-19, apelando a que sejam incluídas "nas primeiras fases".

14h07 - Portugal somou, nas últimas 24 horas, mais 691 novos casos e 38 mortes relacionados com a Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde desta terça-feira. Este é o terceiro dia consecutivo abaixo dos mil novos casos.O pais contabiliza assim 805.647 infetados e 16.389 óbitos no total.

14h02 - Angola tornou-se hoje o primeiro país lusófono e o terceiro da África austral a receber vacinas contra a covid-19 através da iniciativa Covax, num lote de 624 mil doses, que começarão a ser administradas esta tarde.

14h00 - Marta Temido afirmou que "não podemos deixar de nos emocionar com aquilo que foi a capacidade dos nossos profissionais de saúde", realçando a evolução do combate à pandemia, nomeadamente, as várias melhorias no SNS 24 e o seguimento da campanha de vacinação.

13h49 - Destacando a "excelência dos nossos profissionais de saúde", a quem agradeceu, com um "muito, muito obrigado", o primeiro-ministro sublinhou que "a disciplina na contenção" é, neste momento, a melhor ajuda que "todos nós podemos dar".

"Não podemos repetir o que aconteceu na primeira vaga, na segunda vaga e neste trágico mês de janeiro. A ideia de que as tragédias não se repetem é falsa" (António Costa)

13h38 - O primeiro-ministro e a ministra da Saúde visitaram o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, no dia em que o país assinala um ano desde a chegada da pandemia ao país. Acompanhe aqui a declaração de António Costa e Marta Temido no final da visita:

13h26 - O Serviço Nacional de Saúde recorreu às redes sociais para dar conta de que cerca de 6,2% da população já recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19. "Até à data foram administradas um total de 885 109 vacinas em Portugal", pode ler-se.

13h16 - A variante britânica do SARS-CoV-2 estava, até há uma semana, presente em 29 países da União Europeia (UE) e Espaço Económico Europeu (EEE), num total de 10.700 casos, sendo agora responsável por mais de metade das infeções totais. A informação é avançada à agência Lusa pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC, na sigla inglesa), que indica que, até 22 de fevereiro, "foram identificados cerca de 10.700 casos em 29 países da UE/EEE" da mutação inicialmente detetada no Reino Unido em novembro passado.

13h00 - O primeiro-ministro, António Costa, defendeu hoje que as cidades europeias serão "cruciais" para a recuperação global da crise provocada pela pandemia de Covid-19, que "depende do seu sucesso local". Numa publicação na rede social Twitter, António Costa anunciou ter-se reunido hoje com autarcas de algumas das principais cidades europeias, no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE).

12h58 - Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, 14 novos casos de covid-19, sendo 13 em São Miguel e um na Terceira, resultantes de 1.184 análises e há um doente recuperado, avança hoje a Autoridade de Saúde açoriana. Em São Miguel, a maior e mais populosa ilha dos Açores, foram detetados oito novos casos no concelho da Ribeira Grande, nomeadamente na vila de Rabo de Peixe, que se encontra parcialmente sob cerca sanitária.

12h49 - A pandemia de SARS-CoV-2 fez até ao momento 2.539.505 mortos em todo o mundo, desde que foram reportados os primeiros casos na República Popular da China em dezembro de 2019, de acordo com o balanço feito hoje pela AFP com base em fontes oficiais.Mais de 114.360.550 de infeções com este coronavírus foram diagnosticadas oficialmente desde o início da pandemia.

12h36 - A China nunca teve tantos bilionários, apesar da pandemia que abalou a economia mundial, com o país a superar os Estados Unidos e a Índia no número de super-ricos, segundo um relatório divulgado hoje. O país asiático foi o primeiro a sofrer o impacto do novo coronavírus, no primeiro trimestre de 2020, mas também o primeiro a recuperar e a voltar a atingir o crescimento económico.

12h04 - O comissário europeu para a Justiça, Didier Reynders, garantiu hoje que o certificado digital para a Covid-19 que permitirá viajar dentro da União Europeia não prevê qualquer partilha de dados entre Estados-membros. A Comissão Europeia está a preparar "um instrumento legislativo sobre os dados que constarão num certificado digital numérico" que permita a circulação na União Europeia (UE) de pessoas vacinadas, que tenham desenvolvido anticorpos ou que apresente um teste PCR negativo.

12h00 - França vai alargar a administração da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 às pessoas com mais de 65 anos, após resultados "muito encorajadores" de um estudo realizado na Escócia, anunciou hoje a autoridade sanitária do país. Os maiores de 75 anos serão inoculados com as vacinas da Pfizer e da Moderna.

11h41 - Primavera Sound foi adiado para o próximo ano. A nona edição do festival realiza-se entre 9 e 12 de junho de 2022. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira em comunicado emitido pela organização, promentendo ainda que "até dia 5 de Junho será anunciado o lineup do festival".

"Tomámos esta tão dolorosa decisão devido às incertezas que rodeiam a realização de grandes espetáculos nas datas originais do NOS Primavera Sound - 10 a 12 de junho -, que adicionadas às restrições que existem atualmente, fazem com que não seja possível trabalhar com normalidade na preparação do festival nem assegurar a sua celebração", pode ler-se na nota.

10h58 - Reino Unido procura pessoa que testou positivo à variante brasileira.Continua sem paradeiro um dos doentes de Covid-19, com a variante brasileira, que foi identificado Reino Unido. Segundo explicam os meios britânicos a pessoa em causa realizou um teste caseiro e quando enviou o teste para o laboratório não preencheu todos os campos do formulário de identificação.

10h46 - O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, fez hoje o balanço de um ano de pandemia, no programa ‘Esta Manhã’ da TVI. Para o profissional de Saúde “é improvável que consigamos eliminar completamente o coronavírus”, acrescentando que há muitos fatores do vírus que ainda não conhecemos e que vão influenciar a forma como lidamos com ele.

10h31 - África registou mais 300 mortos devido à Covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 104.012 óbitos, e 8.546 novos infetados pelo novo coronavírus, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente. De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infeções subiu para 3.905.936 e houve mais 8.596 recuperados nos 55 Estados-membros da organização nas últimas 24 horas, para um total de 3.484.646.

10h04 - Mapa da pandemia em Portugal tem cada vez menos cor e isso é bom. Os números da Covid-19 têm vindo a aliviar ao longo das últimas semanas, o que já se reflete na incidência cumulativa a 14 dias ao nível dos concelhos. Os dados mais recentes revelam que há apenas três concelhos em risco extremo e os mapas mostram que a situação está a evoluir favoravelmente.

Notícias ao Minuto© DGS

09h54 - Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do Bloco de Esquerda, lembrou, esta terça-feira, que, após um ano do surgimento dos primeiros casos de Covid-19 no país, ainda há vários problemas centrais por resolver. "Precisamos de Justiça na resposta à crise, apoiar famílias e economia, combater a pobreza e desigualdades", sublinhou o bloquista, numa mensagem divulgada esta manhã no Twitter.

09h48 - O pavilhão desportivo da Escola Secundária Soares Basto começa na quarta-feira a funcionar como Centro de Vacinação de Oliveira de Azeméis contra a Covid-19, revelou hoje a Câmara, estimando aí receber 240 a 400 pessoas por dia. O recinto funcionará de segunda-feira a domingo, entre as 9h00 e as 19h00, sempre que houver 'stock' de vacinas disponível para o efeito.

09h25 - O Twitter anunciou na segunda-feira que pretende intensificar a luta contra a desinformação sobre as vacinas para a Covid-19, incluindo a possibilidade de banir utilizadores, após cinco avisos. Em dezembro, a rede social já tinha pedido aos utilizadores a remoção de alegações falsas, tais como as que sugerem que as vacinas são utilizadas para prejudicar ou controlar as populações, alegados efeitos adversos ou que põem em causa a existência da Covid-19 e da necessidade de se vacinar. Desde então, os moderadores da empresa californiana retiraram mais de 8.400 publicações e notificaram cerca de 11,5 milhões de contas em todo o mundo.

09h17 - Recorde aqui o filme dos acontecimentos principais da pandemia. Surpreendeu o mundo, a começar pelo país onde teve origem, a China, passando pela Europa ou Portugal, que minimizaram a doença no início, mostram as notícias de há um ano.

08h42 - O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, esteve na Renascença para fazer um balanço de um ano de Covid-19 em Portugal, numa altura em que o país entra no 12.º estado de emergência. Questionado sobre um possível alívio das medidas antes da Páscoa, o governante referiu que "estamos com uma evolução positiva", mas que remete para "dados semelhantes à primeira quinzena de novembro, isto é quando esta nova fase de Estado de Emergência foi declarada". "Não devemos criar sinais, porque há uma gestão de expectativas", acrescenta.

Cabrita afastou ainda a ideia de uma falta de tolerância ao confinamento: "Existe um generalizado cumprimento, há alguma fadiga do Estado de Emergência, mas comparativamente com o que se passa nos outros países europeus temos um tom global de adesão significativa dos portugueses".

Sobre a vacinação, Cabrita recordou que "estamos com mais de 800 mil doses atribuídas, temos neste momento mais vacinas dadas do que pessoas infetadas. As prioridades foram muito claras - primeiro profissionais de saúde e depois utentes e trabalhadores em lares. O objetivo para os portugueses é ganhar bons resultados". "Hoje não estamos no ponto zero, estamos no ponto em que nos levou ao Estado de Emergência", rematou.

08h37 - Após um ano, a esperança nas vacinas como a grande arma contra a pandemia. A 2 de março de 2020 a Direção-Geral da Saúde confirmava os dois primeiros casos da doença e, cerca de 300 dias depois, arrancava a campanha de vacinação em Portugal em simultâneo com diversos outros países da União Europeia. As primeiras doses foram administradas a profissionais de saúde na linha da frente do tratamento dos doentes de Covid-19, mas o plano tem sofrido atualizações devido ao menor número de vacinas disponíveis do que o inicialmente contratado pela Comissão Europeia com algumas farmacêuticas.

08h26 - China quer vacinar 40% da população até junho. Especialistas em saúde chineses dizem que a China está atrasada na implementação da vacinação contra o novo coronavírus porque tem a doença amplamente sob controlo, mas que planeia vacinar 40% da população até junho. O país inoculou apenas 3,56% da sua população, de 1,4 mil milhões de pessoas, até à data.

08h04 - Donald e Melania Trump terão sido vacinados contra a Covid-19 secretamente antes de abandonarem a Casa Branca. O ex-presidente e a sua mulher preferiram ser inoculados de forma privada, ao contrário do que fizeram Joe Biden, Kamala Harris e Mike Pence, que foram vacinados em emissões televisivas como forma de encorajar os norte-americanos a fazer o mesmo.

07h37 -A Alemanha contabiliza, nas últimas 24 horas, mais 3.943 infetados e 358 mortes decorrentes da Covid-19, segundo os dados atualizados do Instituto Robert Koch. Em termos acumulados, desde que a pandemia teve início, o país germânico já registou 2.451.011 pessoas infetadas e 70.463 vítimas mortais do novo coronavírus.

07h31 - A criança que aproveitou a Covid-19 para fugir da "tortura de amor". Frágil e tímida, Vaida Raposo, 15 anos, aproveitou as restrições impostas pela Covid-19 para quebrar uma tradição familiar e se desfazer de um casamento prematuro arranjado pelos tios em Mondoguara, uma aldeia pobre do interior de Manica, centro de Moçambique. O homem com quem viveu por quatro meses ficou retido no Zimbabué em dezembro devido ao encerramento da fronteira, tendo a rapariga decidido procurar o auxílio do Comité Comunitário de Proteção da Criança para denunciar a "tortura de amor".

07h27 - O México registou 437 mortes provocadas pelo novo coronavírus e 2.343 infeções nas últimas 24 horas, informaram as autoridades mexicanas. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 186.152 óbitos e 2.089.281 casos confirmados de Covid-19. É o terceiro país do mundo com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus.

07h24 - Hospital de Santo António, no Porto, o hospital onde foi diagnosticado o primeiro doente Covid-19 do país, iniciou a preparação com "dezenas de profissionais sentados lado a lado e sem máscara" num "cenário que hoje parece de outro século". Inicialmente, o Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), onde se inclui o Hospital de Santo António reservou 34 camas para doentes com o novo coronavírus, A decisão, tomada em fevereiro de 2020, quando Portugal não registava qualquer caso Covid-19 chegou a ser encarada com "desconfiança", contou um dos responsáveis do hospital. Leia mais aqui.

07h21 - O Presidente da República elogiou o SNS, os setores social e privado e espera melhor planeamento. Marcelo Rebelo de Sousa considerou que se organizaram de "forma meritória" na resposta à Covid-19, evidenciando a sua complementaridade, e espera melhorias na capacidade de planeamento. Numa nota publicada hoje na página da Presidência, em que assinala a passagem de "um ano sobre o primeiro caso de Covid-19 em Portugal", o chefe de Estado considera ainda que ao longo destes doze meses, "de modo global, o país foi-se ajustando à pandemia, umas vezes mais proativamente outras, infelizmente, mais reativamente".

07h19 - A Índia registou 91 mortes por Covid-19 e 12.286 casos nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde indiano. O país reduziu a progressão da doença nos últimos meses, depois de atingir o valor mais alto de infeções em meados de setembro de 2020, com 97.894 contágios num só dia.Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou mais de 11 milhões de casos de Covid-19 e 157.248 mortes. É o segundo país do mundo com mais infeções e o quarto país com mais óbitos.

07h17 - Com a pandemia tem existido um aumento de casos de dependência de álcool, jogo e Internet, no Hospital Júlio de Matos, mas "a capacidade de resposta dos serviços está limitada, porque o tratamento é muitas vezes em grupo e foi necessário cancelar os grupos pelas questões da pandemia e o internamento também está limitado", explicou a coordenadora da Unidade de Alcoologia e Novas Dependências do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL), Joana Teixeira.

Por outro lado, também doentes que já tinham patologia psiquiátrica e estavam estabilizados estão a chegar ao hospital, em Lisboa, com um agravamento de sintomas de ansiedade, depressão, insónia e alguns são internados com situações mais graves impostas pelo isolamento.

07h15 - Os Estados Unidos registaram 1.336 mortes provocadas pela Covid-19 nas últimas 24 horas, além de 55.546 novos casos, segundo a contagem independente da Universidade norte-americana Johns Hopkins.Desde o início da pandemia, o país acumulou 514.320 óbitos e 28.659.234 casos da doença.São o país com mais mortes devido à Covid-19 e também com mais casos de infeção.

07h13 - O Japão apelou à China para não efetuar testes anais em cidadãos japoneses para detetar a Covid-19, alegando "sofrimento psicológico" causado pelo procedimento. O pedido do Governo nipónico realizado na segunda-feira à noite surge após notícias de que o pessoal diplomático dos Estados Unidos na China se tinha queixado de ter sido sujeito a estes testes intrusivos, algo que Pequim negou. A China, que conseguiu conter a pandemia dentro das suas fronteiras, estimou no mês passado que estes testes, realizados com recurso a um cotonete, introduzido no ânus, aumenta a taxa de deteção de pessoas infetadas, em comparação com as amostras recolhidas na garganta ou no nariz.

07h07 - O Ministério de Saúde da Venezuelaanunciou hoje que autorizou o uso da vacina Sinopharm, fabricada pela China, para imunizar os venezuelanos contra a Covid-19. As autoridades venezuelanas não informaram ainda quando a vacina chinesa estará disponível, nem a data prevista para que as primeiras doses cheguem ao país. A Sinopharm é a segunda vacina aprovada pelas autoridades venezuelanas, que em fevereiro iniciaram a imunização de deputados, militares e profissionais do setor da saúde.

07h03 - Portugal entrou hoje no 12.º período de estado de emergência para conter a pandemia da Covid-19, mantendo, até 16 de março, as mesmas regras que vigoraram nos últimos 15 dias em território continental:

  • Mantêm-se limitadas as deslocações para o estrangeiro a partir do território continental, por qualquer meio de transporte, e é mantido o controlo de pessoas nas fronteiras terrestres;
  • Continua também a vigorar a obrigação de recolhimento domiciliário dos portugueses, assim como a manutenção do ensino à distância para todos os níveis de ensino;

  • limitações ao funcionamento do comércio não-essencial e da restauração, assim como a proibição de circulação entre concelhos ao fim de semana.

07h00 - Bom dia, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: 31 detidos por desobediência; Estirpe de Nova Iorque preocupa

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório