Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 34º

Edição

AO MINUTO: 3% dos portugueses imunizados. Brasil com recorde de óbitos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: 3% dos portugueses imunizados. Brasil com recorde de óbitos

Portugal registou hoje 38 mortes relacionadas com a Covid-19 e 691 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o terceiro dia consecutivo abaixo dos mil casos. O boletim da DGS revela também que estão internados 1.997 doente, o valor mais baixo desde 30 de outubro.

Recorde-se que esta terça-feira, 2 de março, assinala-se um ano desde a identificação do primeiro caso de coronavírus no país. Também se iniciou o 12.º período de Estado de Emergência para conter a pandemia, mantendo-se até 16 de março as regras que vigoraram nos últimos 15 dias em território continental.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de quarta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h58 - Brasil regista novo recorde diário de óbitos, 1.641 nas últimas 24 horas. Autoridades de Saúde brasileiras notificam esta terça-feira quase 60 mil novos casos e 1.641 óbitos, um novo recorde diário naquele que é o país lusófono mais afetado pela pandemia.

23h24 - "Se desconfinarmos hoje podemos ter uma quarta vaga". Professor Henrique Oliveira teceu considerações sobre a pandemia no dia em que se marca um ano do primeiro caso no nosso país. "Estamos muito bem lançados. Os números são muito bons", considerou.

23h16 - "Hoje foi um dia inesquecível. Eu recebi a vacina". Pelé, ícone do futebol mundial, faz registo do momento em que foi vacinado, apelando à imunização e ao uso de máscara por parte dos brasileiros.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Pelé (@pele)

22h10 - Brasil com atraso nos dados, mas secretarias de Saúde apontam para 1.641 óbitos nas últimas 24h.

21h30 - Governo admite inclusão de vacinas não aprovadas na UE nos certificados. A secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, admitiu hoje que as vacinas não certificadas pela Autoridade Europeia do Medicamento a circular na Europa possam vir a figurar no certificado digital de vacinação.

21h28 - Portugal defende abordagem "imediata" para vacinar refugiados. A secretária de Estados dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, defendeu hoje uma abordagem "imediata" e "com eficácia" para fazer chegar as vacinas contra a Covid-19 às pessoas que vivem em campos de refugiados.

21h26 - Militares trataram mil doentes, fizeram mais de 188 mil inquéritos. As Forças Armadas já trataram "mais de mil doentes" do Serviço Nacional de Saúde desde o início da epidemia de Covid-19 disse à Lusa fonte oficial do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA).

20h36 - Diretor desportivo do Sporting multado. Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou, esta terça-feira, a aplicação de uma multa no valor de 306 euros a Hugo Viana devido ao "uso incorreto de máscara" no Clássico

20h29 - Arquipélago da Madeira com 61 novos contágios, todos de transmissão local, e mais 121 recuperações, revelou hoje a Direção Regional da Saúde (DRS)

20h17 - "Passamos por um momento difícil e ninguém nos garante que não volte a acontecer". A frase pertence à ministra da Saúde, Marta Temido, que em entrevista esta noite na SIC reconheceu que "é preciso calma quando olhamos para o futuro".

20h04 - Franca registou mais 417 mortos nas últimas horas. Governo prevê "semanas complicadas", disse o primeiro-ministro, Jean Castex. A esta informação, o porta-voz do executivo francês, Gabriel Attal, especificou que se aproximam "quatro a seis semanas difíceis", confiando que o efeito das vacinas nas pessoas mais frágeis comece a ser assinalado em abril.

20h01 - "Aprendemos muito sobre o vírus, mas explicaram-nos mal qual era a luta". Médico intensivista Gustavo Carona faz um retrato deste ano de pandemia em Portugal: "A sorte de não ir à frente, levou-nos a ter tempo de deixar o medo funcionar. Somos um povo emotivo, e o sofrimento de Itália salvou-nos".

19h43 - Acaba de ser divulgado o terceiro relatório sobre a vacinação contra a Covid-19 em Portugal., de acordo com dados até 28 de fevereiro. De referir que mais de 265 mil pessoas já têm a vacinação completa (as duas doses) e que, na última semana, a região Norte voltou 'a destronar' a de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), tendo administrado mais 67.454 mil doses (287.871 no total) face às mais 53.103 mil inoculações em LVT (276.186 mil , no total).

No que diz respeito a faixas etárias, são agora os mais de 80 anos os que seguem 'à frente', com 225.171 mil primeiras doses administradas, representando 34% do total. Quanto à vacinação completa (duas doses) é a faixa etária dos 25-49 que 'lidera', com 108.036 mil já vacinados.

18h47 - Situação nas prisões "está controlada" e "não há surtos". A ministra da Justiça afirmou hoje que a situação pandémica nas prisões "está efetivamente controlada" e assegurou que neste momento não há "novos surtos" de Covid-19 no sistema prisional.

18h30 - Ministro russo questiona certificado de vacinação proposto pela UE. O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, questionou hoje a possível criação de um certificado de vacinação proposto pelas autoridades da União Europeia, considerando que contradiz o caráter voluntário da vacinação contra a Covid-19.

18h12 - Espanha corrige os dados e retira mais de 78 mil casos a balanço total. Autoridades de Saúde espanholas retiraram do balanço total mais de 78 mil casos duplicados. No que diz respeito ao balanço diário, foram esta terça-feira notificados mais 4.512 casos e 192 óbitos.

17h58 - 200 médicos fora do SNS começaram hoje a ser vacinados no Algarve. Cerca de 200 médicos que exercem a sua atividade fora do Serviço Nacional de Saúde (SNS) começaram hoje a ser vacinados no Algarve, num processo de deve demorar dois dias.

17h30 - Agência Europeia do Medicamento (EMA) vai anunciar decisão sobre a vacina da Johnson & Johnson a 11 de março.

No domingo, a ministra francesa da Indústria, Agnès Pannier-Runacher, já tinha dado indicação de que o sinal verde da União Europeia deveria ser concedido "no início de Março, já que a Agência Europeia de Medicamentos está a rever todas as informações que a Johnson & Johnson comunicou para poder colocar a vacina no mercado".

17h28 - Comunicação entre Ordem dos Médicos e Marta Temido não tem sido a melhor, diz bastonário. O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) afirmou hoje em Faro que a comunicação entre a OM e a ministra da Saúde não tem sido a melhor, havendo contactos com o secretário de Estado Adjunto e da saúde.

17h22 - Governo mantém hipótese de contratar profissionais de saúde estrangeiros. O Governo decidiu manter a possibilidade de contratar profissionais de saúde estrangeiros para reforçar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) caso a situação da pandemia venha a agravar-se no país, confirmou hoje o Ministério da Saúde.

17h20 - Tomada de posse de Marcelo com menos convidados e membros do Governo. A cerimónia de tomada de posse do Presidente da República está agendada para a próxima terça-feira, pelas 10h00, na Assembleia da República, estando prevista a presença de 50 deputados, seis membros do Governo e um número limitado de convidados.

17h18 - DGS dá a conhecer o que se passou na “grande casa da saúde” este ano. Da epidemiologia e estatística à literacia, foi um ano de trabalho intenso.

17h13 - Itália com mais 17 mil casos, perante receios de recrudescimento. A Proteção Civil italiana notificou esta terça-feira o registo de 17.083 novos casos de infeção por novo coronavírus, uma subida em relação ao dia anterior (13.114). As autoridades notificam ainda mais 343 óbitos referentes às últimas 24 horas, também uma subida em relação à véspera (246).

17h01 - "Em maio vamos estar muito mais seguros. Até lá, temos de ter cuidado". O virologista Pedro Simas, investigador do Instituto de Medicina Molecular, confia na eficácia da vacina. Contudo, admite que o novo coronavírus "não vai desaparecer".

16h45 - Casos e mortes a descer no Reino Unido, mais 343 óbitos desde ontem. No Reino Unido são esta terça-feira notificados mais 6.391 casos de infeção, uma subida em relação à véspera (5.455), e mais 343 óbitos associados à doença Covid-19, o dobro do reportado na véspera (104), tendo, no entanto, em conta que aos fins de semana estes dados tendem a diminuir por subnotificação.

16h21 - Mais de metade dos adolescentes austríacos têm sintomas de depressão. Cerca de 56% dos adolescentes austríacos têm sintomas de depressão e 16% têm pensamentos suicidas diariamente, segundo um estudo dos efeitos da educação à distância em alunos do ensino secundário em tempos de pandemia.

Em comunicado, os autores do estudo, da Universidade do Danúbio, em Krems (Áustria) e da Universidade de Medicina de Viena (MedUni) pedem medidas "urgentes" face aos resultados "alarmantes" das entrevistas a 3.052 jovens alunos de 14 anos.

16h10 - Governo dos EUA não está a fazer face ao aumento da pobreza, sublinha HRW. O governo dos Estados Unidos fez poucos progressos para conter o aumento da pobreza e da desigualdade durante a pandemia de Covid-19, declarou hoje o observatório de direitos humanos Human Rights Watch (HRW).

15h50 - Pelo menos 4.750 enfermeiros ainda por vacinar, afirma a Ordem. Cerca de 4.750 enfermeiros estão por vacinar contra a Covid-19, um número apurado num inquérito que foi enviado à 'task force' que coordena a vacinação, anunciou hoje a ordem que representa esta classe profissional.

15h48 - Portugal não pode esquecer "o que aconteceu no trágico mês de janeiro". O primeiro-ministro fez hoje um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da Covid-19, dizendo que Portugal não pode esquecer o que aconteceu no mês de janeiro, porque as tragédias repetem-se.

15h45 - Estirpe brasileira pode eludir anticorpos gerados pela vacina CoronaVac. A variante brasileira do novo coronavírus, originária do estado do Amazonas, pode escapar aos anticorpos gerados pela vacina do laboratório chinês Sinovac, a CoronaVac, segundo um estudo preliminar realizado por duas universidades brasileiras.

A análise dos dados "sugere que [a estirpe] P.1. pode escapar dos anticorpos neutralizantes induzidos por uma vacina de vírus inativada", como é o caso do CoronaVac, referiu o relatório.

15h02 - Valor mais baixo de internados em enfermaria desde 31 de outubro. O boletim da DGS revela também que estão internados 1.997 doentes (menos 170 do que na segunda-feira), o valor mais baixo desde 31 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1.972 pessoas.

15h01 - Portugal com 38 mortes e 691 casos de infeção nas últimas 24 horas. Portugal registou hoje 38 mortes relacionadas com a Covid-19 e 691 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o terceiro dia consecutivo abaixo dos mil casos de contágio. Há 30 dias consecutivos que o número de recuperados supera o de novas infeções. Desde março de 2020, Portugal já registou 16.389 mortes associadas à covid-19 e 805.647 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Costa e Temido agradecem. Menos de 2 mil internados

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório