Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

AO MINUTO: Ocupação de 70% nas UCI do Norte. Mais 24 mil casos no Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Ocupação de 70% nas UCI do Norte. Mais 24 mil casos no Brasil

A par do que acontece noutros países europeus, Portugal registou ontem o valor diário de casos mais alto desde o início da pandemia, com a notificação de 2.608 novos casos de infeção por novo coronavírussegundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS)Já este sábado, foram reportados 2.153 novos casos de infeção e mais 13 mortes.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.162 mortes e 98.055 casos de infeção, estando ativos 37.974 casos.

Nos últimos dias, discute-se a constitucionalidade da proposta do Governo para tornar obrigatória a instalação e uso da aplicação 'StayAway Covid' em determinados contextos (assim como os vários problemas de utilização).

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de domingo. Mantenha-se em segurança e caso tenha sintomas, contacte as linhas da Saúde 24.

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h18 - O Ministério da Saúde do Brasil divulgou, este sábado, o boletim epidemiológico mais recente, que deu conta de 24.062 novos casos de coronavírus em 24 horas, numa ligeira descida dos 30.914 registados ontem. Morreram ainda mais 461 pessoas.

O Brasil soma nesta altura um número acumulado de 5.224.362 casos positivos e perfaz um total de 153.675 óbitos.

23h04 - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, constatou que o desemprego é a pior consequência da pandemia para o turismo algarvio, mas destacou como positivo a unidade que encontrou entre autarcas para delinear estratégias face à situação.

22h18 - A ocupação das camas dedicadas à Covid-19 nos hospitais do Norte ascendia a meio desta semana a 61% na valência de enfermaria e a 70% no caso dos cuidados intensivos, segundo a Administração Regional de Saúde.

21h53 - Cabo Verde diagnosticou mais 112 infetados por Covid-19, e três mortos, nas últimas 24 horas, elevando a 7.638 casos o acumulado desde 19 de março, divulgou hoje o Ministério da Saúde.

21h48 - Angola reportou nas últimas 24 horas mais 240 casos e sete mortes por Covid-19, somando 241 óbitos, anunciou o secretário de Estado para a Saúde Pública.

20h38 - A ministra dos Negócios Estrangeiros belga, Sophie Wilmès, anunciou, este sábado, ter testado positivo para a Covid-19. "O meu teste à Covid foi positivo. O contágio provavelmente ocorreu dentro do meu círculo familiar, tendo em conta as precauções que tomo fora de casa", explicou no Twitter.

20h28 - O Presidente da República disse hoje, no Algarve, não descartar uma subida do défice, em caso de necessidade de reforço de pessoal na área da saúde para combater a pandemia

"O défice é muito importante, mas se for provado que, efetivamente, é preciso mais uns tantos zero vírgula qualquer por cento pela urgência de reforço do orçamento da saúde e os partidos entenderem que assim deve ser, pois assim deve ser", sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa. 

20h24 - França registou um novo recorde de casos diários de Covid-19, com 32.427 pessoas infetadas nas últimas 24 horas, elevando para 867.197 o número total de contágios, de acordo com os dados divulgados hoje pela agência francesa de saúde. Verificaram-se 90 mortes associadas à doença em 24 horas, o que aumenta para 33.392 o número total de mortes desde o início da pandemia.

20h13 - A autoridade de saúde da Madeira informou que hoje foram reportados três novos casos positivos de Covid-19 na região, todos importados, havendo um total de 97 situações ativas no arquipélago, além de estarem outras 12 situações em avaliação.

20h06 - O número global de casos de contágio pelo coronavírus ultrapassou hoje os 39 milhões, com mais um milhão apenas nos últimos quatro dias, anunciou a Organização Mundial de Saúde (OMS), que registou mais 234.058 nas últimas 24 horas

19h44 - O primeiro-ministro, António Costa, admitiu hoje que "houve má compreensão e seguramente má explicação" sobre a utilização obrigatória da aplicação StayAway Covid, em relação à qual há um "grande desconhecimento", e considerou ser "mais restritivo das liberdades" a obrigatoriedade da máscara.

19h17 - A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) voltou hoje a exigir testes obrigatórios de despistagem da Covid-19 nas escolas às pessoas que contactaram com infetados e reclamou transparência na informação sobre o impacto da pandemia nos estabelecimentos de ensino.

18h16 - O número de pessoas infetadas com Covid-19 relacionadas com um surto em valências da Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, no distrito de Évora, subiu para 37, disse hoje à agência Lusa fonte da instituição.

17h48 - A transferência de 54 utentes do lar Mansão de São José, em Beja, para a Base Aérea Nº 11 (BA11), nos arredores da cidade, começou hoje cerca das 15h45, disse fonte do município. O surto neste lar conta desde hoje com um total de 87 idosas com resultados positivos para o novo coronavírus

17h46 - Itália registou 10.925 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo máximo diário. Com esta atualização, o total acumulado de casos sobe para 402.536. Os dados divulgados hoje indicam que foram registados 47 óbitos no último dia, sendo agora o total de 36.474

17h44 - As autoridades de saúde britânicas reportaram, este sábado, 16.171 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. O total acumulado sobe assim para 705.428. Há ainda registo de mais 150 mortes, um número ligeiramente superior aos 136 óbitos registados ontem. Com esta atualização, o total de óbitos registados num período de 28 dias após as vítimas terem recebido um teste positivo sobe para 43.579.

16h55 - As autoridades da Eslovénia anunciaram hoje que vão deixar de mapear os contactos das pessoas infetadas com o novo coronavírus devido à falta de pessoal suficiente para lidar com a segunda vaga da pandemia

16h44 - O primeiro-ministro da Eslováquia, Igor Matovic, anunciou hoje um plano para a realização de testes rápidos para despistagem à Covid-19 em toda a população do país acima dos 10 anos. "Será uma operação inédita na Eslováquia. Se decidirmos que deve ser um teste obrigatório, devemos mudar a lei", disse o primeiro-ministro em Bratislava, capital do país que conta com 5,5 milhões de habitantes. 

16h42 - O presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, entrou hoje em quarentena após um dos seus guarda-costas ter testado positivo à Covid-19, anunciou um dos seus porta-vozes.

15h01 Índia aprova ensaios clínicos da vacina russa Sputnik V. A farmacêutica indiana Dr. Reddy's Laboratories afirmou hoje que o órgão regulador da Índia aprovou os ensaios clínicos da vacina russa contra a covid-19, Sputnik V.

14h41 - Mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde início de pandemia. A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.105.691 mortos no mundo desde que o novo coronavírus foi descoberto em dezembro, na China. No mesmo período, registaram-se 39.368.710 casos de infeção, dos quais mais de 27 milhões foram dados como curados.

14h40 Eurodeputados do PSD questionam Bruxelas sobre 'app' obrigatória. Os eurodeputados do PSD questionaram hoje a Comissão Europeia sobre a obrigatoriedade do uso da aplicação de telemóvel StayAway Covid, considerando que com esta proposta o Governo português "está a violar duplamente as orientações" de Bruxelas.

14h38Atualização sobre a situação em lares de idosos:

14h30 - Mais de mil internados, com primeiro decréscimo em duas semanas. O número total de doentes internados é hoje de 1.014, menos um internado do que na véspera (e a primeira descida desde 4 de outubro). O número de doentes hospitalizados tem registado uma curva ascendente, especialmente desde final de agosto, tendo passado de um mínimo de 311 internados (a 26 de agosto) para o atuais 1.014. O pico de hospitalizações atingido em Portugal, recorde-se, foi de 1.302, atingido a 16 de abril.

14h27 - Maior acréscimo de recuperados desde 23 de maio. Foram hoje reportados mais 1.853 doentes recuperados (que obtiveram diagnóstico negativo), o maior acréscimo desde 23 de maio (quando foram notificados 9.844 testes negativos, muitos deles em atraso). O número total de doentes recuperados em Portugal é agora de 57.919.

13h42 - Portugal com mais 2.153 contágios, há quatro dias acima dos 2 mil. Portugal regista este sábado 2.162 mortes associadas à Covid-19, mais 13 do que no sexta-feira, e 98.055 infetados, um acréscimo de 2.153 casos, indica o boletim epidemiológico divulgado pela DGS.

13h08 Hungria e Áustria com novos recordes diários de contágios. A Áustria e a Hungria atingiram nas últimas 24 horas novos recordes de contágios da Covid-19, com o número diário de novas infeções a subir para 2.317 e 1.791, respetivamente.

12h38Vaticano confirma caso na residência do papa Francisco. O Vaticano confirmou hoje um caso positivo à Covid-19 na Casa Santa Marta, a residência do papa Francisco, sendo que a pessoa infetada não apresenta sintomas e já foi isolada, informou o porta-voz da Santa Sé.

12h12Irão ultrapassa barreira dos 30.000 mortos. O anúncio foi feito pela porta-voz do Ministério da Saúde, Sima Sadat Lari, que avançou que o número total de mortos do surto é agora de 30.123, com 253 novos mortes adicionados sábado à contagem oficial. Existem agora um total de 526.490 casos confirmados.

12h09Exibidores e distribuidores de cinema trabalham para evitar encerramentos. A crise global na indústria cinematográfica, provocada pela Covid-19, expôs a fragilidade da exibição em Portugal e a dependência da produção norte-americana, obrigando exibidores e distribuidores a repensar diariamente a programação para evitar o encerramento de salas.

11h30 Índia com 837 mortos e 62.212 casos nas últimas 24 horas. De acordo com os últimos dados oficiais, o país diagnosticou mais de 7,4 milhões de infeções desde que a pandemia chegou ao país, que provocaram 112.998 mortes.

11h03 "Fiquem em casa, sempre que possível", apela Angela Merkel. A chanceler alemã fez este sábado um apelo aos alemães para que evitem ou reduzam ao essencial todo o contacto social, um dia depois de uma reunião com os presidentes de câmara das 11 maiores cidades da Alemanha - principais focos de propagação do novo coronavírus no país - onde anunciou a imposição de novas restrições se o número de infeções não estabilizar em 10 dias.

Temos que ir mais longe. Apelo-vos: estejam com menos pessoas, seja em casa ou na rua. Por favor, abstenham-se de fazer viagens que não sejam absolutamente essenciais, de celebrações que não sejam absolutamente essenciais. Fiquem em casa, sempre que possível10h31PSP com 62 casos de contágio confirmados. A PSP tem 62 profissionais infetados com covid-19 e mais 182 em confinamento obrigatório e vigilância ativa, anunciou hoje esta força policial. "Já regressaram ao serviço 267 pessoas após indicação das autoridades de saúde", afirmou a Polícia de Segurança Pública, em comunicado, dando conta da monitorização ao pessoal com funções policiais e não policiais.

10h30Revisão de rácios garante contratação de mais 3 mil funcionários. A revisão do rácio de funcionários nas escolas, publicada em Diário da República na sexta-feira à noite, garante a contratação de cerca de 3.000 assistentes operacionais, segundo o Ministério da Educação.

9h57 - Ministro austríaco em quarentena sem sintomas após teste positivo. O ministro dos Negócios Estrangeiros da Áustria, Alexander Schallenberg, teve um resultado positivo no teste ao vírus da Covid-19 e está em quarentena domiciliária sem sintomas, noticiou hoje a rádio pública austríaca. Fontes ministeriais citadas pela agência noticiosa austríaca APA admitiram que Schallenberg poderá ter sido infetado numa reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia no Luxemburgo, na segunda-feira.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, cancelou a presença nesse encontro por estar a aguardar resultados ao teste ao vírus da covid-19, depois de se saber que o titular da pasta da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, estava infetado.

9h39 Alemanha supera recorde diário de novos casos pelo 3.º dia consecutivo. A atualização dos dados da Alemanha, este sábado, revela mais um recorde de novos casos de infeção (7.830). O número de infeções registadas desde o início da pandemia no país chega a 356.387, tendo sido contabilizados mais 33 óbitos nas 24 horas anteriores (no dia anterior tinham sido 24), o que eleva o total acumulado para 9.767 óbitos

9h20"Pandemia é um teste que a comunidade internacional está a falhar". A pandemia de Covid-19 demonstrou a "fragilidade" do mundo e está a ser "um grande desafio" para todos, mas infelizmente é "um teste" que a comunidade internacional "está a falhar", afirmou à Lusa o secretário-geral da ONU, António Guterres.

A pandemia de Covid-19 constitui um grande desafio mundial - para toda a comunidade internacional, para o multilateralismo e para mim, enquanto secretário-geral das Nações Unidas. Infelizmente, é um teste que, até ao momento, a comunidade internacional está a falhar8h53 - 4 mil casos por dia em novembro? O Expresso noticia hoje que os "peritos estimam 4 mil casos por dia em novembro". "As nossas previsões têm vindo a deslocar-se cada vez mais para cima desde essa altura, como consequência de o número médio de pessoas que cada infetado contagia (Rt) estar a aumentar. Projetamos atingir 3500 novos casos no início de novembro, que poderão aparecer com dias de atraso nas estatísticas oficiais. E estimamos atingir 4 mil por dia na segunda metade de novembro. É muito preocupante”, disse Manuel Carmo Gomes, professor de Epidemiologia na Universidade de Lisboa e um dos peritos que colabora com a Direção-Geral da Saúde (DGS), à mesma publicação.

8h32 - StayAway Covid não é utilizada pelos médicos como seria de esperar. Nos últimos dias, discute-se a constitucionalidade da proposta do Governo para tornar obrigatória a instalação e uso da aplicação 'StayAway Covid' em determinados contextos (assim como os vários problemas de utilização). O Público noticia hoje que após 38 mil casos, foram gerados apenas 730 códigos de infetados, querendo isto dizer que oa "médicos só deram códigos a 1,9% dos infetados".

8h17ONU apela a multimilionários que ajudem a salvar vidas face à fome. O diretor do Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU, David Beasley, fez um apelo aos multimilionários de todo o mundo para ajudarem a salvar vidas face à atual crise "sem precedentes" provocada pela pandemia de Covid-19.

8h00 - Portugal, Espanha, Itália, Alemanha e França registam os piores dias de sempre em termos de novos contágios. Seja pela reabertura das economias ou pela massificação de testes, vários países europeus assistem por estes dias a registos diários de casos recorde desde o início da pandemia do novo coronavírus. Esta sexta-feira foi um desses dias:

  • Portugal. Portugal registou ontem 2.608 novos casos de infeção com o novo coronavirus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia de Covid-19, e 21 mortos, o valor mais elevado desde abril. Foi o terceiro dia consecutivo que Portugal notificou mais de dois mil novos casos, após os 2.072 registados na quarta-feira e os 2.101 na quinta.
  • Espanha. A Espanha registou ontem 15.186 novos casos, elevando para 936.560 o total de infetados no país, naquele que é o pior dia de progressão da pandemia da semana, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol. Por outro lado, as autoridades contabilizaram mais 222 mortes com a doença nas últimas 24 horas, também o maior aumento diário da semana, passando o total de óbitos para 33.775.
  • Itália. A Itália registou 10.010 contágios de Covid-19 na sexta-feira, total nunca alcançado desde o início da pandemia. No total, desde o início da pandemia em Itália, a 21 de fevereiro, as autoridades sanitárias italianas já detetaram 391.611 infetados com o novo coronavírus. Segundo os dados oficiais, Itália registou também mais 55 vítimas mortais (83 no dia anterior), o que eleva o total para 36.427 óbitos.
  • Alemanha. A Alemanha registou 7.334 novas infeções na sexta-feira, o que representa um novo máximo desde o início da pandemia, segundo os dados divulgados ontem pelo Instituto Robert Koch (RKI) de virologia (e o segundo dia consecutivo em que este recorde foi batido). Assim, o número de infeções registadas desde o início da pandemia no país chega a 348.557, tendo sido contabilizados 9.734 óbitos. Na quinta-feira, o RKI tinha informado que a Alemanha havia excedido pela primeira vez as 6.000 novas infeções diárias.
  • França. França registou ontem 25.086 novas infeções por Covid-19, o segundo registo diário mais elevado após os 30.621 casos assinalados na quinta-feira, o que eleva o total de casos confirmados para 834.770. Segundo as autoridades de saúde francesas, registaram-se também nas últimas 24 horas 122 mortes, elevando o total para 33.303 desde o início da pandemia naquele país.

7h52 Uso obrigatório de 'apps' de rastreio contraria OMS e Comissão Europeia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Comissão Europeia defendem em orientações sobre aplicações de rastreio de contactos para a Covid-19 que o seu uso não deve ser obrigatório, como pretende o Governo português. O executivo de António Costa propôs esta semana numa proposta de lei entregue no parlamento tornar obrigatório o uso da aplicação de rastreio de contactos 'StayAway Covid' em contexto laboral, escolar e académico, bem como nas Forças Armadas, forças de segurança e administração pública, uma proposta controversa cuja constitucionalidade foi questionada.

7h35 - Chegou aqui agora? Eis o que aconteceu durante a noite:

  • Argentina com 381 mortos e 16.546 casos nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 965.609 casos confirmados de Covid-19. Com 44 milhões de habitantes, a Argentina é o quinto país com mais infeções a nível mundial, depois dos Estados Unidos, Índia, Brasil e Rússia.
  • Estados Unidos ultrapassam os oito milhões de infetados. Os Estados Unidos registaram 66.420 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, ultrapassando os oito milhões de casos confirmados desde o início da pandemia.
  • México com mais 419 mortos e 6.751 novos casos. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 841.661 casos de Covid-19, que resultaram em 85.704 mortos.
  • China regista 13 novos casos, todos oriundos do exteriorDesde o início da pandemia, a China registou 85.659 infetados e 4.634 mortos devido à Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.
  • Costa Rica reabre fronteiras ao turismo em 1 de novembro. As fronteiras do país estavam fechadas desde março, devido à pandemia do novo coronavirus.
  • Pfizer e Moderna querem autorização para vacina até final de novembro. As empresas norte-americanas Pfizer e Moderna esperam obter autorização para lançarem as suas vacinas contra a Covid-19 até final de novembro nos Estados Unidos, avançou ontem a agência AFP.

7h00 - Bom dia! Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações de sexta-feira clique aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório