Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2020
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Há uma semana fazia pouco da Covid-19 na TV. Agora? "Peço muita desculpa"

Da arrogância à penitência no espaço de uma semana. A (previsível) mudança do 'spring-breaker' Brady Sluder.

Há uma semana fazia pouco da Covid-19 na TV. Agora? "Peço muita desculpa"

Os Estados Unidos começaram a acusar a presença da pandemia ligada à Covid-19 numa altura crítica para os jovens norte-americanos: as férias da Páscoa, ou a 'Spring Break', como é conhecido este período de férias intercalar, que decorre durante algumas semanas entre março e abril, e que normalmente significa deslocação a um local com praia.

Significa isto que, na semana passada, quando as autoridades já lançavam amplos alertas sobre distanciamento social, os estudantes norte-americanos estavam mais preocupados com as suas férias escolares, ora num lugar como a Flórida, ora num lugar como Cancun, no México.

Foi neste contexto que Brady Sluder, de 22 anos, natural de Ohio, foi entrevistado pela CBS News, há uma semana. Estava a festejar com os amigos, na praia, na Flórida, enquanto o estado já aplicava medidas de prevenção.

Sluder disse que não ia deixar os alertas impedir o seu divertimento, assim como o disseram outros 'spring breakers'. "Se eu apanhar o corona [sic], apanho o corona. Seja como for, nada me vai impedir de me divertir", rematava.

Entretanto, naturalmente, mudou de ideias. Na sua conta de Instagram, Brady lamentou as suas declarações, escrevendo que não se apercebeu do impacto do que estava a dizer. "A nossa geração pode sentir-se invencível, como eu quando fiz aqueles comentários, mas temos a responsabilidade de ouvir e seguir as recomendações nas nossas comunidades", admitiu.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por @bradysluder a 22 de Mar, 2020 às 10:34 PDT

Nesta altura, mais de 50 mil norte-americanos estão infetados com o novo coronavírus (covid-19) e 600 morreram. A Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou já que os Estados Unidos podem ser o próximo epicentro do vírus, no mesmo dia em que as autoridades norte-americanas revelaram que Nova Iorque está a ver o número de casos confirmados duplicar a cada três dias.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório