Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
12º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Macau pede aos casinos medidas excecionais face a surto de pneumonia

O Governo de Macau pediu hoje às concessionárias que operam casinos no território que reforcem as medidas de prevenção face ao surto de pneumonia que já infetou quase 300 pessoas e fez seis mortos na China.

Macau pede aos casinos medidas excecionais face a surto de pneumonia
Notícias ao Minuto

12:05 - 21/01/20 por Lusa

Mundo Macau

Em comunicado, a Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ) apelou ao reforço das "medidas de prevenção e controlo de doenças transmissíveis nos casinos", nomeadamente através da medição da temperatura corporal e da desinfeção dos espaços.

O apelo é feito nas vésperas do Ano Novo Lunar, o período de viagens mais movimentado na China, com as autoridades a preverem um "aumento significativo do fluxo de visitantes" em Macau, onde ainda não foi confirmado nenhum caso.

No entanto, há já três casos confirmados na cidade chinesa de Zhuhai, adjacente ao território, e oito em Shenzhen, que faz fronteira com Hong Kong. A província de Guangdong é a segunda com mais casos reportados até ao momento, 14.

Segundo a DICJ, as concessionárias de Macau estão já a efetuar o controlo da temperatura corporal nas 405 entradas para o público e nas 47 entradas reservadas aos seus trabalhadores nos casinos.

No entanto, face ao aumento do número de visitantes, as autoridades apelam para que este controlo seja efetuado de "forma rigorosa" e que as concessionárias se mantenham "atentas sobre o estado de saúde dos frequentadores dos casinos e dos seus trabalhadores".

Para reforçar a resposta ao novo tipo de coronavírus, o Governo de Macau anunciou hoje a criação de um centro de contingência e alargou o controlo da temperatura corporal a todos os turistas da China que chegam a Macau por avião.

O número de vítimas mortais devido a este tipo de pneumonia na China subiu hoje para seis, com a morte de mais dois pacientes, enquanto o número total de infetados ascendeu a 291, revelaram as autoridades.

A Comissão Nacional de Saúde do país asiático revelou que o país registou hoje 77 novos infetados e que dois pacientes morreram, numa altura em que vários países estão a elevar o nível de alerta.

A ansiedade em torno da doença aumentou depois de um especialista do Governo chinês, Zhong Nanshan, ter assumido que o novo tipo de coronavírus, uma espécie de vírus que causa infeções respiratórias em seres humanos e animais, é transmissível entre seres humanos.

Até à data, as autoridades diziam que não havia evidências neste sentido.

O vírus foi inicialmente detetado no mês passado, em Wuhan, cidade do centro da China que é também um importante centro de transporte doméstico e internacional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório