Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Muro de Berlim: PR alemão pede aos EUA "respeito mútuo"

O Presidente alemão apelou hoje em Berlim aos Estados Unidos para que demonstrem "respeito mútuo" e não cedam ao "egoísmo nacional".

Muro de Berlim: PR alemão pede aos EUA "respeito mútuo"
Notícias ao Minuto

20:12 - 09/11/19 por Lusa

Mundo Muro de Berlim

Frank-Walter Steinmeier falava nas cerimónias dos 30 anos da queda do Muro de Berlim, nas Portas de Brandemburgo, onde dezenas de milhares de populares se concentraram em ambiente festivo naquele que foi o símbolo da divisão histórica da Alemanha.

O Muro de Berlim, que começou a ser derrubado na noite de 9 de novembro de 1989, foi erguido em agosto de 1961 pelo regime comunista da Alemanha Oriental (RDA) e passava em frente das Portas de Brandemburgo, hoje símbolo da liberdade.

Na sua intervenção, o Presidente da Alemanha homenageou todos os que contribuíram para a queda do muro: os "revolucionários pacíficos" da RDA, os povos da Europa de Leste e o ex-dirigente soviético Mikhaïl Gorbatchev.

Steinmeier realçou ainda o papel dos Estados Unidos na época, o "braço forte do Ocidente" que contribuiu para fragilizar os alicerces do muro.

"Nós, os alemães, devemos muito a esta América. Uma América parceira do respeito mútuo, da democracia, da liberdade e contra o egoísmo nacional. É o que desejo no futuro", afirmou, numa alusão ao Presidente norte-americano, Donald Trump.

O Presidente da Alemanha lamentou que "novos muros" tenham sido "construídos em todo o país", os da frustração, raiva e ódio que são "obstáculos à coesão".

Leia Também: A queda do Muro de Berlim abanou "paredes de vidro" do PCP sem as partir

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório