Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Escócia e Gales querem eleições se houver adiamento do Brexit

Os chefes dos governos da Escócia e de Gales defenderam hoje eleições antecipadas no Reino Unido no caso de uma extensão do prazo de saída do país da União Europeia (UE).

Escócia e Gales querem eleições se houver adiamento do Brexit
Notícias ao Minuto

13:49 - 23/10/19 por Lusa

Mundo Brexit

"Quero que se realizem eleições gerais. Ficaria muito feliz se fosse antes do Natal, mas as circunstâncias têm de ser as que evitem um Brexit sem acordo", disse a ministra principal da Escócia, Nicola Sturgeon, numa conferência de imprensa conjunta com o homólogo galês, Mark Drakeford.

Sturgeon, do Partido Nacionalista Escocês (SNP), frisou que os partidos da oposição ao governo conservador de Boris Johnson "têm o dever de assegurar que é esse o caso".

O primeiro-ministro britânico pediu no sábado à UE um prolongamento da data de saída de 31 de outubro, mas fê-lo, segundo explicou, contra a sua vontade e por mera obrigação legal.

A oposição britânica receia por isso que Johnson force a saída na data prevista, sem que o parlamento tenha ratificado o acordo de saída.

Mark Drakeford disse apoiar a posição de que se deve devolver "a decisão às pessoas" através de eleições e lamentou que não haja até ao momento "uma posição de total clareza".

"É do interesse do País de Gales e do Reino Unido permanecer na UE", disse o ministro principal de Gales, trabalhista.

No referendo sobre o 'Brexit' de junho de 2016, 62% dos escoceses votaram pela permanência do Reino Unido na UE, enquanto 52,5% dos galeses votaram pela saída.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório