Meteorologia

  • 11 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Idosa morre após auxiliar de saúde a retirar da cama com violência

Idosa de 101 anos de idade ficou com as duas pernas partidas e acabou por sucumbir aos ferimentos.

Idosa morre após auxiliar de saúde a retirar da cama com violência

Uma idosa de 101 anos de idade morreu depois da auxiliar de saúde que a acompanhava lhe ter partido as duas pernas ao tirá-la da cama, num incidente que aconteceu na Cornualha, em Inglaterra.

A alegada agressora, Beryl Allen, que se deslocava à residência de Emily Sims para lhe prestar cuidados de saúde, terá atirado as pernas da doente para fora da cama com violência, agarrando-a pelos tornozelos. A idosa caiu da cama e partiu as duas pernas, diz o Daily Mail.

A investigação ao caso determinou que a morte da idosa, em novembro de 2017, ocorreu em resultado do tratamento violento que recebeu da auxiliar de saúde.

Antes de morrer, Emily Sims disse a familiares que a auxiliar a tinha agarrado pelos tornozelos com violência e que a tinha atirado ao chão. "Ela é muito bruta comigo, atira-me. Não devia ser auxiliar, ela é muito grosseira", queixou-se.

Beryl Allen, a alegada agressora, recusou-se a cooperar com as autoridades, na altura da morte de Emily. O caso está agora a ser julgado num tribunal local.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório