Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Terá o Papa recusado que lhe beijassem o anel ou estaria só com pressa?

A alegada recusa do Papa Francisco deu que falar, mas o vídeo que se tornou viral conta apenas uma parte da estória.

Depois de uma missa numa igreja na cidade de Loreto, em Itália, realizada esta segunda-feira, o Papa Francisco foi cumprimentado por mais de 100 pessoas. Um vídeo desse momento começou a ser difundido pelas estações televisivas e nas redes sociais e tornou-se viral.

As imagens mostravam o Papa a recusar que lhe beijassem o anel. Já se falava que o Sumo Pontífice estaria a tentar pôr termo à tradição ou então estaria a evitar este gesto, considerado por alguns como um ato de submissão ao Papa e à Igreja Católica.

No entanto, como dá conta a BBC, as imagens que circularam não mostram o cenário completo do que se passou após a missa na igreja de Loreto.

Correspondem apenas a parte do vídeo. Antes, cerca de 40 pessoas beijaram ou simularam beijar o anel do pescador, sem que o Sumo Pontífice o recusasse.

Mas depois desses primeiros 10 minutos, o comportamento do Papa mudou. Foi a partir daí que recusou o beijo. O objetivo poderá não ter sido marcar uma posição face a essa tradição mas sim, face à quantidade de pessoas que ainda esperavam na fila e, tendo em conta a velocidade a que a fila avançou a partir daí, é possível que o Papa Francisco tenha decidido acelerar o processo.

Até porque logo depois o Sumo Pontífice passou mais algum tempo com fiéis que o esperavam na entrada da igreja, muitos dos quais em cadeiras de rodas.

O anel do pescador é considerado o símbolo mais poderoso da autoridade de um Papa. Após a morte de cada Sumo Pontífice é destruído de imediato de forma a marcar o fim do seu pontificado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório