Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Brexit: May vai hoje a Estrasburgo para "tentar concluir" compromisso

A primeira-ministra britânica, Theresa May, desloca-se hoje a Estrasburgo para "tentar concluir" um compromisso sobre o Brexit permitindo a aprovação, na terça-feira, pelos deputados britânicos do acordo de separação, afirmou o chefe da diplomacia irlandesa.

Brexit: May vai hoje a Estrasburgo para "tentar concluir" compromisso
Notícias ao Minuto

14:45 - 11/03/19 por Lusa

Mundo Simon Coveney

"As negociações estão a decorrer. Muitos esperavam que houvesse esclarecimentos neste momento, em particular antes da votação de amanhã [terça-feira]. Mas ainda não é o caso", precisou Simon Coveney em declarações aos media.

May manteve ao início da tarde uma conversa telefónica com o presidente da Comissão europeia, Jean-Claude Juncker, confirmada pelas duas partes.

Diversas fontes também admitiram a deslocação de May a Estrasburgo, onde Juncker e o negociador da UE, Michel Barnier, participam nos trabalhos do Parlamento europeu reunido em sessão plenária.

No entanto, a deslocação de May a Estrasburgo ainda não foi confirmada por Downing Street.

"Não há nada na nossa agenda, se ele vier [a Estrasburgo] será para se encontrar com Jean-Claude Juncker", disse à agência noticiosa AFP um responsável do Parlamento europeu.

Um porta-voz da primeira-ministra, Theresa May, assegurou ainda hoje que parlamento britânico vai realizar um voto sobre o 'Brexit' na terça-feira, perante a especulação sobre a sua realização ou sobre o que vai ser votado.

O voto "vai realizar-se amanhã [terça-feira], garantiu o porta-voz hoje, durante o encontro diário com os jornalistas parlamentares, escusando-se, no entanto, a dar pormenores sobre o que vai ser proposto para votação.

Theresa May tinha prometido há duas semanas submeter aos deputados um acordo reformulado para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), na sequência de negociações com Bruxelas a propósito da solução de último recurso para a Irlanda do Norte, designada por 'backstop'.

O Acordo de Saída negociado com Bruxelas precisa de ser aprovado num "voto significativo" na Câmara dos Comuns para ser ratificado, mas foi chumbado em janeiro por uma margem de 230 votos, incluindo 118 de deputados da formação partidária do Governo, o partido Conservador.

Se o Acordo for chumbado pela segunda vez, o executivo deverá fazer uma declaração ainda na terça-feira para dar ao parlamento, numa série de votos, a opção de sair da UE sem um acordo ou de pedir aos líderes europeus um adiamento do 'Brexit' para depois de 29 de março.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório