Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Prisioneiro executado no Texas. Em 2004, matou a tiro dono de loja

Um prisioneiro foi executado esta terça-feira no Texas, condenado por ter matado a tiro um proprietário de uma loja de conveniência, depois de os tribunais terem rejeitado um pedido de clemência dos advogados de defesa.

Prisioneiro executado no Texas. Em 2004, matou a tiro dono de loja
Notícias ao Minuto

06:08 - 18/07/18 por Lusa

Mundo EUA

Christopher Young, de 34 anos, nunca negou ter cometido o crime, mas afirmou que estava alcoolizado e que não pretendia matar Hasmukh Patel, de 53 anos.

Durante a tentativa de assalto à loja, no dia 21 de novembro de 2004, Christopher Young assumiu ter bebido cerca de 12 cervejas e ter consumido cocaína.

Os familiares de Hasmukh Patel foram sempre taxativos ao afirmarem que não desejavam que o condenado fosse executado, visto que os dois se conheciam.

Nas declarações finais antes de ser executado, Young afirmou que amava a família da vítima, tal como eles o amavam também.

"Certifiquem-se que as crianças do mundo saibam que estou a ser executado e que as crianças que eu tenho orientado mantenham essa luta", disse.

Quando a dose letal de pentobarbital começou a surtir efeito, Young começou a gritar.

"Eu sinto o sabor na minha garganta", exclamou, que se tornou assim no oitavo prisioneiro condenado à morte este ano no Texas, mais um que no ano de 2017.

O Texas é o Estado do país onde são aplicadas mais penas de morte.

Os advogados de Christopher Young processaram o Conselho dos Perdões e da Liberdade Condicional do Texas, depois destes terem rejeitado, na semana passada, um pedido de clemência no qual os advogados argumentaram que Young "não era mais o jovem que era quando chegou" à prisão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório