Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Vacina da tríplice viral pode ajudar a diminuir propagação da Covid-19

Cientistas afirmam que a vacina tríplice contra o sarampo, papeira e rubéola (VASPR) pode ajudar a atenuar a propagação do novo coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, enquanto se aguarda que outras vacinas próprias para combater o vírus estejam prontas.

Vacina da tríplice viral pode ajudar a diminuir propagação da Covid-19

Estudos apontam que os níveis reduzidos de Covid-19 nas crianças podem dever-se ao facto de lhes ser administrada em massa a vacina tríplice.

Adicionalmente, as mesmas pesquisas sugerem que os adultos que receberam vacina na infância estão mais protegidos contra o SARS-CoV-2, evitando de todo a infeção, manifestando sintomas ligeiros ou permanecendo assintomáticos.

Como tal, os cientistas esperam que a VASPR possa travar a disseminação do novo coronavírus enquanto se aguarda que esteja pronta uma vacina. 

O professor David Hurley, da Universidade da Georgia, nos Estados Unidos, afirma em declarações à publicação mBio: "a VASPR é considerada segura e tem poucos efeitos secundários". 

"Se tem o benefício final de prevenir a infecção da Covid-19, de prevenir a propagação da Covid-19, de reduzir a sua gravidade, ou a combinação de um dos elementos referidos, então trata-se de uma intervenção de elevada recompensa e com baixo rácio de risco", acrescentou.

"Seria prudente vacinar pessoas de todas as idades". 

A VASPR é comummente administrada a todas as crianças a partir dos nove meses de idade. É denominada de vacina tríplice porque uma única injeção protege contra três doenças separadas, nomeadamente o sarampo, a papeira e rubéola. 

Hurley diz: "A correlação inversa estatisticamente significativa entre os anticorpos do sarampo e a Covid-19 indica que existe uma relação que justifica uma investigação mais aprofundada". 

Já em abril, especialistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, haviam apurado que a VASPR poderia ser utilizada para proteger contra a Covid-19. 

Na altura, os cientistas detetaram que as proteínas chave dos vírus do sarampo, da papeira e da rubéola partilham semelhanças surpreendentes com determinadas proteínas presentes no SARS-CoV-2, o vírus que causa a Covid-19. 

Ainda não se sabe se a semelhança é suficientemente parecida para conduzir a uma resposta imunológica de reação cruzada, porém este é o foco das pesquisas que estão atualmente a ser realizadas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório