Richard Gere revela porque não irá fazer mais filmes de Hollywood

O ator afirmou que a sua posição política relativamente à China tem afetado os projetos profissionais.

© Reuters
Fama Entrevista

Richard Gere revelou recentemente numa entrevista ao The Hollywood Reporter que não irá fazer mais nenhum grande filme de Hollywood. O motivo, segundo o ator, é a posição que defende em relação à China.

PUB

A estrela explicou que este é um pais com cada vez mais influência na indústria cinematográfica, assim como nas bilheteiras. Ora, há já alguns anos que Gere é um ativista que defende os direitos do Tibete, algo que politicamente não agrada aos chineses.

“Existem filmes em que não posso estar porque os chineses vão dizer: ‘não com ele’”, começa por revelar. “Recentemente, houve um episódio em que alguém me disse que não poderia financiar um filme comigo porque isso iria aborrecer os chineses”, adianta.

O último grande filme em que Richard participou foi ‘Nights in Rodanthe’, ainda em 2008. Desde então tem vindo a investir na produção de tramas independentes.

Richard é amigo de Dalai Lama e expôs a sua luta publicamente na edição dos Óscares em 2013, onde referiu que a ocupação da China era uma situação “horrenda”, principalmente no que dizia respeito aos direitos humanos.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser