Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

"Em Portugal ainda há muitas pessoas que maltratam os animais"

A Ópticas Conselheiros da Visão juntou-se à Associação Pata d’Açucar para resgatar cães e treiná-los para ajudarem pessoas que sofrem de diabetes. ‘Previna a cegueira causada pela diabetes… olhe por si’, uma boa causa que vai contar com uma gala solidária que vai realizar-se já no próximo mês de abril. Rita Ribeiro, Isabel Angelino, Carla Matadinho e José Figueiras são alguns dos rostos associados à iniciativa.

"Em Portugal ainda há muitas pessoas que maltratam os animais"

Decorreu esta terça-feira, dia 12 de março, em Lisboa, a apresentação da sexta gala solidária da Ópticas Conselheiros da Visão, que se vai realizar já no próximo dia 27 de abril, no Casino Estoril. Um evento que contará com a estreia do novo espetáculo de Rita Ribeiro, uma revista à portuguesa intitulada ‘O REVIRALHO’, assinalando desta forma os seus 45 anos de carreira. A gala que vai ser apresentada por Isabel Angelino, Carla Matadinho e José Figueiras.

O evento realizado pelo grupo tem como principal beneficiária a Associação Pata d’Açucar e os objetivos desta causa, ‘Previna a cegueira causada pela diabetes… olhe por si’, que são essencialmente focados no resgate de cães abandonados, ensinando-os a detetar a falta de açúcar nas pessoas que sofrem da doença. Os treinos são feitos pela associação referida. Além disso, sensibilizar a população para a prevenção da retinopatia diabética, “umas das maiores causas de cegueira no mundo”, é outro dos propósitos.

O evento de promoção da gala contou com a presença de Rita Ribeiro, embaixadora da causa, Isabel Angelino e Carla Matadinho, que estiveram à conversa com o Fama ao Minuto.

Isabel Angelino: "A mudança de mentalidades ainda tem um caminho bom para andar"

Aceitou o convite e é, juntamente com o namorado (Manuel), uma das imagens do grupo. Isabel Angelino tem uma relação muito próxima com os amigos de quatro patas e não podia estar mais feliz com esta iniciativa. Mal chegou ao evento, foi recebida com uma calorosa saudação de um cão resgatado que está a ser treinado no âmbito deste projeto. “Os animais também percebem quem é que é amigo deles e, para mim, a vida só faz sentido com estes nossos amigos junto de nós”, frisa.

Durante a conversa, a apresentadora alerta para o facto de “infelizmente, em Portugal haver muitas pessoas portadoras de diabetes e também ainda haver muitas pessoas que maltratam os animais”. “A ver se é desta que nós conseguimos também que as pessoas olhem para os nossos amigos de quatro patas de uma forma diferente”, afirma.

Isabel reconhece que estas iniciativas são importantes para ajudar os animais, mas “não fazem tudo”. “Isto é uma mudança de mentalidade e as mentalidades levam muito tempo a mudar. É claro que todas as iniciativas são bem-vindas, quantas mais melhor, mas a mudança de mentalidades ainda tem um caminho bom para andar”, esclarece, sugerindo o que poderia melhorar para facilitar na relação do ser humano com os animais.

“Isto é o chamado círculo vicioso porque, infelizmente, em Portugal também não são reunidas as condições para os animais andarem sempre connosco. Depois também há a parte dos donos darem a educação aos animais para eles saberem comportar-se quando estão em áreas públicas. Isto é tudo a chamada ‘pescadinha de rabo na boca’, portanto, tem que começar por algum lado. É muito complicado... se o ser humano é capaz de ser tão maldoso para com outro igual, até para com a própria família, como é que não há-de ser com um animal que também faz parte da nossa família, porque quando gostamos deles é mais um elemento da nossa família. Por muito que isso possa chocar as pessoas, mas em termos de sentimentos, eles fazem parte da nossa família”, continua, deixando ainda uma mensagem a todos os portugueses no âmbito desta causa:

“Façam rastreios, tenham cuidado com a sua saúde, cuidem mais de si próprios, mas, sobretudo, também cuidem mais dos animais porque eles são uma companhia para a vida e devemos tratá-los bem como eles nos tratam a nós”.

Rita Ribeiro: "É um trabalho louvável poder resgatar cães e treiná-los para eles poderem ajudar quem sofre de diabetes"

A dar a cara por esta iniciativa, Rita Ribeiro recorda que já tem uma ligação de anos com o grupo e refere que esta causa “enche-lhe o coração”. “Adoro realmente ser embaixadora desta causa porque eu adoro cães. É uma das minhas paixões. É um trabalho louvável poder resgatar cães e treiná-los para eles poderem ajudar quem sofre de diabetes”, partilha.

A atriz, que celebra também 45 anos de carreira, não podia estar mais contente por assinalar este marco ao lado de uma causa solidária que lhe diz tanto. Além disso, é uma enorme felicidade a oportunidade que lhe foi dada, poder realizar um espetáculo, uma revista. “Acho que sonhei alto”, confessa. 

“Precisamos de nos agarrar às coisas que são nossas, falar Portugal também com alguma esperança e com confiança. Não vamos criticar, vamos só rir-nos um bocadinho de nós próprios. Acho que isso é muito importante, sabermos rir de nós próprios. E levar algumas mensagens para casa que acho que o teatro serve isso e todos estes ingredientes”, explica, acrescentando que convidou a filha, Maria, para este espetáculo, assim como o restante elenco que estava consigo na peça que estreou no ano passado, ‘BOCAge’.

Sobre o nome do novo trabalho que vai estrear já no próximo mês, a atriz adianta: “‘O REVIRALHO’ quer dizer a mudança e isto está a precisar de um reviralho. Todo o mundo está a precisar, não somos só nós”.

Se pudesse mudar apenas uma coisa no mundo, o que mudava? “A igualdade entre todos. Poderá ser o tópico, mas tudo o que é o tópico deixa de o ser a partir da altura em que se concretiza e eu acredito na minha vida que tudo é possível. Há uma grande discrepância em tudo na vida, nos seres humanos, e se pudesse dava essa consciência a todo o ser humano. Somos todos iguais e não podemos viver uns sem os outros. Todos estamos unidos”, remata.

Carla Matadinho: "É muito importante estar alerta para prevenir a diabetes"

“É muito interessante perceber este trabalho que é desenvolvido por estas pessoas, por estes cães e os Conselheiros da Visão estão aqui a angariar muitos donativos para ajudar esta causa”, começa por dizer Carla Matadinho, que se junta a esta iniciativa no papel de apresentadora da gala que vai realizar-se em abril. 

Sobre a diabetes, a ex-modelo afirma que “já não se fala tanto como se falava antes”, mas alerta que “há muita gente que sofre” desta patologia. “A diabetes continua a ser um problema e às vezes também nas crianças… É muito importante estar alerta para prevenir. Há as questões genéticas, mas há uma parte também de cuidar de nós”, acrescenta. 

Amante de animais, a antiga manequim alerta que o importante é “cuidar deles”. “Temos de ser uns para os outros e os animais também fazem parte de nós”, afirma, recordando que perdeu o seu cão há quatro anos e que ainda hoje sente saudades dele.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório