Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Carla Andrino sobre cancro: "Estava fisicamente debilitada"

A atriz recordou uma das fases mais difíceis da sua vida, quando foi diagnosticada com cancro da mama.

Carla Andrino sobre cancro: "Estava fisicamente debilitada"

Carla Andrino foi uma das convidadas desta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, no programa ‘Júlia’, da SIC. À conversa com Júlia Pinheiro, a atriz recordou uma das fases mais difíceis da sua vida: quando foi diagnosticada com cancro da mama.

Depois de saber da doença, Carla levou a sua vida normalmente, conciliando os tratamentos com o trabalho, inicialmente, sem ninguém dar conta. Apesar de fisicamente não estar bem, a vontade de viver era mais forte e mantinha-a com energia para enfrentar a batalha.

Estava fisicamente debilitada, mas emocional e psicologicamente eu estava fortíssima. Estava ‘saudável’. O Mário tinha acabado de lançar o ‘Albatroz’ [álbum musical], os netos mais velhos tinham acabado de nascer, eu tinha acabado de defender com nota máxima o doutoramento na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa… A vida era linda. De repente [apareceu o cancro]. Mas tive sempre um acompanhamento, desde o princípio. O meu médico dizia: ‘tem de olhar para esta doença como se olha para o mar, com muito respeito mas sem medo’. Isto norteou todo o meu processo onde eu fisicamente fiquei debilitada, mas psicologicamente e emocionalmente estava fortíssima”, disse Carla Andrino.

A luta contra o cancro não fez com que deixasse de estar em palco, ou de dar as consultas de psicologia. Além disso, nessa fase estava ainda a gravar a série ‘Ministério do Tempo’, da RTP, e fez questão de continuar com o projeto.

“Já a Organização Mundial da Saúde diz que a doença não é só a ausência de saúde, é também a presença de momentos prazerosos e de qualidade de vida e bem-estar. E isso eu tinha. Portanto, se a doença é este bolo todo, do psicológico emocional e físico, eu só estava um terço afetada”, acrescentou.

Durante a conversa com a apresentadora da SIC, Carla Andrino confirmou que por vezes, quando estava em cima do palco a atuar, saia para ir vomitar. Aliás, fez uma mastectomia e mesmo isso não a impediu de subir ao palco.

Em todo este processo difícil contou com o apoio de toda a família, principalmente do marido, Mário Rui, o que foi essencial para conseguir enfrentar esta batalha. "A família esteve lá em peso, presente, e às vezes iam muitas vezes sem falar. Não é preciso. Tudo é comunicação", lembrou. 

Ainda durante a entrevista, Carla Andrino frisou: "Também é importante salientar, fosse este tumor noutro órgão e estivesse noutro estadio, poderíamos já não estar aqui as duas a conversar. Esta evidência para mim é muito clara". 

De seguida, deixou uma mensagem: "Há uma coisa que me irrita um bocadinho: 'ah ela é uma guerreira'. Os que morrem não são guerreiros? Os que morrem não lutaram também? Ganhei porque o cancro deu tréguas, porque era naquele órgão, estava naquele estadio, foi a tempo... [...] Correu bem! [...] Acho que é de uma injustiça enorme dizer: 'ela é uma guerreira'. Parece que os outros não lutaram e quantos não lutaram até à morte?". 

Para ver a entrevista completa, clique aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório