Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

O 'golpe' de Marissa Mayer para ganhar (muito) mais com venda da Yahoo

Gestora da empresa parece ter completado com sucesso mais uma jogada de bastidores para garantir uma indemnização 'choruda'. Estatutos foram revistos para assegurar compensações multimilionárias.

O 'golpe' de Marissa Mayer para ganhar (muito) mais com venda da Yahoo

A data limite para a apresentação de propostas pelo negócio base da Yahoo acaba já na próxima segunda-feira, mas nos bastidores, ainda faltavam ultimar os detalhes que permitiam selar a indemnização 'gorda' da presidente executiva. 

Antiga menina-prodígio da Google, Marissa Mayer tem estado no centro de um furacão de polémicas na administração da Yahoo provocadas pela gestão questionável que levou uma das maiores tecnológicas do mundo ao ada vez mais certo colapso e desmembramento. 

Em julho de 2012, quando assumiu a liderança da empresa, Marissa Mayer era vista como a mulher certa para liderar a recuperação da Yahoo num mercado dominado pela Google e Apple; as intenções acabaram caídas por terra, embrenhadas numa teia de más decisões com efeitos devastadores para a empresa. 

Perto do colapso, os principais acionistas juntaram-se para tentar afastar a antiga porta-voz da Google, mas o primeiro golpe de Marissa Mayer evitou o pior. A nomeação sem aviso de dois novos administradores desequilibrou a votação a favor da CEO e manteve tudo na mesma. 

Com a queda do negócio online cada vez mais próxima e o futuro em risco, a gestora da Yahoo pediu aos interessados para apresentarem propostas, aproveitando os estatutos que lhe dariam uma indemnização muito mais elevada (32,7 milhões de euros) em caso de venda do que em caso de despedimento (11 milhões de euros). Mas a venda de uma parte da empresa não era garantia suficiente de que as regras para o pagamento de indemnização eram cumpridas. Por isso surge um novo golpe da presidente executiva. 

A Yahoo anunciou uma mudança de última hora nos estatutos, passando a considerar-se a venda parcial da empresa como uma "mudança de donos". Apesar de parecer uma alteração insignificante, a troca de texto permite que o processo atual acabe com o pagamento de compensações muito mais elevadas aos administradores após a venda do negócio base, com Marissa Mayer a aparecer no topo da lista. 

Caso as regras não tivessem sido alteradas, a venda dos ativos centrais da Yahoo não representaria a alteração de dono da marca: apesar de estar avaliada em cerca de 31,2 mil milhões de euros, a Yahoo vale quase exatamente o mesmo que as participações da empresa na Alibaba e Yahoo Japan. O negócio base está avaliado em apenas 1,15 mil milhões de euros, cerca de 3,6% do valor total da Yahoo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório