Meteorologia

  • 25 JULHO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Portos de Cabo Verde com quebra de 21% no movimento de passageiros

Os portos de Cabo Verde movimentaram 63.293 passageiros em maio, uma quebra de 21% face ao mês anterior, após consecutivas subidas mensais este ano que permitiram recuperar das perdas provocadas pela pandemia de covid-19, segundo dados oficiais.

Portos de Cabo Verde com quebra de 21% no movimento de passageiros
Notícias ao Minuto

11:16 - 22/06/21 por Lusa

Economia Covid-19

Segundo o último relatório de tráfego da Enapor, empresa pública cabo-verdiana responsável pela gestão dos nove portos do arquipélago, o movimento de maio não tem paralelo com o registado há precisamente um ano, quando as viagens interilhas de passageiros foram parcialmente suspensas, devido ao estado de emergência, decretado para conter a pandemia de covid-19.

Trata-se de um crescimento de passageiros de 106,1% face ao mês de maio de 2020, segundo os dados da Enapor, apesar da quebra (-21%) na variação mensal, comparando com abril deste ano, mês marcado pela aplicação de novas medidas restritivas face ao forte recrudescimento da pandemia em todas as ilhas.

Esta quebra no movimento acontece depois do aumento de 20,7% de março para abril -- para um máximo de vários meses, de cerca de 80.000 passageiros movimentados -- e do crescimento de 30% de fevereiro para março.

A CV Interilhas, liderada (51%) pela portuguesa Transinsular, do grupo ETE, detém a concessão do serviço público de transporte marítimo de passageiros e carga, durante 20 anos, sendo atualmente a única empresa a operar neste setor no arquipélago e que admitiu que a pandemia representou uma quebra de 30% na atividade em 2020.

Do total de maio, 35,2% representou o movimento no Porto Grande e 31,2% no Porto Novo, respetivamente nas ilhas vizinhas de São Vicente e Santo Antão. O Porto da Praia, capital do país, registou uma quota de 12% do total, com um movimento que desceu para 7.570 passageiros, indica o relatório da Enapor, a que a Lusa teve hoje acesso.

Ainda em maio, os portos de Cabo Verde movimentaram 573 escalas de navios, um aumento de 0,5% face a abril e de 43,6% face a maio de 2020, quando era apenas permitido, essencialmente, o transporte marítimo de carga.

O movimento de mercadorias desceu em maio 11,2% face a abril, para 190.393 toneladas, mas cresceu 81,3% em termos homólogos.

Os portos de Cabo Verde movimentaram em 2020 um total de 757.011 passageiros, uma quebra de quase 30% face ao ano anterior, explicada com os efeitos da pandemia de covid-19, que obrigou à suspensão das ligações interilhas.

De acordo com o relatório de tráfego anual elaborado pela Enapor, no espaço de um ano foram transportados menos 314.249 passageiros (-29,3%).

As ligações marítimas de passageiros foram suspensas pelo Governo de Cabo Verde entre final de março e meados de maio, com o estado de emergência, para conter a transmissão da covid-19.

Desde 03 de setembro que os navios que garantem essas ligações interilhas podem usar até 75% da lotação nas viagens superiores a três horas e meia, contra os 50% estipulados desde a retoma do serviço em maio, devido à pandemia de covid-19, conforme previsto numa resolução do Conselho de Ministros.

As alterações visam especificamente o transporte marítimo, alterando a definição anterior, que obrigava a que a lotação dos navios devia "respeitar o distanciamento social mínimo de 1,5 metros", o que se traduzia, até então, numa ocupação máxima de 50% da capacidade dos navios.

Aquando da aprovação desta resolução, o Governo explicou que as alterações permitiriam às viagens interilhas com tempo de duração inferior a três horas e meia uma ocupação de 100%. A medida pretendia "manter a vigilância e reforçar as medidas de combate ao covid-19", mas também "iniciar uma atividade gradual da retoma económica e circulação das pessoas entre as ilhas por via marítima".

Leia Também: Cabo Verde quer retomar cooperação económica com Angola

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório