Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Metro selecionou quatro candidatos para fornecimento de novo material

O Metropolitano de Lisboa selecionou quatro candidatos no âmbito do concurso público para aquisição de material circulante e de sistema de controlo automático dos comboios, anunciou hoje a empresa.

Metro selecionou quatro candidatos para fornecimento de novo material
Notícias ao Minuto

11:33 - 18/03/19 por Lusa

Economia Lisboa

Em comunicado, a empresa adianta que os "candidatos têm até às 23:59 do dia 12 de julho de 2019 para apresentarem as propostas para aquisição de material circulante e de sistema automático de comboios para a rede do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. (1.ª Fase)".

"O concurso limitado por prévia qualificação" foi lançado no final de setembro de 2018 em cerimónia presidida pelo primeiro-ministro, António Costa, tendo o prazo de apresentação de candidaturas decorrido até 14 de novembro de 2018.

Segundo anunciou em setembro do ano passado o presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, Vítor dos Santos, o valor do preço base para a aquisição dos bens móveis é de 127.250.000 euros.

De acordo com o Metropolitano de Lisboa, o investimento irá permitir a aquisição de 14 novas unidades triplas (42 carruagens) e a contratação de um sistema internacionalmente designado de CBTC- Computer Based Train Control.

Relativamente à aquisição do novo material circulante, a empresa destaca que vai proporcionar uma melhoria da oferta de comboios e serviços do metro e um maior conforto para os clientes e maior ergonomia para o maquinista.

A aquisição vai proporcionar ainda uma melhoria nas acessibilidades para clientes de mobilidade condicionada.

O metro vai ter assim "um sistema de comunicação com os clientes com informação variável e flexível, sistemas de segurança e vídeo vigilância mais modernos e supervisão técnica do comboio em linha com a tecnologia do séc. XXI".

No que diz respeito ao sistema CBTC, o investimento, segundo a empresa, vai permitir um controlo contínuo do movimento dos comboios, garantindo a não ultrapassagem de pontos de paragem e dos limites de velocidade em cada ponto da rede.

Vai permitir também a substituição do sistema de controlo de passagem de sinais proibitivos, instalado nos anos 70 e já obsoleto e sem fabrico e os registos técnicos e operacionais que facilitem o diagnóstico de avarias e análise de incidentes.

"Este sistema associado aos novos comboios permitirá, igualmente, um aumento da frequência e da regularidade do serviço público de transporte prestado pelo Metropolitano de Lisboa garantindo, de um modo mais eficaz, a oferta de comboios, em número e frequências mais adaptados às necessidades do serviço público e com segurança acrescida", é ainda referido.

O Metropolitano de Lisboa prevê como data limite da entrada em funcionamento do novo equipamento o ano de 2025.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório