Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Produtor de papel higiénico começou a indemnizar 12,5 milhões de pessoas

O maior produtor de papel higiénico do Chile começou a indemnizar com 9,4 euros cada um dos residentes chilenos com mais de 18 anos, num total de 12,5 milhões de pessoas, após condenação por cartelização no setor.

Produtor de papel higiénico começou a indemnizar 12,5 milhões de pessoas
Notícias ao Minuto

07:04 - 02/08/18 por Lusa

Economia Chile

"Não é muito, mas entre nada e sete mil pesos chilenos (9,4 euros) que podem ser usados, acho bom", disse Andrés Antilão à agência de notícias France-Presse, à saída do Banco Nacional, na quarta-feira, onde os primeiros clientes lesados começaram a recolher o dinheiro.

Qualquer residente permanente, chileno ou estrangeiro, com mais de 18 anos de idade tem direito a receber até setembro sete mil pesos chilenos da empresa CMPC Tissue que, durante dez anos, em parceria com a SCA Chile, teve práticas de "cartel para partilhar o mercado e fixar os preços", explicou a acusação.

Ao todo, os dois grupos controlam 90% do mercado nacional de papel higiénico.

A CMPC Tissue vai ter de pagar no total 150 milhões de dólares (128,5 milhões de euros) em indemnizações, o equivalente a 78% dos seus lucros, no período entre 2000 e 2011 onde se confirmou a prática do crime de preços combinados.

"Este é um processo histórico e sem precedentes" , disse o presidente da Associação de Consumidores e Utilizadores (ODECU), Stefan Larenas, durante uma conferência de imprensa.

A indemnização foi fixada em maio passado pelo Supremo Tribunal do Chile.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório