Meteorologia

  • 25 MAIO 2018
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 21º

Edição

Foi uma estreia de mão cheia para Cajuda frente ao Benfica B

Um 'hat-trick' do avançado Sandro Lima contribuiu hoje para a goleada por 5-1 sobre o Benfica B, proporcionando uma estreia auspiciosa ao treinador Manuel Cajuda no comando do Académico de Viseu, na 24.ª jornada da II Liga de futebol.

Foi uma estreia de mão cheia para Cajuda frente ao Benfica B
Notícias ao Minuto

18:30 - 11/02/18 por Lusa

Desporto II Liga

O jogador brasileiro marcou aos 11, 38 e 85 minutos, cabendo os outros dois golos dos viseenses ao georgiano Avto, aos 41 e 90, mas o guarda-redes Peçanha foi igualmente preponderante, ao evitar que o Benfica B marcasse outros tantos e apenas não conseguindo deter o remate certeiro de Heriberto, aos 45+2.

Após sete jogos seguidos sem ganhar, o que motivou a saída do técnico Francisco Chaló, o Académico de Viseu regressou aos triunfos pela mão de Cajuda, num estádio de onde saiu sempre derrotado, subindo ao quarto lugar do campeonato, a um ponto da zona de promoção ao escalão principal.

Os visitantes deram o primeiro sinal de perigo aos sete minutos, quando Zé Paulo, isolado perante Zlobin, foi incapaz de consumar o 'chapéu' ao guarda-redes benfiquista, mas, aos 11, o médio foi mais eficaz a aproveitar uma perda de bola de Florentino e a isolar Sandro Lima, que inaugurou o marcador com um forte remate cruzado.

O Benfica reagiu e, após remates de Heriberto e Willock que saíram ao lado da baliza adversária, foi de novo Heriberto que, isolado perante Peçanha, desperdiçou a melhor oportunidade criada pela equipa lisboeta, à passagem da meia hora, ao permitir a defesa do guardião viseense.

O avançado 'encarnado' voltou a errar o alvo pouco depois, na recarga a um remate de Willock que Peçanha defendeu a muito custo, mas a equipa anfitriã sofreu um duro revés quando os visitantes marcaram dois golos no curto espaço de três minutos.

Sandro Lima 'bisou' aos 38 minutos, concluindo com êxito o cruzamento teleguiado de Avto e foi o próprio avançado georgiano que aumentou para 3-0, aos 41, aproveitando a passividade dos centrais benfiquistas para se isolar perante Zlobin, após uma rápida combinação com N'Sor.

O capitão Ferro deu nota do inconformismo do Benfica B, com um remate de muito longe travado pela barra da baliza de Peçanha, mas nenhum destes protagonistas foi capaz de evitar o golo de Heriberto, aos 45+2, que ficou com a baliza à sua mercê na sequência de um atraso desastroso de Bura.

O Benfica B regressou do intervalo com o ânimo que seria de esperar de uma equipa que marcou no último lance da primeira parte e só os reflexos de Peçanha evitaram que João Félix marcasse por duas vezes, aos 50 e 59 minutos, tendo o guarda-redes visitante impedido ainda que Heriberto 'bisasse', aos 52.

Apercebendo-se que a sua equipa estava a perder 'gás', Hélder Cristóvão, treinador benfiquista, arriscou até ao limite das suas possibilidades, substituindo o central Lystcov por Zé Gomes e o jovem avançado poderia ter reduzido aos 77 minutos, mas falhou o remate quando tinha apenas Peçanha pela frente.

O Benfica ficou mais exposto ao contra-ataque dos viseenses, que, após várias 'ameaças', incluindo um golo invalidado a Avto por fora de jogo, chegaram à goleada: Sandro Lima concretizou o 'hat-trick', aos 85 minutos, e Avto fixou o 5-1, com um remate à entrada da área, em cima dos 90.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.