Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

As notas do Benfica-Dínamo: Herói improvável a marcar e Otamendi imperial

Noite histórica para as águias, que voltam aos oitavos de final da Champions pela primeira vez desde 2016/17.

As notas do Benfica-Dínamo: Herói improvável a marcar e Otamendi imperial

O Benfica carimbou, na noite de quarta-feira, um lugar por entre as melhores 16 equipas da Europa. As águias receberam e venceram o Dínamo Kiev (2-0) e contaram com a preciosa ajuda do Bayern Munique que despachou o Barcelona (3-0) para a... a Liga Europa. As águias até ficaram longe de assinar uma exibição categórica, mas o objetivo foi cumprido: estar na fase seguinte da prova milionária. 

Os dois golos marcados bem cedo no jogo, apontados por Yaremchuk e Gilberto, facilitaram a tarefa do Benfica que, refira-se, não marcava presença nesta fase da Champions desde 2016/17. 

Vamos aos protagonistas. 

A figura

Nicólas Otamendi assinou mais uma nova exibição de grande competência na defesa encarnada. O central argentino esteve intransponível e parecia estar sempre um passo à frente dos adversários. Nunca acusou a pressão e foi, ao longo dos 90 minutos, o elemento mais esclarecedor da equipa encarnada.

A surpresa 

Gilberto está longe de ser um dos jogadores favoritos por entre os adeptos do Benfica, mas a verdade é que foi decisivo ao assinar o segundo golo num momento importante. Além de ter feito o gosto ao pé, o lateral brasileiro ainda conseguiu ajudar a fechar o corredor direito, ao mesmo tempo que foi acumulando vários duelos ganhos. Acabou por ser substituído por estar em dificuldades físicas. 

A desilusão 

Pizzi foi uma das novidades no onze de Jorge Jesus, mas ficou longe de ter um bom desempenho. Tinha a missão de equilibrar o meio-campo, funcionando como um terceiro elemento, mas pouco ou nada acrescentou na hora de atacar. Até teve uma boa oportunidade de abrir o ativo, mas atirou à figura. Acabou, sem surpresa, substituído por Everton à hora de jogo. Exibição cinzenta do camisola 21. 

Treinadores 

Jorge Jesus 

O treinador do Benfica optou por fazer alterações no onze, após a derrota no dérbi, e lançou Gilberto, Pizzi e Yaremchuk no onze, relegando Lázaro, Everton e Darwin Núñez para o banco. Viu a equipa entrar forte no jogo, marcar dois golos antes da meia hora, mas foram evidentes as dificuldades em ligar o jogo no segundo tempo. Ainda assim, conseguiu carimbar a passagem à fase seguinte da Champions. 

Lucescu 

O Dínamo Kiev já não tinha qualquer hipótese de chegar nem à Liga Europa, mas a formação ucraniana não foi à Luz em passeio. Os ucranianos até tiveram uma grande oportunidade de golo, quando o nulo ainda imperava no marcador, e na segunda parte também ficaram perto de marcar. 

O árbitro 

O alemão Deniz Aytekin não teve influência no resultado. Foi mantendo o critério ao longo do jogo e apenas se pode questionar um lance de uma possível grande penalidade na grande área ucraniana por mão na bola. 

Leia Também: "O mundo vai perceber por que o Barcelona ficou de fora da Champions"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório