Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

"Manchester City? O nosso sentimento é sempre o mesmo"

Treinador do FC Porto fez a antevisão ao jogo com o Manchester City.

"Manchester City? O nosso sentimento é sempre o mesmo"

Sérgio Conceição e Pepe estiveram, esta terça-feira, em conferência de imprensa para fazerem a antevisão ao jogo com o Manchester City, referente à jornada inaugural da Liga dos Campeões, agendado para amanhã. 

Sérgio Conceição 

Regresso à Champions: "Digo isto sem qualquer tipo de arrogância. Só no ano passado tivemos a infelicidade de não estarmos presentes na Liga dos Campeões, mas normalmente estive sempre nesta competição. O nosso sentimento é sempre o mesmo em relação ao jogo: trabalhar ao máximo para ganhar. O meu espírito não está diferente." 

FC Porto nunca venceu em Inglaterra: "É essa a minha vontade [de acabar com o jejum]. Temos muito respeito pelo adversário e por aquilo que fizeram nos últimos anos com este treinador. Não sou um homem de estatística e por isso não vale a pena falar do passado. É isso que vamos fazer." 

City com trio português: "Acho que hoje em dia a informação e de tanta qualidade... Não é negativo nem positivo. São jogadores de qualidade e aprecio as qualidades de todos quando jogam na seleção nacional. A partir daí são rivais, não mais do que isso." 

Estratégia: "Tirando a bola ao adversário, fica mais difícil eles criarem dificuldade. A minha equipa é muito forte no processo defensivo, mas do outro lado está um adversário de qualidade. Onde podemos pressionar o City, o que temos de explorar... É uma conversa longa." 

Alerta deixado após o empate no Clássico: "O detalhe, o pormenor... Tudo é trabalhado. Os jogadores conhecem muito melhor o jogo do que há uns anos. Aquilo que eu disse? Não foi nada demais. Toda a gente entende a exigência do FC Porto e as características deste clube que me definem a mim como treinador. Eu estranho é fazerem um alarido tão grande de algo que eu disse tão básico e normal." 

Pepe a capitão: "O Pepe é um excelente profissional, um homem de balneário e um grande atleta. Continuar a sê-lo aos 37 anos é preciso mais do que duas horas de treino no Olival. Antes do treino, depois do treino, antes de dormir, depois de acordar... É um grande profissional e tem uma dedicação enorme ao clube e aos companheiros. Talvez seja o jogador mais competitivo que treinei." 

Pepe

Receita para amanhã: "Já tive oportunidade de defrontar equipas do Guardiola... Sabemos que temos de trabalhar muito para conseguirmos ganhar. O mais importante é estarmos concentrado e ter estofo emocional no jogo." 

Sem público: "Não é uma vantagem. O futebol perde sem público. Seja em Inglaterra, seja em Portugal. Estamos a atravessar um momento complicado e temos que nos adaptar."

Se marcar ultrapassa Jorge Costa: "Treinar e representar este clube que gosto tanto tem um significado especial. Marcar não é muito importante, o meu trabalho principal é defender e ficaria feliz se saísse daqui amanhã sem sofrer golos.

Experiência: "O mais importante é ter um sentido competitivo, sentir a responsabilidade de representar o FC Porto e querer ajudar o mais próximo. O nosso foco tem de ser elevar o clube o mais alto possível." 

Capitão: "Muito feliz. Sei a responsabilidade que é representar este clube. É um clube pelo qual tenho muito carinho." 

Grupo equilibrado: "Temos que olhar para nós próprios. Vamos dar o nosso melhor para conseguirmos a qualificação. É isso que o nosso treinador exige. Temos de trabalhar, ter dedicação e sermos competitivos. É só nisso que temos de pensar." 

Rúben Dias parceiro na seleção, rival amanhã: "Claro que falámos sobre esse jogo, mas está o Bernardo, o Cancelo.. Tenho um carinho e um respeito muito grande pelo Rúben desde o primeiro dia que ele chegou à seleção. Sempre foi um jogador exemplar na seleção e isso mostra bem o que é o seu caráter. Fico feliz de ele estar no Manchester City, mas amanhã espero que sair daqui mais feliz do que ele." 

Histórico contra o City: "O mais importante é que é um jogo para ambas as equipas. No meu caso, farei tudo para poder ganhar este jogo e os meus companheiros igual. Mas, claro, reconhecemos que o City é um adversário muito forte. O futebol é 11 contra 11."

Leia Também: FC Porto "adormeceu" e Amorim arriscou: Clássico visto por Saleiro e Mata

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório