Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

"Jorge Jesus é doente pelo futebol"

Rodrigo Battaglia elogia o treinador que o orientou no Sporting.

"Jorge Jesus é doente pelo futebol"

Rodrigo Battaglia vai ser espectador atento da final da Taça Libertadores marcada para este sábado entre Flamengo e River Plate. O médio argentino deixou rasgados elogios a Jorge Jesus, que o orientou no Sporting, salientando mesmo que o português é "doente pelo futebol". Quanto ao resultado do encontro, o médio argentino prevê que a partida se irá resolver nas grandes penalidades.

Elogios a Jorge Jesus: "Quando foi para o Flamengo fiquei surpreendido porque tinha dito que estava à espera de uma grande proposta da Europa, mas aceitou o desafio. Chegou lá, o Flamengo estava a oito pontos da liderança, e agora tem dez de vantagem e está na final da Libertadores. Não surpreende. Tinha um pouco de receio porque o jogador brasileiro não é igual ao europeu, é mais rebelde com e sem bola. Mas ele foi lá, conseguiu passar as suas ideias e o Flamengo está a ser uma máquina. Este sucesso não me surpreende porque o mister tem muita capacidade."

Treinador com quem gostou de trabalhar: “Gostei muito do que ele passava para as pessoas. A nível pessoal ajudou-me a crescer muito como jogador. Com ele tive a possibilidade de chegar à seleção da Argentina e isso é algo que lhe agradeço. No mundo do futebol todos temos de nos ajudar. O jogador tem de ajudar o mister e o mister tem de ajudar o jogador. Estou-lhe muito agradecido e desejo-lhe sorte para a final.” 

Qualidades que destaca de Jesus: “Para além de praticarmos futebol, ele ajuda-nos a entendermos o futebol, a perceber porque se passa determinada situação. Ele tinha uma coisa que era prever o que ia acontecer nos jogos. Antes dos jogos, Jesus dizia que algo ia acontecer e acabaria mesmo por acontecer. Ele tem muito conhecimento do campeonato português. Estudava muito bem as outras equipas, conseguia perceber o que iam fazer e acertava na maioria das vezes. No plano individual ajudou-me muito, e até me ensinou a marcar o Messi.” 

Sucesso no Flamengo é para continuar? “Sei que já lhe ofereceram mais anos de contrato, mas não sei se ele aceitou ou não. Penso que o Flamengo o vai tentar segurar, depois da boa temporada que está a fazer. Mas é uma decisão dele. Jorge Jesus já disse que quer regressar para Portugal. Nunca pensei que pudesse ir para o Brasil, mas ele foi para o Brasil. O JJ é indecifrável, ninguém sabe o que ele pode fazer.”

Indicações sobre Jesus: “Muita gente já me perguntou como é que ele é. Do River ninguém me ligou porque está lá o Enzo [Peréz] que partilhou balneário com Jorge Jesus no Benfica. Acho que o mister tornou o Enzo num melhor jogador. Ele chegou a Portugal jogando a extremo e acabou por se tornar num médio. Muitas pessoas fora do River Plate já me perguntaram como é que é o mister e porque é que está a ter tanto sucesso. O sucesso é o trabalho dele, é o dia a dia. Ele é doente pelo futebol.”

Importância da Libertadores: “A Libertadores é uma taça de grande importância na América do Sul, como a Champions na Europa. Tem um sabor especial para os adeptos. Na Argentina todos querem ganhar a Taça Libertadores. Eu tive a possibilidade de jogar esta competição com o Rosario Central. É como a Champions na Europa, mas na América do Sul há mais luta, mas sangue. Aqui há mais qualidade, mas lá há mais guerra.” 

River ou Flamengo em vantagem: "Conheço um pouco melhor o River porque é um clube argentino e nós [argentinos] estamos sempre a ver futebol argentino. Tem um treinador [Marcelo Gallardo] que tem estado muito bem e que tem jogadores com muita qualidade. O Flamengo tem um mister que é o mestre da tática e que está a fazer um percurso impressionante. Está em primeiro no campeonato e está na final da Taça Libertadores. Jorge Jesus é muito bom treinador, é o melhor que já tive. São dois clubes tops mundiais. Vai ser um jogo equilibrado, muito tático e quem começar melhor vai ganhar. 

Diferenças entre o futebol do River e do Flamengo? "Não sou analista, mas o River tem um futebol, além da raça e da qualidade a nível tático, com bola tem muita qualidade. Pelo que vi do Flamengo eles marcam quatro, três, dois golos. Conhecendo o mister Jorge Jesus sei que também o Flamengo tem muita qualidade a nível ofensivo. As duas equipas merecem estar na final. A Libertadores é uma taça difícil, não é fácil chegar à final. Vamos ver quem é que ganha." 

Sensações de jogar a Libertadores. "Tive a sorte de jogar em todas as competições. A única que me falta é o Mundial com a seleção, mas ainda sonho com isso. Na América do Sul há muita rivalidade entre os países. Quando vais jogar fora as pessoas fazem-te sentir isso. Tive a possibilidade de jogar no Uruguai, na Colômbia. Foram jogos muito difíceis, com estádios cheios e muita pressão. Também me lembro de jogar no Brasil contra o Palmeiras. A verdade é que é uma taça difícil e quando jogas fora do teu país fazem-te sentir que és mesmo visitante. Estar na final é muito importante e penso que as duas equipas vão querer ganhar." 

Prognóstico: "Penso que vai definir-se nas grandes penalidades. Não vou avançar com nenhum resultado nem tão pouco quem vai ganhar. Quero que ganhe o melhor. Vai ser um jogo equilibrado."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório