Meteorologia

  • 15 SETEMBRO 2019
Tempo
28º
MIN 21º MÁX 29º

Edição

Benfica - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Rafa à velocidade da Luz: As notas do Belenenses SAD-Benfica

Benfica arrancou nova época com três vitórias em três jogos.

Rafa à velocidade da Luz: As notas do Belenenses SAD-Benfica

O Benfica arrancou, na tarde de sábado, uma vitória (2.0) diante do Belenenses SAD, em jogo a contar para a 2.ª jornada da I Liga. Rafa Silva foi o jogador em maior destaque no terceiro triunfo consecutivo das águias, marcando o primeiro golo e assistindo o companheiro Pizzi para o segundo e último tento apontado no Jamor

O Benfica foi sempre superior aos azuis do Jamor, mas poderia ter chegado ao intervalo em desvantagem, não fosse uma grande defesa protagonizada por Odysseas Vlachodimos

Na segunda metade, a equipa de Bruno Lage continuou a pressionar o conjunto de Silas e chegou ao golo, com alguma naturalidade, aos 58 minutos, por intermédio de Rafa. O avançado português combinou com Pizzi e atirou um tiro à baliza de Koffi que, perante a velocidade do remate, nem se mexeu. 

Ainda antes do apito final, e já numa altura em que o Belenenses SAD estava a arriscar tudo, as águias ampliaram a vantagem e fecharam as contas do marcador. Rafa arrancou mais uma vez e rasgou a defensiva azul, para assistir Pizzi para golo, invertendo assim os papéis no lance do primeiro tento. 

A figura 

Rafa foi o melhor jogador em campo do primeiro ao último minuto. O avançado português assume, neste momento, um papel preponderante no esquema tático montado por Bruno Lage e torna-se numa dor de cabeça crónica para qualquer adversário. Usa e abusa da velocidade de forma inteligente, mas sempre com os olhos postos no colega que está em melhor posição. 

Perante uma defensiva do Belenenses SAD tão fechada, Rafa acabou por funcionar como um abre latas. Percebeu quase na perfeição o momento de arrancar, agitar, transportar ou rematar. Marcou o golo que abriu caminho à vitória aos 58 minutos e ainda assistiu Pizzi antes do apito final. 

Notícias ao MinutoRafa foi uma dor de cabeça constante para a defensiva do Belenenses SAD. © Global Imagens

A surpresa 

A surpresa deste jogo vai para Hervé Koffi. O guardião do Belenenses SAD, que se encontra emprestado pelo Lille, já tinha dado sinais de grande valia no jogo diante do Portimonense e voltou a mostrar serviço diante de uma equipa superior. Na primeira parte afastou tudo aquilo que era uma ameaça à sua baliza.

Na segunda metade sofreu dois golos, mas pouco ou nada poderia fazer nesses lances. A I Liga já se habitou a contar com vários guarda-redes de grande qualidade e Koffi parece apostado em integrar este lote. 

Notícias ao MinutoKoffi acumulou várias intervenções importantes© Global Imagens

A desilusão 

A tarde/noite de sábado foi um 'pesadelo' para Haris Seferovic. O avançado suíço nunca parou de trabalhar, seja no momento ofensivo ou no momento defensivo, mas pareceu algo deslocado e desconcentrado. A juntar a isto, desperdiçou as poucas oportunidades que teve para marcar, ainda que o tenha feito aos 83 minutos num lance que foi invalidado por estar.... em fora de jogo. 

Bruno Lage 

Costuma dizer-se que em equipa que ganha não se mexe. Ora, foi isso que Bruno Lage fez no sábado. O técnico do Benfica apostou nos mesmos 11 jogadores que foram titulares diante do Paços de Ferreira (5-0), na ronda anterior. O Benfica entrou forte, soube pegar no jogo e foi pressionante na hora de recuperar a bola. 

No entanto, fica a sensação de que Bruno Lage poderia ter mexido na equipa mais cedo. Chiquinho apenas foi a jogo aos 74 minutos, entrando para o lugar de Raúl de Tomás, e o Benfica ganhou uma nova dinâmica, para além da evidente e esperada frescura física. A juntar a isto, Taarabt e Vinícius entraram apenas no período de descontos e não tiveram tempo para fazer o quer que fosse. 

Jorge Silas 

O treinador do Beleneneses SAD apostou numa estratégia defensiva e na velocidade de Licá e Kikas nas transições ofensivas. Os azuis do Jamor estiveram organizados e jogaram com um bloco muito baixo, especialmente na primeira parte. Se por um lado foram adiando o golo do Benfica, por outro estiveram sempre longe de criar perigo na grande área encarnada. 

Ainda assim, Silas soube mexer na equipa e no momento em que o Benfica chegou ao golo fez os ajustes táticos que tornaram o Belenenses SAD numa equipa mais ofensiva e com capacidade de chegada ao último terço do terreno. 

Árbitro 

A arbitragem de Fábio Veríssimo foi quase sempre serena. Deixou o jogo fluir e isso não o impediu de mostrar o cartão amarelo sempre que achou necessário. No lance do golo anulado a Haris Seferovic, foi aconselhado pelo VAR a rever as imagens televisivas e decidiu bem, uma vez que o avançado suíço estava em fora de jogo no início da jornada. Nota positiva. 

Registe-se na Betano e aproveite o Bónus de 50% até 50€ no primeiro depósito! Jogue no Casino e ganhe Rodadas Grátis!

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório