Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 16º

Google recusa maioria dos pedidos portugueses de "esquecimento"

O Relatório de Transparência da Google diz respeito a um período de oito anos.

Google recusa maioria dos pedidos portugueses de "esquecimento"

Nos últimos oito anos - no período entre 28 de dezembro de 2014 e 14 de abril de 2022 - foram 9.714 os portugueses que pediram à Google para remover resultados de pesquisas feitas a partir dos seus próprios nomes.

A informação foi divulgada pelo Relatório de Transparência da Google e partilhada pelo Jornal de Notícias nesta segunda-feira, dia 18. O relatório em questão refere que a tecnológica de Mountain View deu razão a apenas 23% dos pedidos . Significa isto que, dos pedidos para remover 36.308 endereços, apenas foram removidos 7.927.

Recordar que o direito de “esquecimento” foi implementado em 2014 com uma decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia, que prevê que qualquer pessoa no território possa solicitar aos motores de busca a remoção dos resultados de pesquisa.

O relatório indica que Portugal está na vigésima posição no que diz respeito a países na União Europeia com mais pedidos de “esquecimento”, com França, Alemanha, Reino Unido, Espanha e Itália a estarem no topo do ‘ranking’.

Leia Também: Será mais fácil migrar de um iPhone para um telemóvel Android

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório