Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

"Um capítulo vergonhoso". Tecnológicas reagem à invasão ao Capitólio

Os líderes da Apple, da Google e do Facebook foram alguns dos que se manifestaram sobre os acontecimentos desta quarta-feira.

"Um capítulo vergonhoso". Tecnológicas reagem à invasão ao Capitólio

Através das redes sociais das televisões, o mundo assistiu em choque à invasão ao Capitólio nos EUA desta quarta-feira, dia 6. Os líderes das maiores tecnológicas norte-americanas também não ficaram de parte e alguns deles já se manifestaram sobre o acontecimento.

Entre eles encontramos o CEO da Apple, Tim Cook, que através numa publicação partilhada no Twitter classificou a situação como "um capítulo vergonhoso” na história dos EUA. “Os responsáveis por esta insurreição devem ser responsabilizados e devemos completar a transição para a administração do Presidente eleito Biden. É especialmente quando são desafiados que os nossos ideais mais importam”, pode ler-se no ‘tweet’.

Quem também reagiu foi o CEO da Google, Sundar Pichai, por via de uma mensagem partilhada com os colaboradores da empresa. “Ter eleições livres e seguras e resolver as nossas diferenças pacificamente é fundamental para o funcionamento da democracia. Os EUA têm uma longe e orgulhosa história nisto. A ilegalidade e violência de hoje no Capitólio é a antítese de democracia e tem a nossa forte condenação”, escreveu Pichai de acordo com o Business Insider.

Quem também se pronunciou sobre a situação foi o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, ao enviar aos colaboradores uma mensagem obtida pelo jornalista Mike Isaac do New York Times. “É um momento negro na história da nossa nação e sei que muitos de vocês estão assustados e preocupados com o que está a acontecer em Washington D.C.. Estou pessoalmente entristecido com esta violência - que é exatamente o que isto é”, apontou Zuckerberg.

De recordar que tanto o Twitter como o Facebook bloquearam a conta de Donald Trump por um período de 24 horas, decisões que tiveram o objetivo de impedir que o (ainda) Presidente dos EUA continuasse a incitar a multidão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório