Meteorologia

  • 17 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

NOS pretende "fazer mais" pelas cidades e pelas pessoas com 5G

O administrador da NOS Manuel Ramalho Eanes garantiu hoje, durante a segunda demonstração da tecnologia 5G, em Matosinhos, que a operadora vai estar na "frente" da evolução tecnológica para poder "fazer mais pelas cidades e pelas pessoas".

NOS pretende "fazer mais" pelas cidades e pelas pessoas com 5G

"Este é um dia especial porque Matosinhos volta a ser protagonista no caminho que a NOS está a percorrer até à chegada da quinta geração (5G) de telecomunicações móveis. Comprometemo-nos a estar no portão da frente desta evolução tecnológica e é esse o caminho que com firmeza estamos a percorrer", salientou Manuel Ramalho Eanes.

Em parceira com o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA), a operadora realizou hoje uma demonstração da tecnologia em 5G em tempo real, simulando o "salvamento" de um surfista na praia de Matosinhos.

A partir de um 'drone', que captura vídeo em 360º e é controlado à distância, a tecnologia permitiu ativar a assistência necessária para "salvar" o surfista que se encontrava indisposto.

Além de ativar o Sistema de Salvamento Balnear da Câmara Municipal de Matosinhos, a tecnologia 5G permitiu também "vigiar" toda a zona costeira.

Durante a sessão, a segunda em que a operadora de telecomunicações demonstrou a funcionalidade do 5G aplicada a "casos reais", Manuel Ramalho Eanes salientou que o 5G vai permitir "tornar as cidades mais inteligentes, seguras e sustentáveis".

"Matosinhos já deu o primeiro passo nesse sentido ao afirmar-se como Zona Livre Tecnológica (ZLT) em Portugal, é por isso chegada a hora de contribuir para fazer de Matosinhos a cidade do futuro", apontou.

Por outro lado, o diretor-executivo do CEiiA, José Rui Felizardo, salientou o "grande desafio" para o qual o 5G vai "contribuir", nomeadamente a relação entre as "redes de objetos" com as redes sociais.

"Nós estamos a falar de algo que não é apenas um teste de tecnologia, estamos a falar de algo que vai mudar as nossas vidas", frisou, adiantando que a preocupação do centro de investigação sempre foi a "conectividade".

"No CEiiA nós conectamos pessoas, conectamos tecnologia e a conexão deixou de ser uma questão tecnológica, a conexão faz parte da nossa vida e do nosso dia-a-dia", frisou.

Na sessão esteve ainda presente a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, que sublinhou o papel que as autarquias devem desempenhar junto da população na "mudança de mentalidades" relativamente à tecnologia e à inovação.

"Mudar as mentalidades é decisivo para que ganhemos a aposta, não podem ser só as empresas tecnológicas ou os centros de investigação, é preciso que as instituições, neste caso, as autarquias, que estão mais perto das pessoas, consigam trazer toda a comunidade para esta nova forma de se relacionar com o mundo", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório