Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2018
Tempo
MIN 6º MÁX 10º

Edição

PS reforça confiança, PSD continua trajetória negativa. E Passos?

Num mês agridoce, os portugueses continuam a confiar no PS. Por outro lado, PSD continua tendência de queda na intenção de voto. Passos Coelho vê a sua popularidade subir no mês antes de sair da liderança do PSD.

PS reforça confiança, PSD continua trajetória negativa. E Passos?
Notícias ao Minuto

15:09 - 15/12/17 por Melissa Lopes

Política Eurosondagem

Numa altura marcada pelo rescaldo da aprovação do Orçamento do Estado (ainda que com alguma tensão entre PS e Bloco de Esquerda, a propósito das rendas das energéticas), mas também marcada pela eleição de Mário Centeno para o Eurogrupo e a polémica da Raríssimas, os portugueses reafirmaram confiança no PS (40,2%), subindo até duas décimas em relação à última sondagem.

Por outro lado, PSD continua a perder terreno na intenção de voto. O partido do ainda líder Passos Coelho desceu cinco décimas, fixando-se nos 27,9%.

Estas são as principais conclusões da última sondagem feita para o Expresso e SIC realizada entre o dia 6 e 12 de dezembro.

As variações nos restantes partidos também são residuais. A CDU sobe uma décima para os 7%, o Bloco desce o mesmo, recolhendo 8,6% da intenção de voto dos portugueses. Quem também conseguiu subir face à última sondagem foi o CDS, mas apenas três décimas, tendo agora 6,9% da intenção de voto. O PAN manteve os 1,7%.

No que diz respeito à popularidade, Pedro Passos Coelho, que está de saída da liderança do PSD, conseguiu subir três pontos, a subida mais acentuada de todas. Catarina Martins que acusou o PS de ser permeável aos grandes interesses económicos, depois de o Governo ter recuado numa medida sobre as renováveis, também subiu no barómetro da popularidade com uma variação de 1,5%. Quem desceu foi o líder comunista. Jerónimo de Sousa vê a sua popularidade cair 1,1 pontos percentuais. No topo da popularidade, o suspeito do costume: Marcelo Rebelo de Sousa, cujo saldo total é de 63%.

Apesar de António Costa continuar a merecer a confiança dos portugueses e tenha até subido três décimas, o Governo desceu sete décimas na popularidade face à sondagem de novembro.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório