Meteorologia

  • 22 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Leal Coelho alerta para uma Lisboa "escondida" com "problemas dramáticos"

A candidata do PSD à Câmara de Lisboa, Teresa Leal Coelho, alertou hoje para uma cidade "escondida", onde os problemas "são mais dramáticos do que as pessoas têm perceção", numa ação de campanha em Campo de Ourique.

Leal Coelho alerta para uma Lisboa "escondida" com "problemas dramáticos"
Notícias ao Minuto

15:15 - 17/09/17 por Lusa

Política Declarações

Teresa Leal Coelho realizou ao final da manhã uma arruada no bairro de Campo de Ourique, na freguesia com o mesmo nome, na companhia da candidata àquela junta, Cristina Lobo Antunes. Ao longo da Rua Ferreira Borges, as duas foram distribuindo panfletos e conversando com alguns moradores, e não só, que convocavam para a apresentação do programa do partido à freguesia, hoje às 19:00 no Jardim da Parada.

Nesta zona da freguesia, Teresa Leal Coelho destacou como problemas a resolver o "estacionamento, a mobilidade, a especulação imobiliária" e também "a solidão, por causa de uma demografia envelhecida", mas "Campo de Ourique é mais do que esta parte".

"Há muros em Campo de Ourique e não podemos continuar a ter uma cidade com muros", afirmou em declarações à agência Lusa, referindo o bairro Quinta do Loureiro, na zona da Avenida de Ceuta, que visitou hoje de manhã.

"Os problemas são mais dramáticos do que as pessoas têm perceção. Há uma Lisboa esquecida, escondida", afirmou.

A candidata social-democrata acusou a Gebalis (empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa) de "não operar naquele bairro" e prova disso são "os prédios degradados, onde os elevadores não funcionam, obrigando as pessoas a subirem sete andares a pé, algumas de idade e com problemas de mobilidade".

Teresa Leal Coelho destacou também a situação da escola do bairro, "que promove um ciclo vicioso da pobreza, não dá igualdade de oportunidades" e da piscina municipal Baptista Pereira, "que há oito e quatro anos o PS prometeu reabilitar e continua encerrada".

A candidata acredita que quem visse as imagens e os vídeos registados pela sua equipa hoje de manhã no bairro "não acreditaria que a Quinta do Loureiro é em Lisboa, em Portugal".

Na arruada no bairro de Campo de Ourique recebeu elogios e palavras de incentivo, como um senhor lhe disse que "ao vivo é muito mais bonita" ou um outro que lhe confessou não votar em Lisboa, mas desejou "que tenha muitos votos".

Mas também ouviu críticas, como o senhor que aceitou o panfleto do PSD, mas se apressou a esclarecer: "somos adversários, que sou CDU".

"Ainda estamos a tapar buracos das trapalhadas que vocês fizeram", disse Teresa Leal Coelho.

Nas eleições de 01 de outubro concorrem em Lisboa Assunção Cristas (CDS-PP/MPT/PPM), João Ferreira (CDU), Ricardo Robles (BE), Teresa Leal Coelho (PSD), o atual presidente, Fernando Medina (PS), Inês Sousa Real (PAN), Joana Amaral Dias (Nós, Cidadãos!), Carlos Teixeira (PDR/JPP), António Arruda (PURP), José Pinto-Coelho (PNR), Amândio Madaleno (PTP) e Luís Júdice (PCTP-MRPP).

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório