Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Melilla ilustra "como política da Europa fortaleza é mortífera", diz BE

Marisa Matias considerou, no rescaldo deste caso, que urge "pôr fim a esta política desumana, racista e de exclusão que trata seres humanos como ameaças".

Melilla ilustra "como política da Europa fortaleza é mortífera", diz BE

Marisa Matias, eurodeputada pelo Bloco de Esquerda, considerou esta quarta-feira que a morte de cerca de 30 pessoas que tentavam entrar ilegalmente em Melilla, na sexta-feira passada, é uma "tragédia" que exibe as fragilidades de certas dimensões da política europeia.

"A tragédia de Melilla mostra como a politica da Europa fortaleza é mortífera", começou por escrever a bloquista, na rede social Twitter. Na sua perspetiva, esse incidente ilustrou "o custo humano dos acordos de cooperação com Marrocos".

Marisa Matias considerou ainda, no rescaldo deste caso, que urge "pôr fim a esta política desumana, racista e de exclusão que trata seres humanos como ameaças, os executa a sangue frio ou abandona à morte no mar", pode ler-se no mesmo 'post'.

Estas declarações foram proferidas depois de, na sexta-feira, cerca de 30 pessoas terem morrido no momento em que 2.000 migrantes de origem subsaariana tentaram entrar ilegalmente em Melilla, saltando a vedação de Nador, em Marrocos. Do total, apenas 133 indivíduos conseguiriam passar para território espanhol.

Segundo as autoridades marroquinas, citadas pela agência EFE, foram detidas cerca de mil pessoas no país na sequência desta tentativa ilegal de fuga para Espanha.

Leia Também: "Jornalismo não é crime". BE critica extradição e condenação de Assange

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório